Resenha: Vocação Para o Mal – Robert Galbraith

Oi gente, tudo certo?

Terminei o livro mais recente (publicado no Brasil) da série Cormoran Strike, Vocação Para o Mal, e hoje vim contar pra vocês minhas impressões sobre ele.

vocação para o mal robert galbraithGaranta o seu!

Sinopse: Quando um pacote contendo a perna decepada de uma mulher é entregue a Robin Ellacott, seu chefe, o detetive particular Cormoran Strike, suspeita de quatro pessoas de seu passado que poderiam ser capazes de tamanha brutalidade. Mas quando a polícia foca no suspeito que Strike tem cada vez mais certeza de que não é o criminoso, ele e Robin precisam correr contra o tempo para descobrir a verdade. Depois de O chamado do Cuco e O bicho-da-seda, o terceiro romance da aclamada série escrita por Robert Galbraith, pseudônimo de J. K. Rowling, é um suspense inteligente, com reviravoltas inesperadas a cada página, e também a emocionante história de um homem e de uma mulher numa encruzilhada em suas vidas pessoais e profissionais.

Após a resolução de dois casos com grande destaque na mídia, Strike finalmente pode respirar mais tranquilamente, sabendo que as finanças estão ficando em dia e que o escritório prospera. Robin também está exultante nesse volume, após finalmente ter realizado o curso de contravigilância pago por Strike. Entretanto, a calmaria é interrompida quando Robin recebe uma encomenda destinada a ela: em vez das esperadas câmeras descartáveis (para o casamento com Matthew), o que a jovem recebe é uma perna decepada.

Vocação Para o Mal é interessante especialmente porque, nesse caso, existem motivações pessoais contra Strike. De imediato, após o recebimento da perna, o detetive já faz uma lista de homens em seu passado que teriam bons motivos para querer destruí-lo: Jeff Whittaker (ex-marido de sua mãe, que Strike acredita tê-la matado), Noel Brockbank (ex-soldado e pedófilo em quem Strike causou lesão cerebral) e Donald Laing (também ex-membro do Exército, colocado atrás das grades por Strike). Todos os homens têm um grande histórico de violência, que os tornam perfeitamente capazes de terem cometido tal atrocidade. Entretanto, a maior fonte de preocupação de Strike é Robin.

A parceira de Strike vive um turbilhão de emoções nesse livro. Além de ter recebido a perna, ela descobre algo sobre o noivo, Matthew, que a deixa completamente desestabilizada. São nessas circunstâncias que ela conta a Strike o que aconteceu para que ela tivesse tido agorafobia e largado a faculdade de Psicologia. Ao descobrirmos mais sobre o passado de Robin, não apenas entendemos algumas de suas escolhas de vida como também a admiramos ainda mais por sua força e sua coragem. Robin é um mulherão da porra (e merecia mais que o embuste do Matthew). Não sei como me sinto sobre um possível envolvimento romântico dela com Strike nos livros (porque na série eu shippo loucamente, em função da química dos atores) mas, se isso acontecer no futuro, vai ser de maneira natural, já que o autor construiu a relação de confiança dos dois ao longo dos três livros.

resenha vocação para o mal robert galbraith.png

Minha crítica a esse volume permanece a mesma dos anteriores: Robert Galbraith enrola demais! Existem cenas que podem ser facilmente classificadas como fillers, não existindo necessidade de estarem ali. Se o autor fosse um pouco mais direto – mesmo para dar as várias pistas (verdadeiras e falsas) – o livro fluiria muito melhor. Confesso que esse aspecto da escrita de Robert Galbraith está me deixando um pouco apreensiva para o seu novo livro, Lethal White (lançado em setembro no Reino Unido), que tem mais de 600 páginas. Se grande parte delas forem encheção de linguiça, ficarei bastante decepcionada. 😦 A conclusão do livro não foi tão impactante quanto nos volumes anteriores, pois já sabemos quem são os suspeitos e que eles são odiosos. Não é como se fosse uma surpresa descobrir que qualquer um era um assassino, sabem? Nesse sentido, O Chamado do Cuco ganha disparado, tendo o melhor desfecho da série até agora.

Vocação Para o Mal foi um livro muito bacana para desenvolver a dupla de detetives, mas pecou um pouco no mistério em si. A resolução do caso foi arrastada e o final não surpreendeu, o que é um pouco decepcionante em livros policiais. Entretanto, eu gosto demais de Strike e de Robin e curti muito ver suas emoções e pensamentos em destaque. Não foi o melhor livro da série, mas não chegou a decepcionar. 😉

Título Original: Career of Evil
Série: Cormoran Strike
Autor: Robert Galbraith
Editora: Rocco
Número de páginas: 496
Gostou do livro? Então adquira seu exemplar aqui e ajude o Infinitas Vidas! ❤

Livro cedido em parceria com a editora.
Esse não é um publipost, e a resenha reflete minha opinião sincera sobre a obra.

19 comentários sobre “Resenha: Vocação Para o Mal – Robert Galbraith

  1. Oi Priih! São tantas séries que quero ler, Essa aqui é uma delas, mas até agora não consegui iniciar. Pena este volume não ter sido tão bom como os outros, mas mesmo assim deu para perceber que é bom. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

  2. Oi Priih! Eu não acompanho muito a carreira da J. K. Rowling, nem sabia que ela estava se aventurando nesse universo de literatura policial. Uma pena as tramas serem um pouco arrastadas, realmente isso não combina muito com o gênero, que se beneficia mais quando o ritmo é mais dinâmico. De qualquer forma, gostei de conhecer a série! Um beijo :*

  3. Oi, Priih!
    Eu não li nenhum dessa série. Acho que Mote Súbita, da Rowling, me deixou com o pé atrás, poque esse livro “adulto” dela é um saco, haha.
    Mas eu fico bem curiosa, apesar de que você dizer que tem enrolação e encheção de linguiça me desanima um pouco. Tudo bem que thrillers geralmente têm, mas demais cansa.

    Beijooos

    http://www.casosacasoselivros.com

    P.S.: Eu não achei que o empresário deu a entender que teve um caso com a Ally. Ela era apaixonada demais pelo marido para fazer isso. Caramba, ela ficou do lado dele mesmo depois do fiasco fenomenal que foi o Grammy. Eu só acho que ele queria mesmo mexer com a cabeça do Jack, mas não nesse sentido.

    • Sobre o filme: concordo 100% com você hahaha! Quando o empresário fala “não somos amigos”, pra mim ele se referia a ele próprio e Jack. Pra mim é impensável que a Ally o tenha traído!

  4. Oi Priih, sua linda, tudo bem?
    Para tudo!!!! Eu não sabia que existia uma série de TV baseada nos livros dessa série. Já fui pesquisar na internet e vou procurar saber onde ela está sendo exibida, é claro que eu quero ver, risos… Que pena que esse livro não foi tão bom quanto os outros, mas sendo série, sempre tem um volume que distoa dos outros. Mas pela carga emocional dos personagens também acho que vale a pena. Só uma observação: OMG!!! Uma perna decepada??? Não vejo a hora de ler. Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    https://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

  5. Oi Prih,
    Como a série de tv me deixou curiosa, eu li uma amostra do primeiro livro e achei que ela dá muita volta mesmo e imagino o restante do livro. O caso desse, eu achei meio confuso assistindo e não suporto o noivo da Robin kkk

    até mais,
    Nana e Leticia – Canto Cultzíneo

  6. Olá, Priih.
    Eu só li o primeiro livro dessa série e parei por ai. Não achei tudo isso. Mas que bom que mesmo com esses defeitos apontados você gostou do livro. Eu achei que desde o primeiro o detetive e ela iam ficar juntos, vamos ver o que dá hehe.

    Prefácio

  7. Oi, Priih.
    Só li o primeiro livro da série e gostei bastante, apesar de ter muita enrolação mesmo.
    Quero ler os outros dois livros e ver como os personagens se desenvolveram.
    Esse livro em especial tem mais detalhes pessoais aparentemente, o que é bem interessante, apesar de o mistério ter ficado um pouco menor.
    Bela resenha.
    Abraços

  8. Pingback: Resenha: Branco Letal – Robert Galbraith | Infinitas Vidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s