Resenha: Uma Noiva Para Winterborne – Lisa Kleypas

Oi pessoal, tudo bem?

Hoje vim compartilhar minha opinião sobre Uma Noiva Para Winterborne, segundo volume da série Os Ravenels.

uma noiva para winterborne lisa kleypasGaranta o seu!

Sinopse: Rhys Winterborne conquistou uma fortuna incalculável graças a sua ambição ferrenha. Filho de comerciante, ele se acostumou a conseguir exatamente o que quer – nos negócios e em tudo mais. No momento em que conhece a tímida aristocrata lady Helen Ravenel, decide que ela será sua. Se for preciso macular a honra dela para garantir que se case com ele, melhor ainda. Apesar de sua inocência, a sedução perseverante de Rhys desperta em Helen uma intensa e mútua paixão. Só que Rhys tem muitos inimigos que conspiram contra os dois. Além disso, Helen guarda um segredo sombrio que poderá separá-los para sempre. Os riscos ao amor deles são inimagináveis, mas a recompensa é uma vida inteira de felicidade.

No primeiro livro da série, Helen Ravenel e Rhys Winterborne ficaram noivos. Eles se aproximaram após o acidente de trem que Rhys e Devon sofrem, e é Helen quem se dedica a cuidar do visitante. Entretanto, após um mal-entendido, o noivado é rompido e há uma tremenda briga entre Devon e Rhys. No início de Uma Noiva Para Winterborne, Helen está disposta a reverter o que aconteceu e reatar o noivado.

Uma Noiva Para Winterborne já inicia quebrando paradigmas. Helen é uma moça tímida, gentil e delicada, mas vai contra todas as normas sociais ao aceitar dormir com Rhys para garantir a ele que não desistirá do casamento. Essa é a condição que ele impõe para acreditar nas intenções da moça de não abandoná-lo (porque, apesar de não admitir logo de cara, Rhys está perdidamente apaixonado por Helen). Se eu gostei disso? Olha, não muito. Não por motivos puritanos, longe disso, mas sim porque eu não sou muito fã de ultimatos. Acho meio chato que Helen tenha tido que perder a virgindade “coagida” (entre aspas, porque sei que ela queria dormir com ele), de modo a garantir o casamento.

Porém, esse é o único momento em que Rhys se parece com o homem implacável apresentado no volume anterior. Acho que a personalidade do Rhys (de homem de negócios brusco e carrancudo a alguém gentil, atencioso e apaixonado) mudou rápido demais. Ele não demora a se revelar um homem amoroso, cuidadoso e disposto a fazer de tudo para que Helen seja feliz. Isso é apaixonante? Com certeza! Mas achei muito brusco. A personalidade dele muda tanto que eu tenho dificuldade de pensar nele como o tal “comerciante ferrenho e galês incapaz de gentilezas” que a série até então tinha tentado “vender”.

As cenas de romance entre os dois me pareceram mais preguiçosas do que as outras que já li de Lisa, tanto nos Ravenels quanto nas Quatro Estações do Amor. Parecia uma coisa meio “tá, vocês já sabem o que acontece” (mas isso não chegou a me incomodar, é mais uma observação mesmo). Ah, outra coisa que notei (e essa sim me incomodou): erros de revisão. Tem uma cena específica em que uma personagem muda de nome três vezes: é chamada de Agatha, depois Agnes, depois Agatha de novo. Poxa, Arqueiro. 😂

resenha uma noiva para winterborne

Esses pontos foram as únicas coisas que me desagradaram ao longo da leitura. Amei o resto da trama, as interações entre os personagens e, principalmente, Helen! ❤ Que protagonista incrível. Apesar de tímida e negligenciada a vida toda, ela floresceu ao longo do livro e amadureceu muito, tomando as próprias decisões independentemente do que os outros pensariam dela. Ela escolhe seu caminho e vai até o fim, determinada, assumindo as consequências. Helen é admirável, demonstrando como gentileza e delicadeza não impedem atitudes fortes e destemidas.

Os personagens secundários também são ótimos. Adorei Garrett Gibson, uma médica a frente de seu tempo que passa a trabalhar na Winterborne’s (e protagonizará o quarto volume da série). Também amei rever Devon e Kathleen, que estão mais unidos do que nunca. ❤️ Aproveito para repetir: Devon é um homão da porra! Me apaixonei por ele desde o livro anterior. Por fim, foi ótimo rever as gêmeas (grande fonte de apoio a Helen) e o querido primo West.

Falando um pouco sobre a trama, achei muito interessante que ela não seja focada unicamente no romance, trazendo também seus mistérios. Há um grande segredo sobre o passado de Helen que paira acima de sua cabeça durante boa parte do livro, assombrando-a em relação ao futuro. Ficamos com medo pela personagem e curiosos para saber como tudo vai se desenrolar. Mas é justamente essa trama que dá o pontapé a uma das atitudes mais corajosas da protagonista.

Eu gostei DEMAIS de Uma Noiva Para Winterborne, apesar de ainda preferir Um Sedutor Sem Coração. O livro consegue equilibrar cenas românticas com personagens fortes e reviravoltas muito interessantes, que causam grande amadurecimento aos envolvidos. Lisa Kleypas tem ganhado meu coração a cada livro, e a série Os Ravenels é uma ótima pedida se você também gosta de romances de época. Recomendo muito!

P.S.: eu ODIEI essa capa! 😂 A Helen parece um fantasma prestes a assombrar o casarão HAHAHA!

Título Original: Marrying Winterborne
Série: Os Ravenels
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 336
Gostou do livro? Então adquira seu exemplar aqui e ajude o Infinitas Vidas! ❤

Anúncios

20 comentários sobre “Resenha: Uma Noiva Para Winterborne – Lisa Kleypas

  1. Oiii!
    Que coisa mais chata essa questão da revisão, né? Bem, tenho que começar a ler romances de época de verdade, li uns três e olhe lá. Essa série parece ser interessante, talvez eu pegue para ler. Já achei a personagem uma fofa.
    E realmente, nessa capa ela parece um fantasma hahahah não aguento.
    Beijos

  2. O comentário sobre a capa HAHAHAHHA pior que parece mesmo. Poxa, eu normalmente não ligo tanto pra erros de revisão, mas errar assim o nome da personagem é foda, né? Ainda não conhecia o livro, mas até acho que eu poderia curtir a leitura. Gostei disso do foco não ser só no romance e da Helen ter uma grande evolução ao longo da história. Adorei a resenha!

    Um beijão,
    GABS | likegabs.blogspot.com ❥

  3. Li um livro que me lembrou muito os problemas de Uma Noiva Para Winterborne. Há essa coisa de perder a virgindade coagida, que foi algo que me deixou muito decepcionada e revoltada, e também há essa mudança repentina do homem bruto em um romântico excessivo.
    Fiquei curiosa para saber do que se trata o segredo de Helen.
    Quanto à capa, também odiei! HAAHAH
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

  4. Olá, Priih.
    Finalmente alguém que concorda comigo sobre a capa. Ainda mais se compararmos com a primeira. Eu comecei o primeiro livro hoje e já estou amando. E até agora vi que de sem coração o Devon não tem nada hehe. Como já gostei da Helen só nas poucas vezes que ela apareceu por aqui, creio que vou gostar do livro dela.

    Prefácio

  5. Pingback: TAG: A Bela e a Fera | Infinitas Vidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s