Resenha: P. S.: Ainda Amo Você – Jenny Han

Oi, pessoal. Tudo certinho?

Hoje vim contar pra vocês minha opinião sobre P.S.: Ainda Amo Você, meu livro favorito da trilogia Para Todos Os Garotos Que Já Amei. ❤

capa ps ainda amo voceGaranta o seu!

Sinopse: Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários. Em “Para todos os garotos que já amei”, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em “P.S.: Ainda amo você”, Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam. Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

O livro se passa pouco tempo depois do final do primeiro volume, e Lara Jean está decidida a fazer as pazes com Peter, o que acaba acontecendo. Os dois então voltam a namorar e tudo parece perfeito, até que a protagonista sofre um grande impacto emocional: um vídeo dela e de Peter se beijando no ofurô cai na internet, insinuando para o mundo que os dois transaram naquela situação (o que não é verdade). Completamente desestabilizada, Lara Jean encontra conforto na promessa de Peter de que vai descobrir quem fez isso e tirar o vídeo do ar. Contudo, a garota não consegue tirar da cabeça de que a culpada é Genevieve, a ex-namorada dele.

Eu achei muito interessante que Jenny Han tenha trazido uma ideia que se aproxima do revenge porn nesse livro (ainda que não tenha acontecido nada sexual na ocasião). De forma sutil, a autora problematiza e discute a maneira como homens e mulheres são impactados de formas diferentes por essas situações: enquanto a reputação e o dia a dia de Peter mantiveram-se intactos, Lara Jean viu-se sendo julgada por colegas e até mesmo professores. Esse tipo de debate é extremamente importante, ainda mais quando levamos em consideração que é um livro voltado ao público mais jovem. Só por esse aspecto eu já considero que P.S.: Ainda Amo Você tem um grande mérito.

ps ainda amo voce jenny han.png

Além disso, a trama tem alguns “mistérios” que ao mesmo tempo me instigaram e me revoltaram. Peter, que foi um sonho no primeiro livro, se comporta de um modo totalmente babaca nesse volume. Sem revelar o motivo à namorada, ele passa o livro inteiro apoiando e estando presente na vida de Genevieve, dando como desculpa o fato de ela “precisar dele”. Lara Jean, apesar de tentar ser paciente e compreensiva, obviamente se magoa nesse processo. E é aí que um quarto elemento entra em jogo: Jonh Ambrose McClaren, amigo de infância e um de seus antigos amores,. Ele entra em contato com Lara Jean após receber uma de suas cartas de amor enviadas por engano e os dois retomam a amizade. Entretanto, outros sentimentos acabam florescendo, e eu vou ser sincera com vocês: nesse volume, fui #TeamJohn. Eita garoto perfeito, viu? O Peter pisou TANTO na bola com a Lara Jean que, assim como a protagonista, acabei abrindo meu coração pra esse novo personagem se instalar. Sorry not sorry. ¯\_(ツ)_/¯

Apesar de eu não ser fã de triângulos amorosos, a maneira como Jenny Han construiu essa dinâmica foi muito natural e realista. Não houve drama desnecessário ou situações que fugissem da essência dos personagens, o que é extremamente positivo. Apesar da irritação que eu senti em relação à Peter, o livro prendeu tanto minha atenção que o li em um dia, louca pra saber quem Lara Jean escolheria e, também, quem foi responsável por vazar o vídeo do ofurô.

Os temas atuais e pertinentes, o carisma dos personagens e a maneira singela e real como a autora conduziu a história nesse volume fez de P. S.: Ainda Amo Você meu livro favorito da trilogia. É nítido como os personagens evoluíram e amadureceram, mas também é perceptível que a adolescência é um período cheio de desafios que eles ainda precisam vencer. Leitura mais do que recomendada, especialmente para os fãs da Lara Jean. ❤

Título Original: P.S. I Still Love You
Série: Para Todos Os Garotos Que Já Amei
Autor: Jenny Han
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 304
Gostou do livro? Então adquira seu exemplar aqui e ajude o Infinitas Vidas! ❤

Anúncios

Resenha: Para Todos Os Garotos Que Já Amei – Jenny Han

Oi pessoal, tudo bem?

Hoje a dica é um romance muito fofinho que em breve estará também nas telonas: Para Todos Os Garotos Que Já Amei, da Jenny Han! ❤

capa para todos os garotos que ja amei.pngGaranta o seu!

Sinopse: Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

Lara Jean é uma garota doce e sonhadora. Romântica ao extremo, ela tem o hábito de escrever cartas para todos os garotos por quem já se apaixonou e guardá-las em uma caixa de chapéu. A protagonista vive com o pai e suas duas irmãs, Margot e Kitty (também conhecidas como “as irmãs Song”). Ela e Margot são melhores amigas, e Lara Jean se inspira na irmã mais velha para tudo. Porém, a protagonista tem um segredo doloroso: há anos ela é apaixonada por Josh, namorado de Margot e seu amigo de infância. Esse sentimento, há tanto tempo soterrado, vem à tona quando Margot e Josh terminam, devido à decisão da irmã Song mais velha de estudar fora do país. As coisas se complicam para Lara Jean quando acidentalmente seu segredo é exposto, e ela precisa consertar sua relação com Josh. Para isso, a solução mais rápida na qual consegue pensar é fingir ser namorada de Peter Kavinski – alvo de uma das suas cartas e o garoto mais popular da escola.

Para Todos Os Garotos Que Já Amei pode soar como mais uma comédia romântica na qual a menina nerd finge um relacionamento com o cara popular e, contra todas as chances, os dois acabam se apaixonando. Bom, de fato o livro é sobre isso. Mas o que conquista na obra de Jenny Han é a maneira como os personagens se relacionam e crescem juntos.

para todos os garotos que já amei jenny han.png

Lara Jean é uma personagem que não me conquistou muito nesse primeiro volume da trilogia. Sua constante mania de se autodepreciar e de se comparar com Margot foram muito irritantes pra mim. Mas ela é uma garota tão gentil e com um coração tão grande que eu entendi o motivo pelo qual as pessoas gostam dela. Josh é um cara legal, mas sem muito brilho. Na verdade, o encanto dele está muito mais nas recordações de Lara Jean a seu respeito do que em sua participação na trama. Quem realmente rouba a cena é o charmosíssimo Peter Kavinski. Ele topa fingir ser namorado de Lara Jean para dar o troco na ex, Genevieve, que o dispensou para ficar com outra pessoa.

Apesar de boa parte do relacionamento de Lara Jean e Peter ser fictício, a dinâmica entre eles é incrível. O mais bacana é que, aos poucos, cada um aprende a ceder um pouquinho, a se comprometer, a fazer parte da vida e do dia a dia um do outro. E não é disso que os relacionamentos são feitos? Com o passar do tempo, Lara Jean vai se tornando mais segura de si graças ao envolvimento com Peter, enquanto ele passa a apreciar cada vez mais a companhia e a personalidade caseira dela, tão diferente da dele. Esse crescimento dos dois é maravilhoso!

Jenny Han soube construir uma relação juvenil que nos deixa suspirando e lembrando de como era ser adolescente. Apesar de eu não ter me apaixonado por Lara Jean nesse volume, eu devorei o livro. Ele é gostoso de ler e traz uma sensação nostálgica e agradável enquanto aquece nossos corações. ❤ Para os fãs de romances bem fofos, é a obra ideal.

Título Original: To All the Boys I’ve Loved Before
Série: Para Todos Os Garotos Que Já Amei
Autor: Jenny Han
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 320
Gostou do livro? Então garanta seu exemplar aqui e ajude o Infinitas Vidas! ❤

Infinitas Vidas Informa #20

Olar, meu povo! Tudo certo?

Chegamos a mais um fim de mês, junto com um final de semestre pelo qual eu aguardei ansiosamente. 😛
E como hoje é o último domingo de julho, é também dia de Infinitas Vidas Informa! Vamos conferir as novidades? 😉

Harry Potter ganhará novas edições em capa dura

novas capas harry potter.png

No dia 19 de agosto, chegam às livrarias as novas edições de Harry Potter (lançadas pela Rocco), com capa dura e ilustrações inéditas. Confira!

Trailer da segunda temporada de Stranger Things divulgado

trailer stranger things.png

Stranger Things volta dia 27 de outubro, e a Netflix divulgou o primeiro trailer da segunda temporada da série. Assista!

Trailer de Liga da Justiça divulgado

trailer liga da justiça

Com muitas cenas de ação e mais tempo de tela para cada herói, o trailer da Liga da Justiça foi divulgado. Confira!

Para Todos Os Garotos Que Já Amei vai virar filme

filme para todos os garotos que ja amei.png

A obra de Jenny Han vai virar filme, e a protagonista já foi anunciada: Lana Condor, que interpretou Jubileu em X-Men: Apocalipse. Saiba mais!

O mês foi mais paradinho até a chegada da San Diego Comic-Con, na qual sempre rolam vários trailers incríveis. E eu admito: já estou super na hype pra Stranger Things e Liga da Justiça!

Beijos e até semana que vem! ❤