Dica de Série: Por Trás de Seus Olhos

Oi pessoal, tudo bem?

Conforme o prometido, hoje vou contar pra vocês o que achei da adaptação de Por Trás de Seus Olhos – com algumas comparações com o livro, é claro. 😉

Sinopse: Uma mãe solo se envolve em um jogo perigoso ao ter um caso com o chefe e fazer amizade com a enigmática esposa dele.

Relembrando pra quem não leu a resenha da obra original, a trama gira em torno do triângulo amoroso composto por Louise, Adele e David. Louise conhece David num bar e eles se beijam, mas pouco tempo depois descobrem que David será chefe de Louise em seu novo emprego. Em paralelo, Adele (esposa de David) acaba esbarrando em Louise por acidente na rua e a convida para um café, o que dá início a uma inesperada amizade. As coisas vão se complicando conforme Louise e David não conseguem segurar a atração que sentem um pelo outro e, em paralelo, a amizade das duas mulheres fica mais íntima.

Por Trás de Seus Olhos é uma produção excelente, com ótimas atuações e uma trilha sonora aflitiva, que consegue dar o tom da trama e nos mostrar que há algo de muito errado na relação dos três personagens. Apesar dos episódios longos (de cerca de 50 minutos), a minissérie consegue manter a atenção do espectador durante toda a duração, seja com cenas dúbias ou com ganchos finais competentes.

A Louise da série é uma personagem melhor que sua contraparte literária. Os episódios dão um background de sua família que justificam algumas posturas de “cuidadora” que ela assume, além de conferir uma personalidade mais agradável a ela. No livro, por termos acesso aos pensamentos da personagem (que é também narradora), Louise rapidamente se transforma em uma pessoa cansativa e desesperada, que se afunda sem pensar na relação com David e com Adele por puro fascínio. A série suaviza esse aspecto e torna Louise uma personagem mais fácil de gostar. O ponto negativo dessa mudança é que fica ainda mais difícil entender sua burrice de se enfiar cada vez mais na areia movediça que é o casamento de David e Adele.

David é exatamente como eu imaginei, e a adaptação faz um trabalho eficiente em nos deixar com dúvidas sobre suas intenções e atitudes. Mas, sinceramente, David é quase um coadjuvante; é Adele quem brilha nesse casamento. Com uma atuação que vai de um sorriso caloroso para um olhar gélido, Eve Hewson dá vida a uma Adele que, desde o primeiro episódio, já nos causa desconforto. No livro isso demora um pouco mais a acontecer, precisamos de alguns capítulos pra sacar que tem algo de muito errado nas atitudes dela. Mas, apesar da Adele da televisão ser mais obviamente inquietante, isso também funcionou como um gancho, de forma a fazer o espectador querer entender logo “qual é a dela”. Essa vontade de desvendar Adele fica ainda mais acentuada graças aos flashbacks que mostram a relação da personagem com Rob, um amigo do passado que é fundamental na construção da trama.

O que eu gostaria de deixar claro nesse review é que, comigo, a série funcionou muito melhor do que o livro. E isso se deve a dois motivos que me incomodaram na obra original e que foram resolvidos: o primeiro deles diz respeito ao ritmo da narrativa. Se durante a leitura a gente visualiza alguns eventos duas vezes (uma pelo ponto de vista de Louise, outro pelo de Adele), nos episódios essa “barriga” não existe, o que deixa a trama mais ágil e envolvente. O segundo aspecto tem relação com o final: eu sigo não gostando do quê de sobrenatural que a trama utiliza para o seu bombástico desfecho, mas a adaptação de Por Trás de Seus Olhos constrói essa revelação com mais calma, dando pinceladas do que está por vir ao longo dos episódios. Algumas pessoas podem achar isso um defeito, já que “entrega” mais da reviravolta, mas eu preferi esse caminho porque a série prepara o espectador para o momento final.

Por Trás de Seus Olhos é uma excelente minissérie de suspense e cada episódio coloca mais camadas à angustiante relação de Louise, Adele e David. Com apenas 6 episódios, a produção tem uma narrativa ágil, provocando aquela vontade de assistir sem parar para descobrir o que virá em seguida. Há também inegável qualidade técnica e a produção impressiona pela ambientação, pelas atuações e pela trilha sonora. Apesar do meu ranço com o viés místico da trama, a adaptação da Netflix fez um trabalho muito melhor de me convencer a comprá-lo. Se você gosta de um bom suspense, pode dar o play sem medo!

Título original: Behind Her Eyes
Ano de lançamento: 2021
Criador: Steve Lightfoot
Elenco: Simona Brown, Eve Hewson, Tom Bateman, Robert Aramayo

11 comentários sobre “Dica de Série: Por Trás de Seus Olhos

  1. Oi, Pri! Tudo bom?
    Eu tenho zero vontades de ler esse livro, mas fiquei curiosa pra assistir a série! Assim como foi com Pequenos incêndios por toda parte, acho que vai funcionar mais no audiovisual pra mim. Vou tentar conferir esse fim de semana!

    Beijos, Nizz.

  2. A primeira vez que vi essa série ser anunciada nem olhei duas vezes. Pensei assim: “ah, triângulo amoroso, traição, não curto, tô fora”. Nem procurei saber com detalhes a trama, não. Mas aí uma amiga me falou que leu esse livro e que ele tinha um dos finais mais surpreendentes que ela já viu, daí isso aguçou a minha curiosidade e acabei colocando na minha lista. Agora fiquei mais curiosa ainda. Vou assistir, com certeza!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

  3. Não li o livro, mas fiquei pensando, se a Louise da série é mais “suave” e eu já a odiei, imagine a raiva que eu ia sentir dela ao ler o livro, haha. E concordo com você, a série realmente prepara o telespectador para o conceito final do sobrenatural, sem entregar de fato o plot twist, o que eu achei bem legal, apesar de ter achado o refúgio sobrenatural da autora muito fraco.
    Depois de ler sua resenha sobre o livro, gostei também de saber sua experiência em relação à série.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

  4. Olá, Priih.
    Comecei a ler o livro por causa da sua resenha e estou gostando bastante da história, porque dos personagens nenhum é gostável. Não sei quem é pior dos três. Cheguei nessa parte do sobrenatural e não entendi muito porque a autora colocou isso, podia ter passado sem essa.

    Prefácio

  5. Olá Priih,
    Eu tenho lido muitas resenhas, tanto do livro quanto do filme, no últimos tempos, e resolvi esperar para assistir. Lendo sua resenha, pela primeira vez não sei se realmente devo fazer isso. Os dois motivos “corrigidos” na adaptação, no seu ponto de vista, são pontos que sempre me incomodam muito nas leituras, tornando a experiência até ruim. Gostei muito de saber disso logo, vou repensar sobre o que fazer.

    Beijo!
    http://www.amorpelaspaginas.com

  6. Olá,
    Ainda na dúvida se leio antes ou depois.
    A última série que assisti com a Eve não foi lá uma coisa maravilhosa – apesar do visual lindíssimo.
    Eu já acho que tem treta das boas aí.
    Tem muita adaptação que funciona melhor comigo também, do que com o livro.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s