Resenha: Por Trás de Seus Olhos – Sarah Pinborough

Oi pessoal, tudo bem?

Hoje estreou na Netflix a série Por Trás de Seus Olhos, que adapta o livro de mesmo nome. Por isso, antes de dar o play, corri para ler o material original e vou contar pra vocês o que eu achei!

Garanta o seu!

Sinopse: Louise é mãe solteira, trabalha como secretária e está presa à rotina da vida moderna: ir para o escritório, cuidar da casa, do filho e tentar descansar no tempo livre. Em uma rara saída à noite, ela conhece um homem no bar e se deixa envolver. Embora ele se vá logo depois de um beijo, Louise fica muito animada por ter encontrado alguém. Ela só não esperava que seu novo e casadíssimo chefe seria o homem do bar. Apesar de ele fazer questão de logo esclarecer que o beijo foi um equívoco, em pouco tempo os dois passam a ter um caso. Em uma terrível sequência de erros, Louise acaba ficando amiga da esposa do amante. E, se você acha que sabe para onde esta história vai, pense de novo, porque Por trás de seus olhos não se parece com nenhum livro que já tenha passado por suas mãos. À medida que é arrastada para a história do casal, Louise acaba com mais perguntas que respostas e a única coisa certa é que algo naquele casamento está muito, muito errado.

Na trama acompanhamos o dilema de Louise, que inicia um caso com seu chefe, David, ao mesmo tempo em que acaba se tornando amiga da esposa dele, Adele. As duas têm uma conexão quase instantânea, especialmente porque dividem um mesmo fardo, que é a dificuldade para dormir. Adele então passa a ensinar uma técnica de sonhos lúcidos a Louise, de forma que ela consiga controlar seus pesadelos e, assim, efetivamente descansar. Só que, com o virar das páginas, o leitor entende que há algo de errado: os capítulos narrados por Adele indicam que ela sabe que está sendo traída por David e Louise, e há alguma trama em curso que a autora mantém em segredo de nós.

Por Trás de Seus Olhos tem um início que me deixou um pouco confusa, pois são 3 linhas narrativas: no presente há a narração em primeira pessoa feita pelas duas protagonistas femininas, Louise e Adele; no passado, a narração acontece em terceira pessoa e acompanha o tempo de Adele numa instituição psiquiátrica, onde ela convive com aquele que se torna seu melhor amigo, Rob. Mas, depois que saquei o padrão dessas mudanças (de primeira para terceira pessoa), a leitura fluiu demais. Sarah Pinborough escreve capítulos curtos e ágeis, exatamente do jeito que eu gosto, fazendo com que fosse difícil largar o livro.

Um dos aspectos mais difíceis nesse livro é o fato de que nenhum personagem presta. Louise é uma mulher que foi traída e mesmo assim não hesita em manter o caso com o marido da sua nova amiga; Adele é obcecada por David e nitidamente esconde segredos; David trai a esposa e há lampejos de uma violência nele que nos faz pensar que Adele corre perigo. Como torcer por pessoas assim? Além disso, como Louise representa o leitor (ou seja, alguém alheio à verdade), é bastante cansativo acompanhar seus questionamentos e dúvidas a respeito de David e Adele quando, nos capítulos narrados por Adele, sabemos que esta já sabe da traição. Fiquei com uma sensação de que a leitura não avançava e apenas se repetia, já que em um momento estou descobrindo os pensamentos de Adele e no momento seguinte preciso ver Louise se questionando a respeito deles.

Quando chegamos ao final do livro, a autora nos traz um plot twist de cair o queixo, mas que também me fez torcer o nariz porque me senti enganada – e não daquele jeito gostoso, de quando as peças se encaixam. A real é que eu me senti feita de trouxa pela autora. Há um aspecto místico em Por Trás de Seus Olhos sobre o qual não vou falar pra não estragar a sua experiência, mas eu fiquei intrigada e torci muito para que mais detalhes sobre ele fossem revelados, e não é o que acontece. Então, quando chegamos ao final da história, simplesmente temos que engolir a solução proposta por Sarah Pinborough, que tem um quê de sobrenatural, o que nem de longe funciona comigo. Eu gosto de thrillers justamente pela proximidade que eles têm com a vida real, com o medo causado pelo que de fato poderia acontecer, e pra mim Por Trás de Seus Olhos falhou nisso ao usar um recurso mal explicado e pouco crível. Pra não ser injusta, ressalto que há sim um aspecto positivo no desfecho: ele condiz com os capítulos narrados em terceira pessoa e explica os diferentes comportamentos de Adele, que me causavam bastante estranhamento.

A verdade é que eu esperava mais de Por Trás de Seus Olhos, especialmente ao ver a nota dele no Skoob. Sim, o final é surpreendente, mas não me convenceu. A história é instigante (apesar das enrolações) e consegue manter a nossa atenção mas, como mencionei nesse post aqui, finais ruins estragam experiências pra mim. Minha torcida agora é para que a série da Netflix trabalhe com mais competência esses detalhes que me incomodaram. E vocês, já leram Por Trás de Seus Olhos? O que acharam? 😉

Título original: Behind Her Eyes
Autora: Sarah Pinborough
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 352
Gostou do livro? Então adquira seu exemplar aqui e ajude o Infinitas Vidas! ❤

19 comentários sobre “Resenha: Por Trás de Seus Olhos – Sarah Pinborough

  1. Olá, Priih.
    Essa ultima semana vi bastante gente falando sobre esse livro e a adaptação e eu até então desconhecia a existência dele. A sua é a primeira resenha que leio e gostei da proposta. Lembrou livros que amei como Stalker e A Outra Sra. Parrish. E apesar das suas ressalvas me interessei em ler. Porque assistir com certeza não vou que não estou assistindo nada ultimamente hehe.

    Prefácio

  2. Oi, Priih. Tudo bem?
    Eu lembro que vi a sinopse do filme na netflix na lista do em breve e deixei um para me lembrar quando lançasse, mas não sabia que era baseado em livros. Falando na sua resenha achei super interessante a coisa da linha do tempo e ser um thriller e confesso que a resolução ser algo místico também me incomoda, mas realmente vou ter que ler ou ver o filme para tirar minhas conclusões. Fiquei bem interessada para entender a relação dos três personagens.

    Beijos, Vanessa
    Leia Pop

  3. Oi Priih, sua linda, tudo bem?
    Acabei de ler uma resenha desse livro com uma opinião um pouco diferente da sua. OMG! Pelo visto todo mundo está comentando sobre esse final. Que pena que ele não convenceu. Fiquei curiosa sobre esse toque sobrenatural que foi dado como explicação. Acho que só lendo mesmo para saber se irei gostar ou não. Adorei sua resenha!
    beijinhos.
    cila.
    https://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

  4. Terminei de assistir a série hoje e não li o livro, mas pelo que me parece, a adaptação seguiu muito bem a linha do livro. Concordo super com você, eu gosto de suspenses e thrillers por que os personagens são verossímeis e geralmente o enredo é muito inteligente ao deixar o leitor curioso, mas o fato de a autora ter incluído o sobrenatural para dar respostas ás coisas, me deixou decepcionada. Sinto em lhe dizer, mas tive o mesmo sentimento que você teve ao ler o livro, assistindo a série. Mas é aquilo, é melhor você ver e tirar suas próprias conclusões sobre a adaptação.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

  5. Olá,
    Eu decidi assistir a série primeiro, pq vejo a galera falando TANTO desse final que se valer a pena corro pra dar uma chance na leitura mais rápido o possível.
    Mas uma pena que, no geral, te decepcionou em alguns momentos. Espero que a adaptação compense.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

  6. Eu cheguei a ver algo sobre a série, mas não sabia que tinha o livro. É tão chato quando criamos expectativas sobre uma trama e a autora vem e nos dá uma rasteira dessas. É como se vendesse o livro sendo de um gênero, e no fim ela muda de ideia e temos que “aceitar, que doi menos”. Sacanagem com os leitores… =/
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

  7. “Marmenina”…
    Assistiu a série em dois dias pq realmente vc não consegue para de assistir (mas tenho outras ocupações) e saí dela frustrada; o final foi um banho de água gelada… e nos deixar um ar de que haveria uma segunda temporada…
    Concordo totalmente com sua opinião.
    Gostei mesmo sabe do que?
    Aquela Casa de Café de Marianne… aquela lugar e a participação dela valeu a série. Com certeza Marianne é a melhor personagem 🤗
    Obrigada por compartilhar sua experiência conosco
    Um abraço

  8. Pingback: Dica de Série: Por Trás de Seus Olhos | Infinitas Vidas

  9. Olá, a 40 anos atrás quando ainda era uma criança assistir um filme de suspense, ficção e terror que acredito tenha servido de inspiração para autora desse livro, pois a explicação final da serie é surpreendentemente parecido com a desse filme que a anos procuro mas ate agora não encontrei sendo que ao assistir a seria acredito que posso esta próximo de acha-lo.

  10. Olá Priih,
    Eu ADOREI sua resenha. Tenho lido muitas resenhas positivas desse livro mas também já tinha pegado em uma ou outra resenha esse detalhe sobrenatural, que é algo que não me agrada muito. Estava curiosa para ler mas com receio de não gostar por conta disso. Todos os pontos citados que te incomodaram são pontos que me incomodam muito, principalmente final que não convence. Também estraga toda a experiência para mim. Sua resenha foi esclarecedora.

    Beijo!
    http://www.amorpelaspagians.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s