Resultado do sorteio de 2 anos do Infinitas Vidas!

Oi pessoal, como estão?

Hoje o post é super especial: trago pra vocês o resultado do sorteio de 2 anos do blog! 😀
Vocês podem conferir o print da planilha aqui e os prints dos números gerados pelo Random.org aqui. Para o segundo resultado eu tive que repetir, pois a primeira pessoa não cumpriu todos os pré-requisitos.
Sem mais delongas, bora conhecer os sortudos que vão levar Senhora de Dois Mundos e O Pequeno Príncipe – Versão Luxo pra casa! 😉

resultado do sorteio de 2 anos do infinitas vidas

Parabéns, pessoal! Vou entrar em contato com vocês pelo Facebook e por e-mail para realizar a entrega dos prêmios. 😉
E a todos que participaram, divulgaram e apoiaram esse sorteio meu muuuito obrigada! A participação de vocês foi fundamental para tudo isso acontecer! ❤

Beijos e até semana que vem!

Infinitas Vidas Informa #9

Oi pessoal, tudo bem?

Mais um mês que chega ao fim e mais um Infinitas Vidas Informa no ar! 😀
Aconteceram muitas coisas em janeiro, umas boas e outras bem tristes, então separei o que encontrei de mais relevante pra vocês.

Elenco de Friends vai se reunir em especial de 2 horas

elenco de friends vai se reunir para um especial

Para celebrar o milésimo episódio dirigido de James Burrows – sendo 15 deles de “Friends” – o elenco da série vai se reunir em um especial de 2 horas produzido pela emissora americana NBC. Infelizmente, Matthew Perry (Chandler) não estará presente devido a compromissos com a peça de teatro na qual está participando, mas haverá um vídeo do ator durante o especial. Eu não poderia estar mais ansiosa! ❤ Fonte: Catraca Livre.

Segunda temporada de Demolidor já tem data de estreia

demolidor volta em março no netflix

Foi divulgado um teaser para anunciar a segunda temporada de Demolidor. Com cenas em uma igreja e falas marcantes da primeira temporada, o vídeo termina com a tão esperada data: 18 de março! Assista!

Alan Rickman, nosso eterno professor Snape, morre aos 69 anos

morre aos 69 anos o ator alan rickman severo snape

Alan Rickman, que eternizou Severo Snape na série Harry Potter, faleceu aos 69 anos, após lutar contra um câncer. Além de Snape, Alan Rickman também era conhecido por seus papéis em Duro de Matar, Robin Hood: O Príncipe dos Ladrões e Sweeney Todd, entre muitos outros. Diversas homenagens foram feitas ao ator e a internet realmente parou com essa triste notícia. Todos nós levantamos nossas varinhas em sua homenagem. 😦 Fonte: G1.

Divulgado o novo trailer de Esquadrão Suicida

novo trailer de esquadrao suicida divulgado

Trazendo um tom muito bem-humorado, o novo trailer de Esquadrão Suicida teve até Bohemian Rhapsody na trilha sonora. Confiram!

Sorteio de 2 anos do Infinitas Vidas

sorteio de 2 anos do blog infinitas vidas

O blog completou 2 anos em janeiro e eu estou sorteando dois livros para comemorar! 😀 São eles: Senhora de Dois Mundos, da Viviane L. Ribeiro, e O Pequeno Príncipe – Versão Luxo, de Antoine de Saint-Exupéry. Já participou? 😉 Então corre que ainda dá tempo!

Bom, pessoal, essas foram as novidades de janeiro!
Fiquei realmente muito triste com a morte do Alan Rickman. 😥 Que potterhead não ficou, né?
Espero que as outras notícias animem vocês um pouquinho hahaha! ;~

Beijos e até semana que vem! ❤

2 anos de Infinitas Vidas + sorteio!

Oi gente, tudo bem?

O post de hoje é muuuito especial. ❤
No último dia 11, o Infinitas Vidas soprou as velinhas! Já são 2 anos de resenhas literárias, de dicas de série, de reviews de filmes, de tatuagens, de cosplays, de notícias, de TAGs… de muita coisa! E, quando eu olho pra trás e percebo tudo isso, é impossível não sentir um misto de surpresa (“OMG, como passou rápido!”), de felicidade e de muito orgulho. 😀

feliz aniversário infinitas vidas

Eu comecei o Infinitas Vidas com dois objetivos principais em mente: me reconectar com a leitura e dividir minha fangirlzice com quem gosta dos mesmos assuntos que eu. Mas eu fui muito além e ganhei muito mais do que isso nesses 2 anos!  Graças ao blog eu não apenas atingi o que havia me proposto, mas também tive experiências que eu jamais imaginei que teria quando comecei esse espaço que eu tanto amo. 😀 O Infinitas Vidas me possibilitou parcerias com duas autoras incríveis, acrescentou na minha vida profissional e me fez conhecer pessoas muito bacanas aqui na blogosfera. E eu sou muito grata a essa jornada e aos frutos que ela me trouxe!

Vocês devem saber que não é fácil blogar. Pra quem estuda, trabalha, tem vida social, tem compromissos fora da internet, passa pouquíssimo tempo em casa, tem que se virar em mil pra dar conta de tudo, um blog pode soar como “mais um fardo”. É, não é fácil, exige comprometimento e exige entrega. E é justamente por isso que é tão bom! ❤ É indescritível ver o resultado do teu trabalho, dos teus pensamentos, das tuas experiências, da tua dedicação, rendendo uma troca tão bacana como a que o blog me permite. E eu agradeço a todos vocês, que fazem essa troca comigo. 🙂 Que deixam suas opiniões, que dão sugestões, que concordam ou discordam comigo, que me indicam pra TAGs, que curtem a página… A todos vocês que me fazem sentir viva investindo nesse cantinho que é uma extensão de mim! 😀 Obrigada, de coração!

E uma forma de agradecer por todo o carinho que eu recebi ao longo desses 2 anos de blog é com… sorteio! \o/
Junto da Viviane L. Ribeiro, autora parceira do blog, e do meu namorado, Christian, que embarcou nessa empreitada comigo, vou sortear dois livros: o e-book Senhora de Dois Mundos, a nova obra da Viviane, e O Pequeno Príncipe – Versão Luxo, a edição que resenhei aqui no blog! Serão dois ganhadores: o primeiro sorteado leva Senhora de Dois Mundos e o segundo leva O Pequeno Príncipe! 😉

sorteio blog infinitas vidas

Pois bem, vamos às informações sobre o sorteio, que vai funcionar como no ano passado. Devido a algumas limitações do WordPress gratuito, o sorteio vai acontecer da seguinte forma: vocês devem preencher o formulário disponibilizado neste post e cumprir os pré-requisitos solicitados. Posteriormente, usarei o site Random.Org para sortear um número aleatório, que indicará o leitor vencedor na planilha gerada pelo formulário. Vou conferir se o sorteado cumpriu os passos e entrarei em contato via e-mail para a entrega do prêmio! 😀

Vamos às regras? Para participar, você deve:

  • Curtir a página do Infinitas Vidas no Facebook.
  • Curtir e compartilhar o post da promoção em modo público no seu perfil.
  • Adicionar Senhora de Dois Mundos no Skoob.
  • Preencher o formulário no fim do post.
  • Ter endereço de entrega no Brasil, com alguém que possa receber o livro (eu arco com o custo do frete, mas caso haja algum problema na entrega por falta de alguém para receber o presente, eu envio novamente desde que o segundo frete seja pago pelo sorteado).

Importante! Depois que o sorteio for realizado, vou conferir se os vencedores cumpriram os pré-requisitos. Caso um sorteado não tiver cumprido algum deles, eu refaço o sorteio (só pra quem não cumpriu, claro hahaha!)

Barbada, né? 😉
Então corre pra participar, o sorteio será realizado dia 14 de fevereiro!

Beijos e até semana que vem! ❤

Meus favoritos de 2015

Oi gente, tudo bem? Como foram de Réveillon? 😀

Seguindo o clima de virada de ano, no post de hoje eu resolvi fazer uma retrospectiva de tudo que me marcou em 2015, de livros até música! Teve muita coisa boa no meu ano, e espero que gostem da seleção dos meus favoritos. \o/

Melhor leitura

a queda garth nix

A Queda (Garth Nix): Na verdade, A Queda trata-se de uma releitura. Como expliquei na resenha do livro, eu li essa série há anos, quando era criança, e sempre tive comigo as memórias do quanto eu gostava da história. A releitura foi incrível e eu fiquei com mais vontade ainda de reler todos os volumes. 😀

Melhor filme

poster star wars o despertar da força

Star Wars: O Despertar da Força: O que dizer desse Episódio VII? O filme foi o mais aguardado do ano, bateu recordes como a maior bilheteria e é a continuação de uma das sagas mais icônicas do cinema. Todos esses títulos são justos, porque o filme é sensacional. ❤ Tem review aqui no blog, confiram (sem spoilers). 😉

Melhores animações

poster divertida mente e o pequeno príncipe

Divertida Mente e O Pequeno Príncipe: Libriana indecisa como sou, foi muito difícil escolher de qual animação eu gostei mais. Considerando tramas novas, eu opto por Divertida Mente, mas O Pequeno Príncipe me levou às lágrimas desde o trailer, e trouxe um filme com uma arte incrível, de encher os olhos. Contudo, devo dizer que os personagens e o enredo inovador de Divertida Mente foram os que mais me cativaram em 2015 (juro que não tentei fazer uma piadinha infame). ❤

Melhores séries

poster breaking bad e demolidor

Breaking Bad e Demolidor: Outro caso no qual fiquei absolutamente dividida. Breaking Bad definitivamente mexeu muito mais com as minhas emoções. Conforme expliquei na resenha, foi uma série à qual dei uma segunda chance, que me levou do “ódio” ao amor de forma muito intensa e que me surpreendeu (positivamente) demais. Já Demolidor foi uma série que me agradou desde o primeiro episódio em todos os aspectos (não à toa assisti 7 episódios em um dia). Por isso, as duas foram as melhores séries que assisti esse ano. 😀

Melhores shows

nightwish e tarja turunen

Nightwish e Tarja Turunen: Como comentei nesse post, o ano de 2015 foi recheado de shows incríveis. Dois deles foram da minha banda e cantora favoritos: Nightwish e Tarja Turunen. Em termos de show propriamente dito (playlist, animação do público, vibe) eu diria que Nightwish foi o mais marcante. Porém, o sentimento que a Tarja carrega ao cantar, a atenção que ela dá ao público (gente, ela desceu do palco, sabe!) e, é claro, o quanto eu gosto da sua carreira solo, fizeram com que o show dela fosse muito marcante pra mim. ❤

Melhor descoberta musical

james bay

James Bay: Gente, faz tempo que estou querendo falar desse menino pra vocês (e ainda pretendo). ❤ Conheci James Bay no rádio, ouvindo Hold Back The River. Adorei a música, achei super diferente, e fui procurar mais canções dele no Youtube. Sabem o que é gostar de TODAS? Tipo, sem exceção? Isso raramente acontece comigo! A cada música que eu ia colocando eu ia curtindo mais e mais. E desde então esse rapaz britânico se tornou um dos meus cantores favoritos. ❤

Bom, pessoal, essa foi a minha seleção de tudo que eu mais gostei em 2015. 😀
Me contem nos comentários o que foi mais marcante pra vocês ao longo do ano que passou, vou adorar conhecer as escolhas de vocês!

Beijos e até semana que vem! 😉

Resenha: O Pequeno Príncipe – Antoine de Saint-Exupéry

Oi, pessoal! Tudo bem?

A resenha de hoje trata-se de mais uma releitura super especial: O Pequeno Príncipe! O timing foi ótimo, porque fiz aniversário sexta-feira, e eu geralmente fico reflexiva quando essa data se aproxima. 😛 E, se tem uma história que nos faça refletir, é O Pequeno Príncipe. Se o filme já foi capaz de me emocionar como poucos, uma segunda leitura do livro fez isso com maestria. ❤

o pequeno príncipe antoine de saint-exupery capaGaranta o seu!

Sinopse: Um piloto cai com seu avião no deserto e ali encontra uma criança loura e frágil. Ela diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E ali, na convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e encontram o sentido da vida.

O Pequeno Príncipe dispensa apresentações, né? Quase todo mundo já conhece a história do aviador que só sabe desenhar cobras vistas por dentro e cobras vistas por fora, que caiu no deserto e acabou conhecendo uma criança de cabelos dourados e riso encantador, criança esta que mora num planetinha minúsculo (o asteroide B612) onde crescem baobás e onde vive a rosa mais especial do mundo. Eu não li esse livro pela primeira vez na infância, mas sim há poucos anos. Ainda assim, tive um gostinho completamente diferente lendo pela segunda vez.

Antoine de Saint-Exupéry “disfarça” de livro infantil uma história que faz qualquer adulto chorar. Com metáforas para diversas situações que todo mundo já passou ao longo da vida – se apaixonar, cativar alguém, fazer amizades, ter que se despedir, sentir saudades de casa, entre outros sentimentos -, é muito difícil não se sentir tocado pela história. As representações de tipos humanos também mexem com o leitor, porque apesar da linguagem delicada, são extremamente reais. Durante suas viagens, o Pequeno Príncipe conhece um rei que não governa ninguém – mas que ensina que não podemos cobrar dos outros aquilo que eles não podem dar; um vaidoso que só se importa com aplausos e atenção, mas que não tem o afeto de ninguém; um bêbado que se envergonha de beber e, por isso, bebe mais; um homem de negócios tão preocupado em contabilizar estrelas e ganhar mais dinheiro com elas que não dá importância para o que realmente importa, entre outros. Dessas viagens, o diálogo que mais gosto é o que ele tem com o rei. É um capítulo que nos leva a refletir sobre o quê estamos cobrando das pessoas e se elas têm condições de nos dar o que estamos pedindo, além de mostrar que autoridade tem a ver com coerência e sabedoria.

Depois de visitar diversos pequenos planetas, o Pequeno Príncipe chega à Terra. Aqui ele faz sua primeira amiga, a raposa. E ela ensina a importância de cativar e que o essencial, o que realmente importa, é invisível aos olhos. Afinal, “só se vê bem com o coração”. 🙂 Durante a construção da amizade com a raposa, o Pequeno Príncipe entende porque a rosa que deixou em seu planeta é tão especial: ela é única e foi ela quem conquistou o seu amor. Por mais que existam outras rosas pelo mundo, foi da sua rosa que ele cuidou e dedicou tempo e atenção. E isso porque ela o cativou. E, uma vez que você é cativado por alguém, é muito difícil dizer adeus. Por isso foi tão sofrido para o Pequeno Príncipe se despedir de sua rosa e de sua nova amiga, a raposa. Mas todas essas despedidas foram necessárias para que ele compreendesse seu sentimento e amadurecesse, para então decidir retornar à sua casa e reencontrar sua rosa.

O final do livro é bastante triste e até pesado. Com a ajuda de uma serpente, o Pequeno Príncipe consegue voltar para casa. É um final aberto a interpretações e ao otimismo de cada um. Particularmente, eu enxergo que o espírito do Pequeno Príncipe precisava voltar pra casa, por isso não poderia levar consigo uma casca tão pesada quanto o corpo. As alegorias da morte são infinitas, cabe a cada um decidir como vai encarar essa questão.

Sobre a edição: li a versão da editora Geração, que tem uma nova tradução e revisão. Os diálogos não utilizam a pessoa “tu” e sua conjugação verbal, mas sim “você”. Apesar de tornar a linguagem mais fácil, eu estranhei um pouco (sempre lembro da frase “se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde às três eu começarei a ser feliz”). Existe a versão de luxo em capa dura e a versão pocket, que foi a que eu li. A capa é linda, cheia de detalhes em dourado e, além das ilustrações do autor, cada folha é decorada. As páginas que iniciam os capítulos são coloridas e incríveis. ❤ No final, temos também uma biografia do autor, que também foi piloto de avião e sobreviveu a duas quedas, sendo uma delas no deserto.

Bom, por se tratar de uma obra extremamente conhecida – acho que todos vocês já devem ter lido ou pelo menos visto algumas quotes famosas – eu preferi me deter nas coisas que mais me marcaram nessa segunda leitura do livro. Resumidamente, O Pequeno Príncipe fala sobre responsabilidade, sobre comprometimento, sobre amor, sobre amizade e sobre muitas coisas que nós esquecemos que são importantes. É um ótimo livro infantil, mas é ainda melhor quando lido na fase adulta, porque, com suas palavras gentis, ele nos dá um tapa na cara e nos faz acordar para o que é importante. O Pequeno Príncipe é singelo e inesquecível, e é sempre uma leitura obrigatória, não importa quantas vezes você já tenha lido. ❤

Título Original: Le Petit Prince
Autor: Antoine de Saint-Exupéry
Editora: Geração
Número de páginas: 128
Gostou do livro? Então adquira o seu exemplar aqui e ajude o Infinitas Vidas! ❤

Review: O Pequeno Príncipe

Oi gente, como estão?

Começo o post avisando que a resenha de hoje é totalmente parcial, considerando que saí do cinema há poucas horas e continuo emocionada. O review de hoje é sobre um filme que não poderia ter sido mais bonito: O Pequeno Príncipe.

poster

Sinopse: Uma garota acaba de se mudar com a mãe, uma controladora obsessiva que deseja definir antecipadamente todos os passos da filha para que ela seja aprovada em uma escola conceituada. Entretanto, um acidente provocado por seu vizinho faz com que a hélice de um avião abra um enorme buraco em sua casa. Curiosa em saber como o objeto parou ali, ela decide investigar. Logo conhece e se torna amiga de seu novo vizinho, um senhor que lhe conta a história de um pequeno príncipe que vive em um asteróide com sua rosa e, um dia, encontrou um aviador perdido no deserto em plena Terra.

Difícil encontrar alguém que não conheça o clássico de Antoine Saint-Exupéry. Contudo, o filme dirigido por Mark Osborne não é uma simples adaptação do livro. Ele é baseado no livro, tendo uma história e personalidade próprias, mas cuja influência da obra original é visível em cada detalhe. Eu chorei com o trailer e chorei durante o filme inteiro, e espero conseguir explicar pra vocês o porquê.

3

Uma jovem garotinha se muda com a mãe para um bairro planejado, bem perto da escola onde ela planeja estudar. Os critérios de seleção são muito rígidos e, para conseguir ser aprovada, a mãe da menina faz um planejamento extremamente detalhado para guiar os estudos da garota. Com um pai ausente e uma mãe controladora que precisa trabalhar muito, a menina passa os dias estudando e sob a pressão de se tornar uma adulta perfeita. Ela é uma cópia mirim de sua mãe: metódica, séria, cética e acredita que o controle excessivo que sua mãe exerce sobre sua rotina é a chave para um futuro de sucesso. Até que ela conhece o vizinho: um aviador velhinho e muito simpático. O velhinho envia um avião de papel à garota contando uma história que há tempos ele anseia por contar: a história de um menino que vivia num lugar muito distante chamado asteróide B612. E quando a menina decide escutar a história, ela passa a viver uma coisa até então inimaginável: uma verdadeira amizade.

2

O filme é lindo, gente. Sério, ele não poderia ser mais bonito. Eu sinto vontade de chorar enquanto lembro de algumas passagens, mas isso só prova o quanto o longa mexeu comigo. Sendo um filme francês, já notei algumas diferenças no desenvolvimento da história e na trilha sonora. O desenrolar dos acontecimentos é singelo e natural, e mesmo os momentos de alívio cômico passaram muito longe de serem bobos. As músicas são lindas e emocionantes, dão leveza e emoção às cenas. Há muito tempo uma trilha sonora não mexia tanto comigo, sendo capaz praticamente sozinha de me levar às lágrimas. Notei também na trilha o estilo francês, mesmo que eu não seja uma grande conhecedora desses quesitos, e gostei muito. E o que dizer sobre a animação? Os momentos em que o aviador está contando a história do Pequeno Príncipe são de encher os olhos. A animação é maravilhosa e os elementos parecem feitos de tecido, de tão delicados. É tudo muito simples, lindo e poético, e eu mal consigo explicar o quanto a arte do filme é incrível.

5

Como eu já mencionei, a história não é uma adaptação do livro, então existem momentos de surpresa no enredo. Alguns elementos são retirados e outros são ainda mais explorados, fazendo com que mesmo quem saiba a história de cor possa ser surpreendido. Apesar das passagens que foram incluídas sobre a aventura da menina não serem as minhas favoritas (não vou falar muito além disso pra evitar spoilers), foi legal ser pega de surpresa por algo que eu não conhecia a respeito do enredo.

4

Em suma, O Pequeno Príncipe é um filme delicado e que traz toda a essência singela e poética da obra original. Assim como o livro, ou até mais, não considero que seja uma obra feita para crianças (algumas choraram desesperadamente na minha sessão hahaha). Ele é um filme complexo e com várias nuances, que fazem a gente questionar sobre o amor, sobre crescer, sobre a vida e sobre quem queremos ser. Eu não poderia esperar um filme mais bonito para uma das histórias mais bonitas. Assistam. Não há mais nada que eu possa dizer além disso. Sério. ❤

Título original: The Little Prince
Ano de lançamento: 2015
Direção: Mark Osborne
Elenco original: Mackenzie Foy, Jeff Bridges, Rachel McAdams, James Franco, Marion Cotillard, Paul Rudd