Adeus, 2016

E chegamos ao último dia de 2016.
2016, esse ano amargo e ingrato, que trouxe tantos infortúnios e sapos bem difíceis de engolir. Que trouxe uma crise política e econômica gigantesca, além de insegurança, ódio, falta de empatia e intolerância. Esse ano que nos fez viver um 7×1 constante, mostrando que não era prudente perguntar “ainda tem como piorar?”.

Porém, como tudo na vida tem um outro lado, esse ano também trouxe conquistas e bons momentos. Não consigo ser totalmente otimista falando a respeito porque, no geral, a sequência de dificuldades foi bem sufocante. Mas, ao olhar pra trás, consigo enxergar todas as vezes em que me reergui, sacudi a poeira e segui em frente – assim como muitos de nós, que vêm sofrendo baques constantes durante esse ano.

you are stronger than you think 2.png

E, pra divulgar e enaltecer celebrar essas alegrias e me despedir de uma maneira positiva de 2016, fiz uma pequena listinha com as conquistas desse ano e com as metas para 2017!

Conquistas de 2016

  • Andei pela primeira vez de avião e tirei férias com meu namorado: eu nunca tinha oficialmente “tirado férias” e, em fevereiro, meu namorado e eu fomos para João Pessoa, na Paraíba. Fiz dois posts contando um pouquinho sobre essa experiência maravilhosa, que você pode conferir aqui e aqui.
  • Passei pela transição capilar: hoje, 31 de dezembro de 2016, faz um ano desde que fiz minha última escova progressiva. Ao longo desse ano eu tive vários problemas com a minha autoestima, grande parte deles relacionados à minha insatisfação capilar (que me acompanhava há alguns anos). Em abril, decidi começar a fazer Low Poo e já estava determinada a não fazer mais nenhuma química de transformação. Em agosto, fiz meu Big Chop (ou grande corte) e tirei a química restante. Foi libertador e estou amando meu cabelo curto e minhas ondas. 😀
  • Parei com o anticoncepcional: seguindo essa vibe de aceitação e autoconhecimento, resolvi parar com a pílula anticoncepcional, que eu tomava desde os 15 anos. Tive muitos medos e algumas crises de ansiedade bem fortes, mas passaram. Apesar do meu corpo ainda não estar 100%, eu estou muito feliz com os resultados até agora. 🙂
  • Comecei uma atividade física: depois de sentir dores no joelho e no ciático, percebi que estava mais do que na hora de abandonar o sedentarismo. Em pleno mês de novembro me matriculei em uma academia perto do trabalho (pra não ter desculpa!) e estou seguindo firme e forte, mesmo preferindo ficar no sofá em frente à Netflix. E já estou vendo resultados! \o/
  • Entrei em um processo de autoconhecimento difícil, mas recompensador: como citei ali em cima, nos tópicos sobre transição capilar e anticoncepcional, nesse ano eu realmente olhei pra dentro de mim mesma. Tive momentos bem tensos durante esse processo, mas sempre que olho pra trás eu sinto que eles valeram a pena. E estou só no começo!
  • Fiz minha tatuagem de Harry Potter: há anos eu queria marcar minha saga favorita na pele, e esse ano finalmente fui em frente com essa vontade.
  • Dei conta da minha meta de leitura no Skoob: apesar de minha meta ter sido composta por apenas 11 livros, esse número representa uma grande conquista pra mim. Já falei por aqui anteriormente que, desde que entrei na minha primeira faculdade (lá em 2011), meu ritmo de leitura decaiu muito, e eu venho lutando para reconquistá-lo. Por isso, dada a minha rotina e o meu pouco tempo livre disponível (eu basicamente leio no ônibus, a caminho do trabalho ou da faculdade), fiquei muito contente por ter vencido esse desafio. 😀
  • Assisti a vários filmes no cinema e concluí várias séries: vocês já perceberam o quanto amo ir no cinema e maratonar séries, né? Em 2016 fui ao cinema várias vezes e também comecei e concluí diversas séries incríveis, que pretendo resenhar pra vocês aqui no blog (ainda que com atraso).

Ditas as minhas conquistas, apresento pra vocês as metas para o novo ano! \o/

Metas para 2017

  • Manter o ritmo de leitura de 2016 e, se possível, melhorá-lo.
  • Resenhar aqui no blog as séries que assisti durante 2015 e 2016, mas que não me organizei para publicar (aguardem por reviews de Agent Carter, Jessica Jones, Luke Cage, Sherlock, Madoka Magica e How I Met Your Mother!).
  • Trazer e manter uma novidade pro blog/pra minha rotina (já tenho ela em mente!).
  • Fotografar mais.
  • Continuar o processo de autoconhecimento que comecei esse ano, sempre buscando melhorar a minha saúde e encontrar um equilíbrio.

O post ficou um pouquinho longo, mas espero que vocês tenham gostado. 🙂
Estou feliz por estar me despedindo desse ano difícil, principalmente por saber que, no fim das contas, ele trouxe coisas muito bacanas pra minha vida!

Aproveito para desejar a todos um Feliz Ano Novo! Que 2017 seja repleto de leituras bacanas, filmes e séries envolventes, momentos de alegria e muitas conquistas! Obrigada a todos por me acompanharem ao longo desse ano, espero contar com a presença de vocês também no ano que se inicia! ❤

Beijos cheios de carinho! :*

Tchau, 2015!

Mais um ano chega ao fim, e felizmente posso dizer que 2015 foi recheado de experiências. 🙂

2015 foi o ano em que comecei a trabalhar na minha área, fazendo estágios em Publicidade.
2015 foi o ano em que meu namorado e eu fizemos nossa primeira viagem juntos, e já providenciamos a próxima.
2015 foi o ano em que fui a diversos shows incríveis.
2015 foi o ano em que tive coragem de mudar o meu cabelo.
2015 foi o ano em que eu não cumpri boa parte das minhas metas literárias de 2014, mas também o ano em que eu aceitei isso numa boa.
2015 foi o ano em que eu tirei os sisos e botei aparelho.
2015 foi o ano em que eu trabalhei muito duro pra atingir todos os objetivos que eu ia definindo ao longo do próprio ano.
2015, de modo geral, foi um bom ano.

Para 2016 eu não vou definir metas literárias ou pessoais específicas. Tá tudo bem pra mim fazer as coisas no meu ritmo. A gente já é cobrado tanto por todos os lados, não é mesmo? 😛 Não quero me impor mais cobranças desnecessárias.

Pra 2016 eu quero continuar melhorando como namorada, como amiga, como profissional, como familiar, como blogueira, como leitora, como enlouquecida por séries e filmes… como pessoa.

Em 2016 eu também quero poder contar com a presença de vocês aqui no Infinitas Vidas. Obrigada por me acompanharem mais um ano, por lerem o que eu escrevo, por comentarem o que vocês acham. Obrigada por estarem comigo!

Que o ano que se inicia seja repleto de luz e de alegria na vida de todos nós! Feliz Ano Novo, pessoal. ❤

foto flickr

Fonte: Olga Filonenko (Flickr)

Um ano de possibilidades

Chega ao fim 2014. Muitas coisas mudaram esse ano, eu fiz diversas escolhas, tracei muitas metas e lutei com afinco pelas coisas que eu queria. Começando pelo blog – criado em janeiro, com o ideal de “ano novo, blog novo”.

Quando criei o blog, a minha pretensão era apenas ter um espaço no qual eu pudesse ser fangirl falar livre e sinceramente sobre as coisas que eu gostava dentro do universo literário e, até certo ponto, “geek”. Porém, para a minha surpresa, o blog cresceu muito além das minhas expectativas! Hoje conto com alguns leitores queridos que sempre me visitam, concordam ou discordam comigo, dão sugestões, elogiam os posts… Além, é claro, dos autores que confiaram no meu trabalho e fizeram ou aceitaram propostas de parceria. E isso, gente, não tem preço!

Esse feedback de vocês, esse carinho comigo e com o conteúdo que eu gero, me motivaram em diversos aspectos ao longo do ano. O Infinitas Vidas me deu forças para persistir, para investir, para melhorar… Enfim, me deu inúmeras possibilidades em um ano de mudanças. Esse espaço sou eu, e eu me orgulho muito do que ele é hoje. Sei que ainda há muito a melhorar e pretendo investir nisso, então espero poder contar com a presença de vocês nesse processo. 😀

Em suma, 2014 foi um ano de muito aprendizado, em todos os aspectos da minha vida. Eu espero que 2015 traga paz e tranquilidade, além de muita paciência e determinação para continuar focada nos meus objetivos. Que vocês, meus queridos leitores e autores parceiros, continuem comigo no próximo ano, para que continuemos construindo juntos esse espaço que hoje me faz tão bem. Que os novos leitores sintam-se em casa e sejam muito bem-vindos aqui no Infinitas Vidas que, assim como Hogwarts, sempre vai estar aqui para quem precisar.

Obrigada por tudo, gente! Tudo de melhor para cada um de vocês em 2015. Que todos os seus objetivos sejam alcançados e que todos os nossos sonhos voem cada vez mais alto! Nos encontramos novamente em janeiro!

Um beijo enorme! ❤

foto

Fonte: Pinterest

Dia Mundial do Livro

Oi, gente!

Hoje é um dia muito especial para nós, leitores: hoje é o Dia Mundial do Livro! O Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor (também chamado de Dia Mundial do Livro) é um evento comemorado todos os anos no dia 23 de Abril, e organizado pela UNESCO para promover a o prazer da leitura, a publicação de livros e a proteção dos direitos autorais. O dia foi criado na XXVIII Conferência Geral da UNESCO que ocorreu entre 25 de Outubro e 16 de Novembro de 1995. A data de 23 de Abril foi escolhida porque nesta data do ano de 1616 morreram Miguel de Cervantes, William Shakespeare e Garcilaso de la Vega. Para além disto, nesta data, em outros anos, também nasceram ou morreram outros escritores importantes como Maurice Druon, Vladimir Nabokov, Josep Pla e Manuel Mejía Vallejo. (Fontes: Wikipédia e Portal das Nações Unidas)

Imagem

Fonte: We Heart It

Em homenagem a essa data, resolvi fazer um post um pouco mais introspectivo, contando a vocês como o meu amor por esse universo começou. Isso me remete um pouco à redação que fiz pro vestibular (cujo tema propunha que o estudante dissertasse sobre o seu próprio clássico da literatura, escolhido por questões pessoais). Em janeiro, quando fiz a prova, eu escolhi Harry Potter como tema da minha redação. As duas razões principais que me fizeram tomar essa decisão foram: a saga é totalmente incrível, cheia de aspectos profundos, personagens ambíguos e desenvolvidos, além de uma trama que amadurece gradativamente. Além disso, e talvez o motivo mais importante, Harry Potter consolidou de uma vez por todas a minha paixão pela leitura, transformando-me na leitora (e, por que não dizer?) na pessoa que sou hoje.

Contudo, essa paixão nasceu em mim muito cedo. Meus pais sempre foram apaixonados por livros e, quando aprendi a ler, aos 6 anos, eles me incentivaram muito a construir esse hábito. Aos 6 anos eu já pegava na biblioteca da escola “livros maiores”, que não fossem compostos só de figuras. Lembro até hoje de um que li na época, “As Meias dos Flamingos”. =P Com 8 ou 9 anos, aproximadamente, tive a oportunidade de conhecer Harry Potter, que foi minha primeira paixão literária. Eu fui estimulada não só pelos meus pais, mas também pelas bibliotecárias do colégio, que me deixavam pegar dois livros por vez (tão queridas ♥). A biblioteca da minha escola de ensino fundamental teve um papel importantíssimo na minha vida, e muitos (muitos mesmo!) dos livros que já li ao longo da vida eu tive a chance de conhecer por meio dela.

Ser leitora não é algo que me torne superior a ninguém. Não é algo que faça com que eu seja mais culta do que ninguém unicamente por gostar de ler. Mas, sim, ser leitora despertou em mim a curiosidade, a vontade de aprender, o desejo por cultura, o senso crítico e a imaginação. Ler permite com que eu tenha – referenciando o nome do meu blog – infinitas vidas, infinitas histórias, infinitos momentos. Ser leitora é algo que transformou a minha vida, e por mais que eu não tenha mais o mesmo ritmo da adolescência (graças às dificuldades e responsabilidades que a vida adulta proporciona), o hábito da leitura continua me transformando.

E pra vocês, minhas queridas leitoras e meus queridos leitores? O que a leitura significa pra vocês? Ainda se lembram do primeiro livro que leram? Compartilhem comigo os seus sentimentos sobre o tema, vou adorar comemorar esse dia especial com vocês. 🙂

Ano novo, blog novo.

Olá!

Me chamo Priscilla, sou gaúcha, tenho 20 anos e sou estudante universitária.

Sempre gostei de me expressar através da escrita e já criei diversos blogs desde os 12 anos. Entretanto, a maioria deles era voltado a assuntos pessoais (sim, tipo um diário de adolescente desiludida) e, quando acabava a empolgação, eu acabava desistindo. Porém, de uns meses pra cá eu tenho sentido vontade de falar sobre o que eu gosto em um espaço que eu possa divulgar sem problemas. E eis a motivação para a criação desse blog!

Eu gosto muito de dar a minha opinião e trocar ideias com quem gosta do mesmo assunto que eu. A intenção primária que me estimulou a criar um novo blog é escrever sobre livros (e, além deles, sobre jogos, filmes, mangás/animes e séries também). Blogs literários existem aos montes por aí, mas este blog não é tem o mesmo intuito. Eu descobri o amor pela leitura ainda criança, aproximadamente aos 7 anos. Infelizmente, devido aos estudos, meu ritmo de leitura decaiu muito em relação ao que era. Porém, quando eu termino um livro, sinto muita vontade de contar às pessoas a impressão que eu tive a respeito e, a partir daí, ouvir o que as pessoas têm a dizer. E poder dizer o que penso é o que desejo nesse blog. Além disso, sempre gostei muito de “nerdices”, então sempre que encontrar algo interessante, gostaria de mostrar e conversar a respeito. Sobre o nome: acredito que a cada livro aberto e a cada história lida, temos a oportunidade de viver uma vida diferente em um mundo diferente… boas histórias (encontradas não só nos livros, mas em diversas mídias) são capazes de transformar e, graças a elas, somos capazes de viver infinitas vidas. 🙂

Bom, é isso.

Sejam bem-vindos!

Imagem

Fonte da imagem: http://deblogs.depaul.edu/Blake/Pages/TheWonderfulLessonsofBooks.aspx