Resenha: O Fim do Mundo é Aqui – Amy Zhang

Oi pessoal, tudo bem?

Hoje vim contar pra vocês minha opinião sobre O Fim do Mundo é Aqui, da autora Amy Zhang. 😉

o fim do mundo é aqui amy zhang.pngGaranta o seu!

Sinopse: Janie e Micah, Micah e Janie. Desde os primeiros anos da escola. Almas gêmeas em segredo. Melhores amigos que passavam as tardes na pedreira da cidadezinha onde cresceram juntos, a mais profunda de Iowa. Até que Janie desaparece, e tudo o que Micah pensava que sabia sobre sua melhor amiga é borrado de dúvida. Até que Micah acorda no hospital, e não se lembra de nada. Mas para montar o quebra-cabeça do desaparecimento de Janie e entender seu apocalipse particular, Micah Carter precisa recuperar suas lembranças, inclusive as mais difíceis, numa jornada devastadora. Adotando uma narrativa não linear, que vai e volta entre Antes e Depois e alterna as vozes dos dois protagonistas-narradores, Amy Zhang, autora do surpreendente Quando tudo faz sentido, conta a história de uma amizade marcada por obsessões e segredos dolorosos. E, mais uma vez, entrega um romance Young Adult original, sincero, comovente e impossível de largar até a última página.

Janie e Micah são dois amigos de infância inseparáveis. Entretanto, após um acidente, Micah perde a memória e não sabe o que aconteceu com Janie, que está desaparecida. Um de seus amigos mais próximos, Dewie, se recusa a contar o que aconteceu, e Micah fica intrigado com o fato de Janie simplesmente ignorar suas mensagens e ligações. A partir disso, o protagonista passa a tentar desvendar o que aconteceu com ele e, principalmente, com Janie.

Apesar de eu sempre achar previsível o que aconteceu com o desaparecido em livros que envolvem falta de memória, em O Fim do Mundo é Aqui o mistério em relação ao que realmente aconteceu (e o porquê) se mantêm durante a maior parte da trama. O livro é narrado por Micah no presente e por Janie no passado, e os fatos que já ocorreram vão convergindo ao mesmo tempo em que as lembranças de Micah vão retornando. Essa estrutura narrativa me lembrou muito Mentirosos, da E. Lockhart, e a sensação ficou ainda mais forte devido ao uso dos diários de Janie – que contam histórias estilo “era uma vez”, nitidamente fazendo alusão à realidade (lembro que Cadence também escrevia coisas semelhantes em Mentirosos). E, já que o assunto são os diários de Janie, aproveito para elogiar a edição do livro em si: as ilustrações e desabafos da garota enchem as páginas, deixando o interior do livro muito bonito e atrativo.

Infelizmente, odiei a Janie. A autora tentou trazer à vida uma personagem sonhadora e de imaginação fértil, mas pra mim ela parecia apenas maluca (ou sob efeito de muita cafeína). A narração dela é muito picotada, o que deixa a leitura truncada – talvez o objetivo fosse dar um tom lírico às passagens de Janie mas, pra mim, não funcionou. Micah, por outro lado, é um narrador mais interessante. Ele tenta juntar as pontas soltas e esse mistério mantém o leitor entretido. Contudo, isso não torna o personagem em si instigante: ele é apático, deixa sempre “tudo pra lá” e não demonstra personalidade própria, indo sempre na onda de Janie. Aliás, a amizade deles se mostrou muito perturbadora pra mim, beirando uma relação tóxica. Janie o arrastava para todas as suas maluquices, insistia em coisas que ele visivelmente não queria fazer e sabia que ele era apaixonado por ela (o que, talvez, explicasse porque que ele cedia tanto aos desejos dela). Janie me pareceu o tipo de personagem que suga as pessoas ao redor dela ou, fazendo uma analogia com algo que ela ama, como o fogo que consome tudo até não restar nada.

resenha o fim do mundo é aqui amy zhang.png

Esse parágrafo pode ser considerado SPOILER, portanto pule para o próximo se quiser evitá-lo. Apesar da minha antipatia por Janie, devo dizer que senti meu coração se partindo devido às dores que a personagem sofre ao longo da trama.  Ela se vê em uma situação difícil sem saber para onde fugir ou o que fazer para superar. O livro faz um ótimo trabalho em mostrar os sentimentos confusos de alguém após uma situação de abuso e, principalmente, coloca em xeque como pode ser difícil denunciar esse tipo de violência, devido ao fato de que talvez as pessoas simplesmente não acreditem na vítima. É revoltante e causa uma grande sensação de impotência, que a autora soube abordar muito bem, de modo responsável e realista. Além disso, também mostrou que tais situações podem vir de pessoas de quem gostamos e em quem confiamos, o que se mostrou muito acertado.

O maior mérito de O Fim do Mundo é Aqui, para mim, é justamente esse. Ele fala de abuso de uma maneira bastante madura, aprofundando os sentimentos da personagem que o sofreu, e não por meio do olhar de terceiros. Amy Zhang narra a angústia e a desolação de alguém que teve sua confiança quebrada e seu corpo violado, mas que se vê sem ter a quem recorrer, além de sofrer diariamente com os julgamentos e descrença alheios. Essa discussão é de grande relevância e o modo como foi abordada mexe com o leitor, incomodando e machucando. Sendo um livro voltado ao público jovem, a escolha da autora de falar nesse assunto se mostra ainda mais acertada, pois é preciso conscientizar os leitores e mostrar que tais violências acontecem. Só é uma pena que o livro, assim como 13 Reasons Why (por exemplo), não mostre nenhum tipo de superação ou um modo de ajudar as vítimas.

O Fim do Mundo é Aqui não funcionou pra mim. Entretanto, o tema principal trazido em suas páginas é relevante e bastante sério. Amy Zhang ainda aborda homossexualidade de uma das formas mais naturais que já li, além de trazer um mistério que nos mantém envolvidos em suas páginas. Vale conferir se você tem afinidade com livros voltados ao público jovem guiados por um mistério, ou ainda se quiser tirar suas próprias conclusões sobre a obra. Apesar de o livro não ter conquistado meu coração, a reflexão que ele propõe é válida sempre! 

Título Original: This Is Where the World Ends
Autor: Amy Zhang
Editora: Rocco Jovens Leitores
Número de páginas: 272
Gostou do livro? Então adquira seu exemplar aqui e ajude o Infinitas Vidas! ❤

Livro cedido em parceria com a editora.
Esse não é um publipost, e a resenha reflete minha opinião sincera sobre a obra.
Anúncios

21 comentários sobre “Resenha: O Fim do Mundo é Aqui – Amy Zhang

  1. Oi Priih!
    Dificil eu me atrair por historias puramente de amizade, mas se uma me prender, certeza que é muito boa. Que pena que esta não lhe agradou, apesar da trama parecer interessante a forma que ela se desenrola pode não ajudar.
    Boa semana pra vc!
    Beijos

  2. Essa coisa de influenciada, me lembra um pouco a Alaska do livro do John Green onde ela influencia o personagem principal à fazer várias coisas que não quer e isso sempre me deixa revoltada rs A discussão é válida, mas acho que sempre tem que mostrar como ajudar alguém e não apenas expor um problema que já conhecemos. Gostei da sua opinião sincera ♥

  3. Amei a resenha, eu tinha visto a capa do livro antes e nem tinha me interessado em procurar sobre. Só pelo tema abordado e por ter essa tensão para descobrir as coisas já me faz querer ler.
    beijos

  4. Olá, Priih.
    Pela capa nunca que ia imaginar tudo isso. Eu acabei de ler Amor Amargo e uma das coisas que gostei foi que a autora mostrou que tem como sim, que dá para sair daquela situação. Mas fiquei aqui na dúvida se quero ler ele ou não.

    Prefácio

  5. Eu já tinha ouvido falar sobre o livro, mas essa foi a primeira resenha dele que li. Fiquei bem curiosa com o ar de mistério da trama, mas no geral não faz muito o meu estilo. E eu já não gosto muito de narração em primeira pessoa, então imagina ficar “preso na cabeça” (essa é a sensação que tenho ao ler livros em primeira pessoa) de uma personagem não muito cativante? Vou deixar esse passar, mas amei sua resenha (e a sinceridade, hehe). Parabéns!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s