Review: O Dilema das Redes

Oi pessoal, tudo bem?

Apesar de já ter estreado na Netflix há um tempinho, ainda acho que vale a pena falar sobre O Dilema das Redes. Vamos conhecer?

Sinopse: Especialistas em tecnologia e profissionais da área fazem um alerta: as redes sociais podem ter um impacto devastador sobre a democracia e a humanidade.

Intercalando entrevistas de pessoas responsáveis pelas redes sociais que conhecemos hoje e dramatizações de uma família comum que, assim como a gente, tem acesso ao mundo conectado, O Dilema das Redes revela muito do processo de captura de dados e do uso deles para nos impactar com anúncios mais precisos, conteúdos relacionados às nossas pesquisas, postagens que conversem com nossas crenças, entre outros. Os entrevistados no documentário são pessoas que ajudaram a construir esses algoritmos no Google, no Facebook, no Instagram e outras plataformas, portanto sabem bem quais são os objetivos dessas companhias com o uso de dados. Quem trabalha com marketing digital, como é o meu caso, sabe o quanto essas informações são relevantes para planejar publicidade segmentada. Nesse caso, talvez o choque com o que foi apresentado em O Dilema das Redes seja menor, mas ainda assim a produção da Netflix acende um alerta e nos relembra desse assunto – já que em meio ao dia a dia é fácil esquecer.

O mais perturbador foi pensar no “efeito bolha” que a gente fala tanto, mas não reflete sobre. O Dilema das Redes levanta o questionamento de que as redes sociais como funcionam hoje são uma ameaça à própria democracia: ao nos impactar cada vez mais com opiniões alinhadas às nossas, as redes nos deixam cada vez mais presos às nossas bolhas e o mundo adquire um caráter muito mais polarizado, já que grupos divergentes não dialogam. E nem precisamos pensar na realidade estadunidense pra vislumbrar esse risco: no Brasil também temos discursos polarizados que colocam as pessoas em caixinhas extremamente distantes.

O documentário também fala sobre a construção dificultada da autoestima e o quão abaladas as gerações que já nasceram conectadas podem ficar. Desde muito cedo os jovens são expostos a influencers perfeitos, filtros que modificam o rosto e ao anonimato da internet, estando suscetíveis a inseguranças e bullying. Conseguir racionalizar o uso do Instagram, por exemplo, é um desafio, já que é uma rede social que lucra com a venda de vidas perfeitas.

O Dilema das Redes tem alguns momentos meio sensacionalistas, mas a provocação num geral é válida e pertinente. Eu trabalho diretamente com conteúdo e redes sociais e dificilmente vou conseguir me afastar totalmente desse universo por conta disso, mas tenho tentado ser cada vez mais consciente no uso, tanto no que diz respeito ao tempo passado nas redes sociais quanto que tipo de conteúdo eu consumo nelas. Recomendo O Dilema das Redes pra todo mundo (profissional da comunicação/marketing ou não) que tenha interesse em entender mais sobre como esse universo de algoritmos, recomendações e anúncios funciona. Alguma reflexão o documentário vai te provocar.

Título original: The Social Dilemma
Ano de lançamento: 2020
Direção: Jeff Orlowski
Elenco: Tristan Harris, Jeff Seibert, Bailey Richardson, Joe Toscano, Sandy Parakilas, Guillaume Chaslot