Lista #11: 10 livros cujos finais não superei

Oi pessoal, tudo bem?

Vi um post no Imersão Literária com o qual me identifiquei muito e resolvi trazer pra cá também: uma lista com 10 livros cujos finais não superei. Vamos descobrir quais são e os porquês? Observação: por motivos óbvios, esse post tem spoilers

Como Eu Era Antes de Você – Jojo Moyes

Resenha | Compre aqui

Como deixar um romance que me fez chorar litros de fora, né? Impossível. A construção do amor da Lou e do Will é linda, e a forma como um muda a vida do outro é inspiradora – especialmente no caso de Lou, que desabrocha e deixa antigos traumas pra trás. Ainda assim, por mais compreensível que seja a tomada de decisão de Will, meu lado egoísta queria que ele ficasse. 🥺💔 Eu tanto não superei esse final que me recusei a ler os outros dois da trilogia rs. Pra mim, esse livro não precisava de continuação, tendo um início, meio e fim perfeitos e coerentes.

A Esperança – Suzanne Collins

Resenha | Compre aqui

Aqui temos um sentimento agridoce, porque ainda que meu casal favorito tenha ficado junto, todo o resto do livro foi um caos pra mim – o final incluso. A autora passou ⅔ do livro enrolando horrores até a batalha efetivamente começar, e aí no terço final foi um Deus nos acuda com mortes que não tiveram o destaque merecido (sdds Finnick), um final corrido para os vilões e um desenvolvimento precário da relação de Peeta e Katniss após tudo que aconteceu. Eu amo a trilogia, mas A Esperança foi bem decepcionante. 😦

A Revolução dos Bichos – George Orwell

Resenha | Compre aqui

Que esse é um dos meus livros favoritos da vida eu já contei aqui algumas vezes, mas o final dele também é uma obra-prima com gosto amargo na boca. Ver a decadência da Fazenda dos Animais conforme os porcos tomam o controle de tudo, os sacrifícios de antigos amigos (como o leal Sansão) e, principalmente, os acordos que eles fazem com os humanos para benefício próprio é revoltante. Esse livro é um clássico atemporal que recomendo pra todo mundo.

Eu Estou Pensando Em Acabar Com Tudo – Iain Reed

Resenha | Compre aqui

Eis aqui uma leitura que não foi fácil, porque é um tanto confusa e não conseguiu me prender – mas o final, meus amigos… Ele te pega completamente desprevenida e causa uma sensação de “como eu não vi isso antes?”. Quando isso acontece, sempre dou uma estrela a mais ao livro, porque sou uma leitora que valoriza muito bons finais. 

Sono – Haruki Murakami

Resenha | Compre aqui

Esse conto é bem rápido de ler e acompanha uma mulher que, subitamente, não consegue mais dormir. Ao longo das páginas acompanhamos essa nova vida que se abre pra ela, mas ao final da história somos surpreendidos por elementos fantásticos que podem ter uma interpretação bem macabra. 👀

Mentirosos – E. Lockhart

Resenha | Compre aqui

Mais um caso de um livro que não me fisgou no decorrer das páginas, mas cujo final mexeu muito comigo a ponto de se tornar um título marcante. Ainda que eu siga achando o desenvolvimento da história enfadonho, o final joga na sua cara a explicação pra todas as pistas que estavam sendo dadas desde o início. Me emocionei, chorei bastante (rs) e reli várias passagens pra absorver o que tinha acontecido com os personagens.

O Segredo Do Meu Marido – Liane Moriarty

Resenha | Compre aqui

Eu gostei bastante desse livro, porque a autora consegue trabalhar muito bem os dramas de três mulheres cujas histórias de vida têm alguma relação. O segredo do tal marido está relacionado à morte da filha de uma dessas mulheres, e ele passa a vida carregando o peso do remorso – até que sua esposa descobre. Porém, nas últimas páginas, Liane Moriarty revela que a jovem tinha um problema de saúde congênito que provavelmente foi o responsável por sua morte, e que ninguém descobriu na autópsia. Isso causa uma sensação de impotência muito grande no leitor, que sabe que famílias foram destruídas e nunca saberão a verdade.

Por Lugares Incríveis – Jennifer Niven

Resenha | Compre aqui

Outro livro que me fez morrer de chorar. Fiquei de olho inchado, gente! 😂 A história de Violet e Finn me envolveu completamente e, de modo parecido com o que ocorre na obra de Jojo Moyes, os personagens também exercem uma influência muito positiva na recuperação emocional um do outro. Finn, contudo, é um jovem negligenciado por aqueles que deveriam cuidar dele, e ninguém percebe as crises causadas pela bipolaridade – que o levam a um destino trágico. Nunca vou superar. 😥

Por Trás de Seus Olhos – Sarah Pinborough

Resenha | Compre aqui

Mais um exemplo de final não superado por revolta rs. Eu achei esse livro mega envolvente, mas o final foi completamente estapafúrdio. E se eu dou uma estrela a mais a livros com bons finais, eu tiro quando o oposto acontece, e foi o caso aqui. A obra, que tinha tudo pra ser um bom thriller com uma personagem psicopata, se revela uma trama com aspectos sobrenaturais tirados DO NADA e que a autora tenta forçar goela abaixo no leitor. Nesse sentido, a adaptação da Netflix fez um trabalho melhor ao ir mostrando, ao longo dos episódios, que existiam elementos místicos na trama, tornando um pouco mais fácil de engolir todo o plot de projeção astral.

Verity – Colleen Hoover

Resenha | Compre aqui

Esse thriller maravilhoso fez a minha cabeça e entrou pra minha lista de favoritos. O desenvolvimento da trama é super angustiante, e sentimos que a protagonista (Lowen) está em perigo por estar na mesma casa que Verity, a autora em coma que ela substitui como ghost writer. Porém, aquele final… que decepção. Descobrir uma carta de Verity desmentindo todas as coisas horríveis contadas ao longo da sua autobiografia foi anticlimático e, como eu disse na resenha, pareceu uma tentativa da autora de chocar e ser ~genial. Comigo, não funcionou.

Curtiram as escolhas, pessoal? Qual desses livros vocês já leram? 😀
Me contem nos comentários, vou adorar saber!

Livros para ler no Carnaval

Oi gente, tudo bem?

Pensando em quem também é do Bloquinho da Netflix e dos Livros e prefere curtir o Carnaval longe da folia, preparei uma lista de leituras fluidas e envolventes para ler no feriadão. Espero que gostem! 😀

E Não Sobrou Nenhum

e nao sobrou nenhum agatha christie

400 páginas | Resenha |  Compre aqui

Esse é um dos meus livros favoritos e eu li mais da metade dele em uma única tarde. Foi meu primeiro contato com Agatha Christie e já pude perceber porquê ela é chamada de Rainha do Crime. Minha dica é: não se assustem com o número de páginas, tenho certeza que a leitura será fluida. Afinal, será impossível segurar a curiosidade até descobrir quem é o assassino da Ilha do Soldado.

Mentirosos

mentirosos e lockhart

272 páginas | Resenha | Compre aqui

Um livro que me surpreendeu pelo final, Mentirosos também é uma boa opção para o feriadão. Com menos de 300 páginas, a obra consegue manter o leitor confuso até o último (e surpreendente) capítulo.

O Sorriso da Hiena

capa o sorriso da hiena gustavo avila

304 páginas | Resenha | Compre aqui

Aqui, acompanhamos o dilema moral de um psicólogo que é instigado por um serial killer a estudar a origem da maldade humana. Como não ficar curiosa(o) com uma trama assim? Além disso, a narrativa é ágil e o livro não é muito longo, o que super favorece uma maratona de Carnaval.

Outros Jeitos de Usar a Boca

outros jeitos de usar a boca rupi kaur

208 páginas | Resenha | Compre aqui

Apesar de eu não ser a maior fã de poesia, essa obra me tocou. Com poemas que retratam as diferentes experiências (e dores) do ser mulher, Rupi Kaur não nos poupa com suas palavras – em alguns momentos doces, em outros contundentes.

A Sutil Arte de Ligar o F*da-se

a sutil arte de ligar o foda-se

224 páginas | ResenhaCompre aqui

Mais um exemplar de obras que não costumo ler, mas que acabei gostando. O livro é curto, chama a atenção já pelo título e traz um cinismo interessante sobre a vida e sobre a importância que damos a certas coisas. Aprendi algumas lições bem valiosas com ele!

Clube da Luta Feminista

clube da luta feminista

336 páginas | Resenha | Compre aqui

Uma das minhas leituras favoritas do ano passado, eu recomendo esse livro pra todo mundo! Jessica Bennett explora as diversas facetas do machismo no ambiente corporativo e nos mune com táticas para combatê-lo. É um livro importante, mas fácil de devorar graças à sua narrativa divertida.

A Revolução dos Bichos

a revolução dos bichos george orwell

152 páginas | Resenha | Compre aqui

Um dos meus livros favoritos da vida, essa fábula é uma obra fácil de ler, mas isso não diminui em nada sua mensagem poderosa. George Orwell utiliza diversas alegorias para falar sobre a hipocrisia humana e sobre o que acontece quando certos tipos sobem ao poder.

Para Todos os Garotos Que Já Amei

capa para todos os garotos que ja amei

320 páginas | Resenha |  Compre aqui

Não podia faltar um romance bem água com açúcar nessa lista, né? A história inusitada de Lara Jean e Peter Kavinsky cai muito bem um feriadão, já que é difícil largar o livro até a história terminar. E, se você quiser conferir a adaptação, ela está disponível na Netflix. 😉

@mor

@mor

188 páginas | ResenhaCompre aqui

Eu li esse livro há uns anos, mas ainda o adoro! Nele, duas pessoas começam a trocar e-mails após um erro de digitação da protagonista, que desejava entrar em contato com uma revista. Acompanhar os diálogos dessa amizade virtual é muito divertido – especialmente quando os sentimentos começam a mudar.

Confissões de Uma Garota Desastrada

confissoes de uma garota desastrada emma chastain

320 páginas | Resenha | Compre aqui

Uma opção de livro bem leve sobre a adolescência, que traz diversas situações pelas quais a maioria de nós já passou: a ansiedade sobre o primeiro beijo, o primeiro crush, o afastamento natural de algumas amizades… É um livro despretensioso, ótimo para passar o tempo com leveza.

Gostaram das dicas? Já leram alguma das obras sugeridas?
Me contem nos comentários!

E bom Carnaval. 🎉