Melhores séries de 2018

Oi gente, tudo bem?

Continuando a retrospectiva de 2018, fiz uma lista com as séries de que mais gostei em 2018. Meu critério de escolha foi ter começado a assisti-las esse ano, e elas estão organizadas pela ordem cronológica em que eu as comecei. 😀

Alias Grace

poster alias graceReview

Essa minissérie, baseada em um livro de mesmo nome de Margaret Atwood, tem um enredo instigante, um elenco primoroso e uma produção incrível. Grace, nossa protagonista e narradora, é uma personagem ambígua, que nos mantém desconfiados e incertos o tempo todo.

The Alienist

poster the alienistReview

Pra quem me acompanha, não é novidade o quanto eu gosto de tramas policiais. Esta se passa no início do século 20 e traz uma equipe improvável se unindo para capturar um serial killer. Gostei demaaais!

Brooklyn Nine-Nine

brooklyn nine-nineReview

Brooklyn Nine-Nine ganhou meu coração de modo arrebatador. Essa série de comédia, que acompanha os detetives da 99ª delegacia de polícia do Brooklyn, tem ótimos personagens, o tipo de humor que eu gosto e um carisma sem igual.

The Handmaid’s Tale

the handmaids tale

Ainda farei um post exclusivo pra falar sobre essa série, que comecei a assistir poucos dias depois de ter terminado de ler O Conto da Aia. A série conseguiu mexer muito comigo, tanto quanto o livro (ou até mais), e eu estou dando um tempo pra minha cabeça antes de começar a segunda temporada. Sim, é forte. Sim, é doloroso.

My Hero Academia

my hero academia

Faz tempo que eu não falo de animes por aqui, né? Comecei a assistir My Hero Academia (ou Boku no Hero) por insistência do meu namorado e, quando percebi, estava viciada. Os episódios são muito envolventes e os personagens conquistam o espectador enquanto estudam para tornarem-se grandes super-heróis.

Mom

mom

Uma das melhores surpresas desse ano, Mom é uma dramédia SENSACIONAL. Trazendo como plot principal o relacionamento disfuncional de mãe e filha, ambas alcoólatras, Mom consegue te levar do riso às lágrimas em instantes. Amo real oficial!

E vocês, já assistiram a alguma dessas séries?
Quais vocês mais curtiram esse ano? 😀

Beijos e até o próximo post!

Dica de Série: Brooklyn Nine-Nine

Oi pessoal, tudo bem?

Sabe quando você se vicia em uma série e quer falar dela pra todo mundo? Após sentir isso por One Day at a Time, cá estou para falar sobre meu novo amor: Brooklyn Nine-Nine!

brooklyn nine-nine.png

Sinopse: O brilhante e imaturo detetive Jake Peralta precisa aprender a seguir as regras e trabalhar em equipe quando um capitão exigente assume o comando de seu esquadrão.

Jake Peralta é um detetive extremamente talentoso, mas muuuito imaturo. Quando Raymond Holt, o novo (e sisudo) capitão, assume o 99º distrito policial do Brooklyn, o rapaz encara o desafio de lidar com alguém tão diferente dele no comando. Essa é a premissa inicial, a pontinha do iceberg de Brooklyn Nine-Nine (carinhosamente chamada pelos fãs de B99). A verdade é que a graça dessa série está em seus diversos personagens, suas relações, as atuações primorosas dos atores e, é claro, em suas excelentes piadas.

brooklyn nine-nine (4)

Existem alguns papéis estereotipados em B99, mas eles não têm a função de menosprezar ou minimizar certos perfis de personagens; são arquétipos que ajudam o espectador a identificar as principais características de cada um. Entretanto, os personagens têm mais camadas do que aparentam: Jake é o cara esperto e imaturo, mas ele é um profissional extremamente dedicado e um amigo de ouro; Amy é a CDF que quer agradar seu chefe mais do que qualquer coisa, mas é também uma mulher decidida e competente; o próprio Holt é um homem que tem a postura séria e inabalável, mas que foge do padrão por ser um policial negro e gay; e por aí vai. Cada personagem de B99 colabora do seu modo para tornar a série marcante, engraçada e viciante como é (exceto a Gina, não gosto da Gina… tá, ela é importante também). Como não amar Terry amando iogurtes ou falando de suas filhinhas? Ou Rosa sendo a maior badass? Ou ainda Charles e sua admiração por Jake (e por comidas estranhas)? ❤

brooklyn nine-nine (3).png

Brooklyn Nine-Nine traz os detetives da 99ª resolvendo diversos crimes, e é deliciosamente engraçado acompanhar esse tipo de trama em uma série de comédia (já que, normalmente, isso ocorre em séries policiais dramáticas). Brooklyn Nine-Nine explora os clichês desse tipo de história propositalmente, sempre com bom humor. E isso funciona perfeitamente, já que a leveza da série sempre se mantém, fazendo o espectador rir das mais diversas situações. Entretanto, mesmo sendo uma série alto astral, existem temas que são trabalhados de modo brilhante (ainda que de modo sutil em alguns casos): homofobia, machismo e racismo são alguns exemplos, e a série consegue desenvolver esses conteúdos de modo competente, mesmo sem utilizar grandes cenas dramáticas como recurso. Discussões como a importância das mulheres se apoiarem, ou a opressão sofrida por negros e gays apenas por serem quem são são alguns exemplos dos temas trazidos por B99. Outro aspecto muito bacana sobre a série é que sua trama não é repetitiva: Brooklyn Nine-Nine não fica explorando os mesmos temas à exaustão e fazendo sempre as mesmas piadas (como a imaturidade do Jake, por exemplo). Ela cresce e se diversifica, assim como seus personagens.

brooklyn nine-nine (6)

Brooklyn Nine-Nine entrou para o meu Top 3 de séries de comédia favoritas, junto com Friends e One Day at a Time. É difícil pra mim ser objetiva para explicar todos os motivos pelos quais me apaixonei instantaneamente por Brooklyn Nine-Nine série desde o primeiro episódio, mas o que posso dizer com certeza é que é fácil perceber como todos os envolvidos se dedicam a fazer da série o que ela é. Os atores entregam performances maravilhosas, os personagens se desenvolvem (ganhando nuances e amadurecimento), os episódios envolvem e fazem rir. E os bordões, então? “Noice”, “Cool, cool, c-cool, cool, cool…”, “Nine-Nine!” são alguns dos que fazem parte do meu vocabulário agora. 😂

brooklyn nine-nine (5).png

Eu não sei o quê passou pela cabeça da Fox ao cancelar essa série, mas sou uma das pessoas que estão exultantes pelo fato da NBC ter escolhido salvá-la. E se você ainda não conhece Brooklyn Nine-Nine, meu conselho hoje é: assista! São poucas as séries que me cativam a ponto de ganhar um espaço garantido no meu coração, e essa é uma delas. Espero que conquiste você também. 😉

Título original: Brooklyn Nine-Nine
Ano de lançamento: 2013
Criadores: Dan Goor, Michael Schur
Elenco: Andy Samberg, Andre Braugher, Melissa Fumero, Joe Lo Truglio, Stephanie Beatriz, Terry Crews, Chelsea Peretti, Dirk Blocker, Joel McKinnon Miller