Resenha: Rua do Medo – R. L. Stine

Oi pessoal, tudo bem?

Hoje a dica é bem nostálgica, porque é a resenha de um livro que me levou pros meus tempos de criança, em que eu pegava livros na biblioteca da escola. O título em questão é Rua do Medo, do R. L. Stine, autor da série Goosebumps e de inúmeros títulos da própria série Rua do Medo, que é enorme rs. A Editora Rocco reuniu três desses títulos em um livro só e, apesar de fazerem parte da mesma série, são histórias independentes. Outro ponto legal de ressaltar é que Rua do Medo inspirou os filmes da Netflix, mas eles não são adaptações dessas histórias sobre as quais falaremos aqui, belê? Agora partiu conhecê-las!

Garanta o seu!

Sinopse: Não leia à noite!!! Edição especial em capa dura e com fitilho, reunindo três das histórias mais aterrorizantes da série que inspirou os filmes de sucesso da Netflix.

Começo essa resenha elogiando a edição física do livro, que está caprichadíssima. Eu tinha na memória as capas breguíssimas e antigas da série Rua do Medo, Casa do Pesadelo e Goosebumps, então foi um colírio ver um livro tão bem feito dessa série. 😂 Além da ilustração linda que acompanha a capa dura, ele tem fitilho e uma diagramação super confortável, que permite ler sem cansar. Claro, outro aspecto que colabora muito pra isso é o fato da narrativa ser bem infantojuvenil, o que torna a experiência de leitura bem tranquila e fluida.

Esse volume reúne três livros da série: Paixão Mortal, Fim de Semana Alucinante e Festa de Halloween. O primeiro tem um quê meio sobrenatural, o segundo me lembra algo meio “Eu Sei O Que Vocês Fizeram No Verão Passado” e o terceiro tem uma pitada de “E Não Sobrou Nenhum” (tá, forcei um pouco a barra aqui, mas eu queria um paralelo pros três HAHAHA).

Paixão Mortal foi a história de que menos gostei. Nela, acompanhamos a paixão à primeira vista de um ginasta do colégio Sunnyside, Cory, pela aluna nova, Anna. Acontece que, quando ele decide ligar para a casa da garota para convidá-la pra sair, quem atende o telefone diz que não existe nenhuma Anna lá, pois ela está morta. Eu, que morro de medo de histórias de fantasmas, inicialmente fiquei entusiasmada com esse plot. Mas ao longo da trama esse teor sobrenatural vai se perdendo e a história fica bastante cansativa, porque o autor repete à exaustão o quanto Cory está obcecado por Anna. Eu entendo que essa repetição de palavras e estruturas textuais é provavelmente proposital, de modo que facilite o entendimento de leitores muito jovens, mas pra mim acabou tornando a experiência irritante. Como ponto positivo temos a revelação no final, que é convincente o bastante.

Fim de Semana Alucinante já é bem mais divertido! Aqui acompanhamos a empreitada dos membros do Clube de Campo do colégio Sunnyside (sim, tudo é ambientado no mesmo lugar), que resolvem aproveitar a ausência do monitor do Clube para acamparem sozinhos naquela que é conhecida como Ilha do Medo. Eles estão empolgadíssimos para passar uma noite por lá, mas tudo muda quando uma das alunas, Della, se perde do grupo e é abordada por um homem estranho e violento. Ao se desvencilhar dele, Della o empurra para uma queda fatal, e o grupo precisa encarar o fato de que agora compartilham um segredo terrível que envolve sua morte. As coisas pioram quando eles retornam da ilha, pois começam a ser ameaçados por uma figura misteriosa que aparentemente sabe o que aconteceu por lá. Gostei bastante do senso de urgência que o autor causou ao longo da história, com um perigo iminente à espreita. O desenvolvimento da trama foi bem mais legal que Paixão Mortal mas, em contrapartida, o final foi um banho de água fria sem nenhum plot twist. Talvez eu tenha esperado demais da trama, especialmente por lembrar da minha ótima experiência com Bela Gentileza (da série Casa do Pesadelo, também infantojuvenil), que compartilha dessa vibe de alguém perigoso vigiando os protagonistas.

Por fim, temos o terceiro título, Festa de Halloween. Aqui temos um outro grupo de alunos do Sunnyside sendo convidado para a festa de uma garota misteriosa, Justine, na sua mansão na Rua do Medo. Justine convida apenas 9 pessoas para sua festa, e quando eles chegam lá a garota revela uma noite de surpresas e brincadeiras assustadoras. Com o passar das horas, porém, as coisas começam a sair de controle e um dos convidados aparece morto no meio da festa. Enquanto uns tentam buscar ajuda, outros permanecem na casa tentando descobrir a verdade sobre Justine, com foco para o casal Terry e Niki, de quem gostei bastante. Festa de Halloween foi minha história favorita; adoro essa vibe claustrofóbica e de gente maluca fazendo os outros de refém rs. Considero essa a trama que mais tentou se desenvolver, tanto no aprofundamento de alguns personagens quanto na motivação por trás de tudo que aconteceu. 🙂

Sendo bem honesta com vocês, não dá pra esperar que Rua do Medo seja super profundo e mega desenvolvido, pois além do seu público-alvo ser bem jovem, o livro não se propõe a ser uma obra-prima do terror. É uma obra divertida, despretensiosa e muito nostálgica, especialmente pra quem cresceu lendo as obras da série Goosebumps ou Rua do Medo (e, no meu caso, Casa do Pesadelo também). Acredito que se você encarar essa leitura tendo em mente todos os seus pontos fortes e fracos com clareza, você pode se divertir como eu me diverti. 👻

Título original: Fear Street
Série: Rua do Medo
Autor: R. L. Stine
Editora: Rocco
Número de páginas: 448
Gostou do livro? Então adquira seu exemplar aqui e ajude o Infinitas Vidas! ❤

Livro cedido em parceria com a editora.
Esse não é um publipost, e a resenha reflete minha opinião sincera sobre a obra.

8 comentários sobre “Resenha: Rua do Medo – R. L. Stine

  1. Olá, Priih.
    Eu não lembro de ter ido nenhum livro do autora na minha adolescência, mas concordo com esse negócio das capas, era uma mais horrorosa que a outra naquela época hehe. Me interessei muito por esse livro, mesmo levando em conta os pontos negativos apresentados. Eu amo infantojuvenil e esse parece ser um que vai me agradar.

    Prefácio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s