Minhas impressões sobre Stranger Things 4

Oi pessoal, tudo bem?

Depois de 3 longos anos de espera, a quarta temporada de Stranger Things estreou e foi finalizada anteontem, dia 1º. Como praticamente toda a internet, eu também estava no maior hype e devorei os episódios – com direito a enxaqueca provocada pelas lágrimas da series finale rs. E agora que a temporada oficialmente terminou, vim dividir com vocês minhas opiniões (positivas e negativas) do que vimos até aqui. \o/ Obviamente esse post contém spoilers, então se você não terminou de assistir, não recomendo que leia.

Atmosfera que inspira medo

Stranger Things sempre teve aquele pé no suspense/terror, mas de uma forma que considero jovem e “inocente”, especialmente na primeira temporada. Contudo, na season 4 eu me peguei apreensiva e com medo real em vários momentos. O som dissonante das badaladas do relógio do Vecna mexeram comigo e, sendo medrosa como sou, pedi até pro meu namorado me acompanhar em alguns episódios. 😂 

Um vilão ainda mais ameaçador

Além desse clima perigoso que a temporada trouxe, adorei o fato de haver um vilão humanoide, cruel e inteligente – muito mais ameaçador que qualquer demogorgon. Durante a maior parte do tempo, não sabemos o quê e quem é Vecna, apenas que é um ser capaz de atacar a mente das pessoas. O fato dele se apropriar das fraqueza emocionais das pessoas e explorá-las para seu próprio benefício – sendo uma analogia bem factível à depressão – o torna ainda mais cruel. A revelação de sua identidade também foi um dos pontos altos da temporada, conectando todo o perigo que está sendo apresentado desde 2016, quando a Eleven era uma criança misteriosa encontrada na chuva no meio da floresta.

Pontas soltas que precisam ser logo resolvidas

Apesar de terem revelado a identidade de Vecna (a primeira cobaia de Brenner), muitas coisas não ficaram claras. Afinal, o Devorador de Mentes é uma criatura manipulada pelo grande vilão ou é algum tipo de energia que Henry Creel/Vecna/001 absorveu? Como ele já desenhava essa criatura quando ainda era criança, sendo que ainda nem tinha ido para o Mundo Invertido? Considerando que já mostraram o passado do personagem, estou um pouco cética sobre investirem muito mais tempo nisso na próxima temporada, mas eu acho que esse tema ainda rende e gostaria que esses pontos ficassem mais claros.

Max: ponto forte e ponto fraco ao mesmo tempo

Eu adoro a Max e acho que ela acrescentou muitas coisas positivas desde que entrou para o grupo na segunda temporada. Por isso, fiquei de coração partido ao vê-la distante e tão quebrada emocionalmente após a morte de Billy em Stranger Things 3. Ela acaba sendo marcada por Vecna, mas consegue escapar em uma das cenas mais incríveis e emocionantes da temporada, em que ela corre na direção da luz e de seus amigos ao som de Running Up That Hill, de Kate Bush. Porém, Stranger Things 4 foi covarde ao selar seu destino. A garota bola um plano arriscado, em que sua vida está em perigo, e ela realmente se torna uma vítima de Vecna. Por mais que Eleven faça de tudo para impedir, ela ainda não está forte o bastante (falarei sobre os poderes dela em seguida), e Max sucumbe ao vilão. A cena em que ela diz a Lucas que não enxerga nem sente nada e que não está pronta pra morrer me levou às lágrimas, sendo emocionante e significativa… até Eleven dar uma de Jesus e reviver a menina, cujo coração havia parado. Desde quando telecinese faz isso, gente? Privilégio de protagonista, só pode. E o pior de tudo: El não sente a mente de Max voltar – o que pode ser a explicação para o portal de Vecna para a Hawkins real se abrir: ele precisava de uma quarta vítima e aparentemente Max concluiu essa necessidade, ainda que sua amiga tenha feito seu coração voltar a bater. Sinto que a temporada terminaria de forma mais impactante se os roteiristas tivessem tido coragem de dar adeus à ruiva que amamos.

O que fizeram com a Robin?

Desde sua primeira aparição, Robin roubou a cena. Sua dinâmica com Steve é incrível e os dois são amigos cujo apoio mútuo é inspirador – isso sem contar a representatividade LGBTQIA+ que a personagem trouxe para a série antes disso ser explorado por meio de Will. Mas se antes eu via Robin como uma pessoa sagaz e espirituosa, nessa temporada transformaram a garota numa goofy atrapalhada, que tem medo até de tropeçar nos próprios pés. :/

Eddie Munson: outro queridinho desperdiçado

Desde a primeira cena do novo personagem, Eddie Munson, seu carisma ficou explícito para o espectador. Líder do novo grupo de RPG do qual os meninos fazem parte, ele é caçado pela cidade por pensarem que ele faz rituais satânicos e é culpado das mortes dos adolescentes – uma crítica bem interessante ao fundamentalismo religioso e ao conservadorismo irracional. Ele tem uma dinâmica com Dustin que é de muita parceria, similar a que o garoto tem com Steve, causando até olhares de ciúme por parte deste rs. Mas Eddie é mais um personagem novato colocado na série pra que a gente se apegue e logo em seguida tenha que ver morrer. E o pior de tudo: morreu protegendo a cidade que o considera culpado e, dois dias depois, ninguém mais falava nele no grupo, exceto Dustin. Seja como for, a verdade é que a despedida dele e de Dustin me fez chorar rios, com direito a nariz entupido e tudo mais.

Nancy, Steve e Jonathan: wtf?

Se teve alguém que me tirou do sério nessa temporada, foi Nancy. Ela e Jonathan agem covardemente um com o outro durante a temporada inteira, porque ambos não se abrem para uma conversa honesta a respeito da distância e dos planos futuros. E aí o que acontece? Ela começa a se engraçar pro Steve de novo. Ele é um dos meus personagens favoritos e simplesmente merece mais que uma garota que pula dele pro Jonathan e do Jonathan pra ele de volta. 😦

Plot da Eleven e do Mike: dai-me forças, Senhor

Eu não gosto da Eleven. Pronto, falei. Senti pena dela sofrendo bullying, é claro, mas todas as cenas que a envolviam foram muito cansativas pra mim. Seu drama amoroso com Mike não me comoveu (somente me cansou) e senti muita vergonha alheia da declaração de amor dele na series finale. Aliás, esse garoto foi uma pamonha a temporada inteira e tem sido irritante desde a season passada, em que não dava a menor bola pro Will – que realmente tem que estar muito crushado pra dizer que o Mike (ainda) é o coração de tudo. 😂 Pode até ter sido, mas faz tempo que não é mais. Em relação a essa dupla de personagens, a única coisa de que gostei foi o foco no passado de Eleven durante as imersões para que ela recuperasse seus poderes, mas somente porque estava relacionado à origem de Vecna também. De resto, zZzzZzzZzz.

Will: reizinho queer, mas injustiçado

Eu amo os underdogs, e Will claramente sempre foi um deles: não fazia parte de um grupo popular, foi levado para o Mundo Invertido, quando voltou foi hospedeiro do Devorador de Mentes e, ao se ver livre de tudo isso, viu que seus amigos estavam em outra fase da vida, com namoradas e outros compromissos (ele só queria jogar um RPGzinho, gente! Que que custa?). Essa temporada trouxe mais uma camada de profundidade ao personagem, que é a indicação de que Will é gay (ou, no mínimo, bi). Esse fato gerou uma cena emocionante em que ele projeta um discurso sobre a Eleven pro Mike que, na verdade, é sobre ele, e também um momento entre irmãos na qual Jonathan fala nas entrelinhas – pra não forçá-lo – que o ama independentemente de qualquer coisa. O Jonathan não serviu pra quase nada nessa temporada, mas essa cena foi de arrepiar. ❤ Como ponto negativo, ressalto apenas o fato de que Will nunca ganhou o espaço merecido na trama como um personagem ativo e condutor de ações importantes, e espero que isso mude na próxima temporada.

Trama arrastada de resgate ao Hopper

Gostei de como os roteiristas não tornaram fácil libertar o Hopper, mas não posso dizer que essa parte da trama tenha me instigado. Achei cansativa e dando muitas voltas no mesmo lugar, sem realmente provocar um frio na barriga. Afinal, se salvaram o personagem no fim da temporada passada, minha conclusão é de que não o matariam nessa. Portanto, não consegui engajar com os riscos sofridos e com as dificuldades enfrentadas.

Squad de Hawkins

Sem sombra de dúvidas, o plot mais interessante foi o que chamo de squad de Hawkins. Adorei a dinâmica do grupo que estava na cidade e de como eles foram investigando cada vez mais a fundo as mortes dos adolescentes e descobrindo um passado sombrio da cidade. Fiquei instigada e muito curiosa durante todo esse processo, entretanto meu elogio não se resume à investigação em si, mas também à coragem de cada um deles. Afinal, sem sequer hesitar, Nancy, Steve, Dustin, Max e o resto do grupo se arriscaram para enfrentar Vecna sem contar com o apoio dos poderes de Eleven. Badass é pouco pra defini-los! 💪

De forma geral, gostei muito de Stranger Things 4 e sigo sendo fã dessa história tão cativante e envolvente. Claro que nem tudo foi perfeito, contudo nesse caso os pontos positivos me impactaram mais do que os negativos. Estou ansiosíssima para a próxima e última temporada (e torcendo pra que não leve mais 3 anos pra chegar), mas ao mesmo tempo sem coragem de dar um adeus definitivo.

E vocês, o que acharam de Stranger Things 4?
Me contem nos comentários! 😍

11 comentários sobre “Minhas impressões sobre Stranger Things 4

  1. Sobre Henry/Vecna/001 e o Mind Flayer, o que entendi foi: quando criança, ele era fascinado por aranhas e fez aquele desenho do que ele achava que seria o “ser ideal pra dominar o mundo”. Quando ele foi jogado no Upside Down por El, ele encontrou aquela energia e deu a forma do desenho pra ela. Pra mim, o Mind Flayer nada mais é que uma energia sem “personalidade”; controlada por Vecna, ela permite que ele controle os outros seres do Upside Down que forem dominados pela energia por meio da mente de colmeia. Pra mim, isso fica claro na prisão soviética, quando o militar fala que as partículas entraram neles (Demogorgon e Demodogs) e a morte dos bichos afeta Vecna.

    Sobre Max: Vecna conseguiu matar Max, por isso o portal acaba se concluindo. Só que a El, de alguma forma, conseguiu ressuscitar ela (mas o “feitiço” de Vecna já estava completo) por meio de algum poder que a gente ainda não conhecia. Vale lembrar que ela não tem só telecinese. A princípio, ela tem todos os poderes de Vecna (já que ela é uma “cópia” dele), mas a gente não sabe ainda quais poderes são; porém, já conhecemos alguns, como telepatia, manipular portais pro Upside Down e sabe-se lá quais outros). Além disso, quando a Max morre, a El está na mente dela. Isso pode ter, de alguma forma, influenciado nessa ressurreição. 🤷🏻
    No mais: R.I.M. Eddie. O cara mais Metal de todos! 🤘🏻 🤘🏻 🤘🏻

  2. Oi Priih! Tenho que rever pelo menos a temporada anterior para relembrar onde exatamente parou, mas confesso que não vejo a hora de conferir este final. Das séries atuais, esta é de longe a minha favorita.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

  3. Oi Priih, acredita que eu nunca assisti Stranger Things? Hahaha! Sério, estou mais do que atrasada. Agora que já passou tanto tempo e eu ainda não comecei, acho mais fácil esperar a série acabar e assistir tudo de uma vez só. Maluquice? Talvez, mas é o que eu vou fazer. 🙂

    Beijo, beijo :*

  4. Olá,
    Eles demoram tanto pro retorno que decidi assistir do início e até agora não vi a nova.
    Mas acho roteiro preguiçoso demais matar personagem novo como “surpresa”… um monte de coadjuvante fazendo hora extra – como vc citou Jonathan kkkk – tiraram lugar de Barb, Billy e agora esse menino – que poderiam ficar um pouco mais pra galera conhecer melhor.
    E, nossa, alguém que também não curte a Eleven… nem a atriz acho boa. Prefiro parte dos atores/atrizes coadjuvantes do squad que trabalham melhor… tipo Caleb, Noah e a Sadie.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

  5. Oi Priih,
    Eu curti bastante, principalmente todas as explicações. Realmente o Mike anda bem fraco na série. O Will tem sido muito desperdiçado e eu queria muito que Steve tivesse um super final feliz. Fiquei triste com a morte do Eddie, impossível não gostar dele. O coma de Max, talvez seja revertido na próxima temporada. Ando lendo rumores de que o próximo vilão que vão enfrentar é o Will, eu só penso: tadinhoooooooo! Quero que coisas boas aconteçam com ele também ^^
    Bjos
    Kelen Vasconcelos
    https://www.kelenvasconcelos.com.br/

  6. Oi Priih,
    Eu só assisti a primeira temporada, ia continuar de onde parei agora que saiu a quarta temporada completa e ela parece boa, mas meu marido pediu pra eu esperar por ele, que não assistiu nem a primeira ainda, haha >.< Então, confesso que não li completamente seu post, para evitar os spoilers, mas falando sobre a Eleven, sinta-se abraçada virtualmente, finalmente eu encontrei alguém que também acha essa personagem uma bela chatice, kkk.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

  7. Oi Priih, tudo bem?
    Nossa que post completo! Eu não assisti stranger things. Quando surgiu não me interessei muito pelo plot, mas acabei ficando super curiosa por causa do post hahjahaha (não se preocupa, eu gosto de spoiler)
    Achei bem legal você ter colocado os pontos que gostou e que não gostou.
    Me abraça que eu sou medrosa e peço para as pessoas assistirem comigo quando fico assim ó >> O____________O

    beijos

  8. Oi Priih,
    Entendo que foi a “energia” da Eleven que trouxe a Max, mas isso não foi suficiente porque a ‘morte cerebral’ aconteceu. Porém, como sou muito fã da personagem, tenho esperanças de que a mente dela possa estar ‘presa’ ao Vecna e isso seja utilizado para a Eleven vencê-lo. Algo como a amizade e o amor é o que faltam no personagem e isso se torna seu ponto fraco. Sei lá, preciso criar teorias para ter motivo para Max ter ficado naquele hospital e não ter morrido realmente.
    Igual ao Eddie: não teve enterro, há esperanças. O próprio Steve sobreviveu ao ataque dos morcegos e ficou tudo bem… Não sei… Não estou preparada para o adeus! rs
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s