Infinitas Vidas Informa #16

Oi pessoal, tudo bem?

Setembro passou voando e já chegamos ao último domingo do mês!
Bora conferir as notícias que rolaram?😀

Galera Record lança uma nova edição de Os Instrumentos Mortais

novas-capas-os-instrumentos-mortais

A saga de Cassandra Clare ganhou novas capas e um box bonitão pela Galera Record. Cada personagem protagoniza uma das capas. Confira!

Trailer de Moana é liberado

moana-trailer

O novo filme da Disney ganhou um trailer completo, e ele está super divertido! Assista!

Fallen finalmente ganha seu primeiro trailer

trailer-fallen

Depois de inúmeros adiamentos e rumores de cancelamento, a adaptação cinematográfica de Fallen ganhou seu primeiro trailer. Assista!

Adorei o trailer de Moana, estou louca pra assistir!❤
E vocês, curtiram as notícias?

Beijos e até semana que vem!

Review: Harry Potter e a Pedra Filosofal (Edição Ilustrada)

Oi pessoal, tudo bem?

Quem me acompanha no Instagram viu que em junho eu me dei de presente a edição ilustrada de Harry Potter e a Pedra Filosofal. ❤ O review demorou (sorry, my bad), mas finalmente chegou! \o/

O livro foi ilustrado por Jim Kay e traz a história completa de Harry Potter e a Pedra Filosofal. O trabalho feito nessa edição é impecável, da capa ao conteúdo das páginas e, é claro, às ilustrações riquíssimas de Jim Kay. O livro é um hardcover (capa dura com uma capa removível de papel por cima) e as páginas internas não são de um papel comum, são mais resistentes e têm um certo brilho. A edição também contém um marca-páginas de fitinha e letras brilhantes na capa. Resumindo: um capricho só!❤

Resumindo: Harry Potter e a Pedra Filosofal (Edição Ilustrada) é um item obrigatório na coleção de qualquer potterhead! É um livro caprichado, lindíssimo e mágico, pois nos transporta pra dentro das páginas não apenas pela escrita, mas pelas ilustrações incríveis. E agora vou deixar as fotos falarem por mim!😉

harry potter ilustrado 1.png

Capa removível de papel

harry-potter-ilustrado-2

Lombada com letras brilhantes e, ao lado, a capa de papel

harry-potter-ilustrado-3

O primeiro capítulo❤

harry-potter-ilustrado-4

O armário sob a escada

harry-potter-ilustrado-5

Hagrid❤ Reparem nos detalhes incríveis nos inícios de capítulo!

harry-potter-ilustrado-6

A cabana do nosso guarda-caça favorito em uma ilustração de página dupla

harry-potter-ilustrado-7

O livro também traz ilustrações e informações didáticas, como esse Guia de Trasgos (por Newt Scamander)

harry-potter-ilustrado-8

Mais uma ilustração informativa, dessa vez com os ovos de dragão

harry potter ilustrado 9.png

O menino que sobreviveu❤

harry potter ilustrado 10.png

E a Grifinória ganha a Taça das Casas!❤

E é isso, gente!😀
Espero que as fotos tenham mostrado pra vocês o quanto esse livro é incrível!❤ Qualquer dúvida a respeito, podem me perguntar nos comentários que eu respondo.😀

Beijos e até semana que vem!❤

Título Original: Harry Potter And The Philosopher’s Stone – Illustrated Edition
Autor: J. K. Rowling
Arte: Jim Kay
Editora: Rocco
Número de páginas: 256

TAG: Olimpíadas 2016

Oi pessoal, como estão?

As Olimpíadas podem ter passado, mas as Paralimpíadas estão aí, então acho que não perdi totalmente o timing dessa TAG, né? :P Quem me indicou foi a Carol, do Caverna Literária (obrigada, Carol! ♥), e a imagem é da Lu, do Balaio de Babados.

tag-olimpiadas-2016

E agora vamos às respostas!

Cerimônia de Abertura: Um livro com capa bonita

harry-potter-the-creature-vault

Harry Potter – The Creature Vault é incrível. O tom de roxo, as letras douradas, as silhuetas das criaturas mágicas… enfim, o livro inteiro é lindo demais!

País sede: Seu livro de literatura nacional favorito

descanse-em-paz-meu-amor-pedro-bandeira

Bah, essa foi bem difícil escolher. Um dos livros que eu mais gostava quando era mais nova era Descanse em Paz, Meu Amor, do Pedro Bandeira. Foi um dos primeiros livros com final surpreendente que li.🙂

Seleção Masculina: Seu personagem masculino favorito

lupin-e-sirius

Sirius Black e Remo Lupin, provavelmente.

Seleção Feminina: Sua personagem feminina favorita

hermione

Hermione Granger.❤ Depois dela, diria Nihal (das Crônicas do Mundo Emerso).

Delegação estrangeira: Livro de literatura estrangeira favorito

como eu era antes de voce jojo moyes

Em 2016, meu livro favorito foi Como Eu Era Antes de Você.

Maratona: Um livro que você só leu por causa de um desafio ou de uma maratona

o vilarejo raphael montes

Não costumo fazer maratonas, mas o último livro que li por um “desafio” (leia-se meta de leitura do Skoob) foi O Vilarejo.

Medalha de ouro: Um livro excepcional

bichos

A Revolução dos Bichos, do George Orwell.

Medalha de prata: Um livro quase excepcional

em chamas

Em Chamas! Só perde pro anterior porque A Revolução dos Bichos é simplesmente genial e atemporal.

Medalha de Bronze: Um livro que merece ser lembrado

a queda garth nix

A Queda, da coleção A Sétima Torre. Gosto muito dessa série, pena que poucas pessoas conheçam.

Cerimônia de encerramento: O livro que você está lendo no momento

eleanor-e-park

Eleanor & Park, da Rainbow Rowell.

Somos todos Olímpicos: Indique cinco amigos para fazer a TAG
1. My Dear Library
2. Interrupted Dreamer
3. Meu Epílogo
4. Poesia em Transe
5. Um Minuto, Um Livro

Bom pessoal, por hoje é só!
Espero que tenham curtido a TAG.😉

Beijos e até semana que vem!

Resenha: Sailor Moon – Naoko Takeuchi

Oi gente, tudo bem?

Mês passado eu terminei de ler um clássico que fez parte da infância de muita gente em sua versão animada: Sailor Moon!😀 E hoje eu conto pra vocês o que achei desse mangá!

sailor moon capa

Sinopse: Usagi é uma ginasial de 14 anos. Como muitas meninas de sua idade, é desastrada, distraída e um tanto preguiçosa. Em um encontro, aparentemente ao acaso, a jovem acaba conhecendo uma gatinha falante e, através dela, descobre ser dona de incríveis poderes. Por conta disso, acaba recebendo uma grande missão! Agora ela terá de encontrar suas companheiras, descobrir se o mascarado que ela acha lindo é amigo ou inimigo e proteger uma princesa, mas nada disso é tão difícil para ela do que acordar cedo para ir para a escola! Será que ela consegue?

Sailor Moon é um típico shoujo, mangá voltado ao público feminino. Conta a história de Usagi Tsukino, uma garota de 14 anos que descobre ter poderes especiais, transformando-se em Sailor Moon, a guerreira da lua. Enquanto aprende a lidar com suas novas habilidades e responsabilidades, ela é guiada pela gatinha falante Luna e, aos poucos, vai descobrindo suas companheiras: Sailor Mercury, Sailor Mars, Sailor Jupiter e Sailor Venus.

manga sailor moon 4

O mangá é dividido em 5 arcos, e cada um deles tem um vilão que ameaça a paz na Terra. São eles: Dark Kingdom (meu favorito!), Black Moon, Death Busters/Arautos da Destruição (ótimo arco também!), Dead Moon, Sombra Galáctica (pior arco de todos). Inicialmente, nos primeiros volumes do mangá, o leitor acompanha a construção da amizade das guerreiras sailor e é revelado que as atuais garotas são reencarnações das guerreiras que viviam no Milênio de Prata, o reino da Lua. A Princessa Serenity (real identidade de Usagi), da Lua, e o príncipe Mamoru, da Terra, se apaixonaram, mas a ganância da Rainha Beryl em dominar o Milênio de Prata provocou sua destruição e a morte da princesa, do príncipe e das guerreiras. Com o passar das edições, vemos as amigas cada vez mais unidas, enfrentando cada inimigo que surge: Rainha Beryl, que retorna em busca de vingança, Wiseman, Pharaoh 90, Rainha Nehelenia,  Sailor Galáxia e Chaos.

manga sailor moon3

É complicado falar sobre cada arco sem soltar spoilers, então vou comentar alguns pontos sobre a série em geral. Sailor Moon é um mangá que se baseia no amor e na amizade. Usagi e Mamoru são perdidamente apaixonados, mas a amizade de Usagi e as meninas (Ami, Rei, Makoto e Minako) é um dos maiores pilares da série. Elas se apoiam mutuamente, se sacrificam uma pela outra e se dedicam totalmente à sua missão. Depois do primeiro arco, novas guerreiras vão surgindo e o vínculo vai ficando cada vez mais forte, pois o intuito de todas elas é proteger a Princesa do Reino da Lua (Usagi/Serenity). Esses laços indestrutíveis entre as guerreiras sailor são o ponto forte do mangá, muito mais do que as batalhas (que, na verdade, são um pouco monótonas…). Outra coisa bacana é que a autora não se preocupa muito em delimitar o gênero de várias de suas personagens. Temos vários exemplos de guerreiras que, quando não transformadas, preferem se vestir como meninos, por exemplo. Há também relacionamentos amorosos entre elas (o namoro entre Michiru, a Sailor Neptune, e Haruka, a Sailor Uranus, é claro). Essa fluidez acontece com frequência em diversos mangás, e Sailor Moon é um deles.

manga sailor moon5

Mas, não posso negar, tem algumas coisas bem toscas em Sailor Moon. A primeira delas é o nome das mulheres do Milênio de Prata. A mãe de Usagi se chamava Rainha Serenity. A Usagi era a Princesa Serenity, que depois se tornou a Nova Rainha Serenity. A filha de Usagi com Mamoru se chama Usagi Small Lady Serenity. Serenity por acaso é sobrenome agora??? Desculpem, eu precisava desabafar, isso me incomodou a leitura inteira HAHAHA! Outro aspecto negativo do mangá é o último arco: enquanto os primeiros eram bem coerentes, com acontecimentos que iam se conectando e somando à história, no último a Naoko Takeuchi simplesmente decidiu colocar MIL informações novas que nunca tinham sido mencionadas de maneira atropelada e em pouquíssimas edições (acho que o último arco se desenvolve todinho em apenas dois volumes do mangá). Personagens e histórias sobre o “universo sailor” aparecem repentinamente com um desenvolvimento extremamente precário e superficial. Infelizmente, foi uma péssima maneira para encerrar o mangá.

manga sailor moon2

Sailor Moon é um mangá fofo, nostálgico, cheio de personagens queridas (algumas mal têm falas, diga-se de passagem), mas talvez não agrade todo mundo. A história não é imperdível, extremamente bem construída nem uma obra-prima sem igual, já que existem muitos mangás com proposta semelhante por aí. Contudo, Sailor Moon foi uma obra que inspirou e deu origem a muitas dessas novas histórias sobre guerreiras mágicas. É um clássico de respeito e, pra quem cresceu assistindo ao anime e se identificava com toda a magia da história, é impossível não se emocionar lendo essa série. Eu lembro de desenhar Sailor Moon nos meus cadernos quando eu ainda estava no Ensino Fundamental, sabem?😛 Então fiquei muito feliz de finalmente ter acesso a essa série aqui no Brasil. Pra quem gosta do estilo clássico dos shoujos ou já curtia Sailor Moon, a leitura é obrigatória!

Título original: Pretty Guardian Sailor Moon
Autor: Naoko Takeuchi
Editora: JBC
Volumes: 12
Número de páginas (por volume): cerca de 200 + 6 coloridas

Infinitas Vidas Informa #15

Oi gente, tudo bem?

Mais um mês que chega ao fim e mais um Infinitas Vidas Informa no ar.😀
Confira as notícias que separei pra vocês ao longo de agosto!

How To Get Away With Murder ganha fotos e pôster da terceira temporada

novas fotos how to get away with murder

Annalise Keating e seus pupilos estão (quase) de volta!🙂 A terceira temporada da série, que estreia 22 de setembro, ganhou pôster e fotos oficiais. Confira!

J. K. Rowling vai lançar três novos e-books referentes ao mundo mágico

ebooks pottermore

Os livros digitais serão lançados no Pottermore e já têm títulos definidos! São eles: “Hogwarts: An Incomplete and Unreliable Guide”, “Short Stories from Hogwarts of Power, Political and Pesky Poltergeists” e “Short Stories from Hogwarts of Heroism, Hardship and Dangerous Hobbies”. Saiba mais!

Vazam novas fotos do live action de A Bela e a Fera 

a bela e a fera novas fotos

O novo filme da Disney está sendo aguardado com ansiedade. Enquanto sua estreia não chega, algumas fotos vazadas vão matando nossa curiosidade. Nas imagens, podemos ver Lumière, Cogsworth, Gaston e Adam (Fera)! Confira!

Espero que tenham gostado das notícias, pessoal.😉
Beijos e até semana que vem!

Dica de Série: Orange is the New Black

Oi gente, tudo bem?

Hoje eu resolvi falar sobre a melhor série a que assisti esse ano e que já entrou pras queridinhas do meu coração: Orange is the New Black!❤

oitnb poster

Sinopse: Orange is the New Black baseia-se na história real de Piper Chapman, uma mulher cuja vida aparentemente perfeita é virada de cabeça para baixo, quando deve cumprir pena em um presídio feminino por crime de tráfico de drogas cometido há anos.

Pra vocês terem uma ideia, eu assisti às três primeiras temporadas de OITNB (vamos abreviar pra ficar mais fácil, né?) nas minhas férias, ou seja, em 15 dias. Cada temporada tem 13 episódios e cada um deles dura entre 50 e 60 minutos (com season finales mais longas). Ou seja, já deu pra notar que vicia MESMO, né?😛

piper e alex oitnb

Na primeira temporada somos apresentados a Piper Chapman, uma mulher de classe média que tem sua vida perfeita assombrada por um erro do passado: ela é condenada a 13 meses de prisão por tráfico internacional de drogas, crime cometido na época em que Piper estava com sua ex-namorada, Alex Vause. O início da série tem uma pegada de comédia bem evidente, principalmente porque vemos como Piper é atrapalhada e não tem noção nenhuma da realidade fora da sua bolha. Vemos muitos estereótipos raciais e de classe, principalmente porque nesse primeiro momento nosso contato maior é com a visão da protagonista acerca dos tipos que fazem parte da prisão feminina de segurança mínima de Litchfield. Porém, um dos pontos fortes da série é que com o tempo essa visão vai mudando, nós (e Piper) vamos conhecendo a história de cada uma das detentas e passamos a nutrir sentimentos por elas, que vão da raiva ao carinho e à empatia.

oitnb

Vale mencionar que as personagens e seus desenvolvimentos são uma das melhores coisas que já vi em uma série. Poucas produções se comparam a OITNB no que diz respeito a diversidade, complexidade, desenvolvimento, aprofundamento e ambiguidade. Vou dar um exemplo pra ilustrar: na primeira temporada eu detestava Dogget, uma fanática religiosa que pregava palavras de ódio contra boa parte de suas colegas de prisão; na quarta temporada, contudo, ela se tornou uma das minhas personagens favoritas. O desenvolvimento e o crescimento dela são tão evidentes que eu só conseguia ficar impressionada ao perceber o quanto Doggett evoluiu. Outra das minhas personagens favoritas (essa, porém, desde o início da série) é Poussey Washington. Ela é uma personagem incrivelmente doce e é a dona do sorriso mais encantador de todos, apenas isso! Hahaha!❤

doggett e boo oitnb

É engraçado dizer, mas a Piper é uma das menores coisas de OITNB. Apesar da primeira temporada ser totalmente focada nela, a partir da segunda o enredo passa a explorar as outras prisioneiras e também a vida dos guardas que trabalham em Litchfield. Aliás, a própria prisão pode ser considerada um personagem importante, pois mudanças bruscas vão acontecendo no seu funcionamento que mudam totalmente o clima e o dia a dia das mulheres que vivem lá.

abdulla e cindy oitnb

Outro aspecto interessante de OITNB é que podemos ver dois sistemas totalmente diferentes funcionando em paralelo: o sistema prisional, sua burocracia, a falta de pessoas que se preocupem com o bem-estar das detentas e que pensem nela como seres humanos com necessidades, a corrupção; e o sistema das próprias mulheres de Litchfield, que investem em trocas, favores, monetização de serviços (como Sophia Burset e seu salão de beleza) em troca de crédito na lojinha oficial da prisão e contrabando. É bem interessante ver como as coisas funcionam por dentro e por fora, mas em diversos momentos essa perspectiva nos faz sentir impotentes a respeito do que acontece na prisão.

oitnb 2

Orange Is The New Black ganhou meu coração em tantos sentidos que fica até difícil tentar explicar! A série traz tantas quebras de paradigma, tanta versatilidade, tanta diversidade – étnica, sexual, social -, que é impossível não refletir e não ser tocado pelas histórias que presenciamos. É uma série feminista, que mostra mulheres reais e a misoginia presente em diversas camadas do sistema. Além disso, a todo momento levamos um “tapa na cara” em nossos preconceitos, o que torna OITNB simplesmente genial. Aos poucos, aquela visão que temos, principalmente pelo ponto de vista de Piper, de que as personagens são “criminosas pagando pelo que fizeram” vai mudando para “elas são humanas, elas passaram por muitas dificuldades, as coisas são muito mais complicadas do que parecem”, sabem? Até a abertura é incrível! Enfim, gente, essa série é toda maravilhosa. Ela se tornou uma das minhas favoritas e eu garanto que vocês não vão se arrepender se derem uma chance a ela!❤ Recomendo MUITO!

Título original: Orange Is The New Black
Ano de lançamento: 2013
Criadora: Jenji Kohan
Elenco: Taylor Schilling, Laura Prepon, Uzo Aduba, Danielle Brooks, Samira Wiley, Taryn Manning, Laverne Cox, Kate Mulgrew, Nick Sandow

Aumenta o som: Begin Again OST

Oi, gente! Como estão?😀
Espero que bem, curtindo bastante o Dia dos Pais! \o/

Dando continuidade a essa coluna, na qual indico pra vocês meus artistas e músicas favoritas, trago o meu vício mais recente: a trilha sonora original do filme Begin Again (ou, na versão brasileira, Mesmo Se Nada Der Certo)!❤

O responsável pela trilha do filme é Gregg Alexander e as músicas foram cantadas por Keira Knightley, a protagonista do filme, e Adam Levine, do Maroon 5, que também atua no longa.❤ Elas têm uma vibe meio indie, meio folk, meio rock, meio pop  (?) HAHAHA  e eu amei de paixão cada música! Minhas favoritas são Lost StarsComing Up Roses e Tell Me If You Wanna Go Home!❤

Bom, espero que gostem tanto quanto eu!😀

Coloquei as principais músicas do filme na playlist, então me contem nos comentários o que acharam, combinado?😉

Beijos e até semana que vem!❤