Review: Entre Facas e Segredos

Oi pessoal, tudo bem?

Com as críticas positivas, somadas ao fato de que amo histórias policiais, fiquei bem curiosa para assistir a Entre Facas e Segredos. Hoje conferi a produção e vou contar pra vocês meu veredicto.

poster entre facas e segredos

Sinopse: Após comemorar 85 anos de idade, o famoso escritor de histórias policiais Harlan Thrombey (Christopher Plummer) é encontrado morto dentro de sua propriedade. Logo, o detetive Benoit Blanc (Daniel Craig) é contratado para investigar o caso e descobre que, entre os funcionários misteriosos e a família conflituosa de Harlan, todos podem ser considerados suspeitos do crime.

Entre Facas e Segredos flerta diretamente com o estilo Agatha Christie de construir histórias policiais. Na trama, o chefe de uma família (o famoso escritor Harlan Thrombey) é encontrado morto no que parece ser uma cena de suicídio. Entretanto, o detetive particular Benoit Blanc é anonimamente contratado para investigar o caso, e ele tem vários motivos para acreditar na hipótese de homicídio.

Com um elenco de peso, que reúne nomes como Daniel Craig, Chris Evans, Toni Collette e Jamie Lee Curtis, devo dizer que minhas expectativas pra esse filme eram altas. A premissa é interessante e me lembrou instantaneamente de Ordeal by Innocence, minissérie baseada na obra de Agatha Christie que eu adorei. Contudo, na prática eu acabei achando o filme morno e moroso, me fazendo cochilar lá pelos 50 minutos de duração.

entre facas e segredos 3

Há uma abordagem diferente do que costumamos ver em tramas policiais: Entre Facas e Segredos rapidamente revela o que aconteceu com Harlan Thrombley e quem é a pessoa responsável por sua morte. Também diferente da maioria das produções do gênero, o longa discorre por meio da perspectiva da pessoa culpada, e não pela visão do detetive. É interessante por diferir de outras obras similares, mas ao mesmo tempo torna a experiência cansativa e sem causar muita aflição ou urgência pra descobrir o que houve.

entre facas e segredos 2

O final, onde todas as peças se encaixam e os segredos são revelados, não impacta. Aliás, nem consegui sentir toda a genialidade do tal detetive Blanc. Por mais que as explicações façam sentido (e isso é algo que eu aprecio e dou o devido mérito), o filme simplesmente não empolga. 😦 Além disso, grande parte do elenco é bastante dispensável. Jamie Lee Curtis, por exemplo, mal e mal tem falas que façam a diferença. Isso pode ser replicado pra quase todos os membros da família Thrombley. A impressão que fica é que usaram nomes de peso pelo marketing, e não porque a trama precisasse de tais talentos (diferente do que acontece em Assassinato no Expresso do Oriente, em que todos os personagens têm um papel importante e cuja presença é justificada).

entre facas e segredos

Com uma protagonista extremamente sem sal (cujo problema bem besta ao mentir parece só uma conveniência de roteiro), um detetive meio estranho e vários personagens subaproveitados, Entre Facas e Segredos acabou sendo uma decepção. Sigo no aguardo de mais filmes do gênero que realmente me empolguem. :/

Título original: Knives Out
Ano de lançamento: 2019
Direção: Rian Johnson
Elenco: Daniel Craig, Ana de Armas, Chris Evans, Jamie Lee Curtis, Toni Collette, Michael Shannon, Lakeith Stanfield, Christopher Plummer