O que fazer em Providencia, no Caribe colombiano

Oi gente, tudo certo?

Demorei (pra caramba), mas cheguei com o último post da série de roteiros que preparei pra vocês a respeito de San Andrés e Providencia, no Caribe colombiano. 😀 Espero que minhas dicas tenham sido úteis e possam ajudar vocês a planejar uma viagem incrível pra esses destinos paradisíacos. ❤

Como chegar em Providencia

Como eu estava muito determinada a conhecer a “irmã menor” de San Andrés (para visitar um lugar lindo sobre o qual vou falar em seguida), meu namorado e eu garantimos o transporte pra lá ainda no Brasil. Fomos de avião, pela companhia aérea caríssima Satena, mas depois descobrimos que existe uma bem mais em conta, chamada San German. Não é uma passagem barata, mas eu queria tanto conhecer Providencia que fiz esse sacrifício. E valeu muito a pena, pois a ilha é incrível e são só 30 minutinhos de viagem! ❤ O avião é bem pequeno, despressurizado e dá pra ver a cabine, o piloto e o co-piloto. Dá um pouco de medo? Dá, mas é de boas rs. Para economizar, decidimos retornar a San Andrés de catamarã, pela empresa Conocemos Navegando. Dica de amiga: NÃO façam isso, se puderem evitar. São cerca de 2h a 3h de viagem que vocês perdem, em que poderiam estar curtindo a praia ou qualquer outra coisa. Meu namorado ficou bem enjoado e acabou desanimado durante o resto do dia. Sério, economizem um pouquinho mais e vão e voltem de avião, vale a pena (e a diferença de preço nem é tão grande assim).

O que fazer em Providencia

1. Passeio ao redor da ilha

Assim como em San Andrés, um dos passeios imperdíveis em Providencia é alugar uma moto ou mule para dar a volta à ilha. Nós fizemos ambas as coisas e, no caso da mule, até eu dirigi. 😛 Foi bem divertido! A vantagem de dar a volta na ilha é que você pode ir parando nas diversas praias e explorar cada cantinho sem pressa. Como as praias são distantes umas das outras e existem muitos desníveis, também é uma boa opção pra você não se cansar tanto caminhando. Por fim, você pode estacionar perto da Puente de los Enamorados, a ponte que liga Providencia a Santa Catalina (uma ilha menorzinha), e atravessar para conhecê-la. Nós ficamos só na ponte mesmo, porque decidimos visitar Santa Catalina somente no último dia. O cansaço falou mais alto, a curiosidade não era tanta e acabamos não batendo perna por lá. Quem sabe em uma próxima vez?

 

roteiro providencia

Do ladinho da travessia para Santa Catalina.

2. Cayo Cangrejo

O principal motivo para nossa visita a Providencia! ❤ Cayo Cangrejo é um passeio que sai a partir de Providencia, sendo uma ilhotinha minúscula que você conhece a pé rapidamente. Os barcos te levam e te buscam nos horários combinados e você fica o dia por lá, então lembre-se de levar água e snacks pra não ficar com fome. Pagamos 40.000 COP pelo transporte e 18.000 COP para entrar. Eu lia sobre Cayo Cangrejo em blogs de viagem e ficava encantada com as fotos do lugar, mas nada disso me preparou pra emoção que foi chegar lá de verdade e ver tudo isso ao vivo. Há um morro na ilha que você sobe sem esforço e, do topo, você tem uma vista praticamente 360º da ilhota e do mar de sete cores. Se isso não fosse bonito o suficiente, a cor da água é de uma transparência indescritível, de um azul mais claro que piscina! Para completar a experiência, vimos duas tartarugas marinhas, e meu namorado até selfie conseguiu fazer com uma delas. Quando eu lembro de Cayo Cangrejo, sinto vontade de chorar, de verdade. A beleza e a paz que esse lugar transmite não cabem em palavras, e Cayo Cangrejo tem todo o meu amor!

roteiro providencia cayo cangrejo

Vista das pedras que ficam no topo de Cayo Cangrejo.

providencia cayo cangrejo

O mar mais lindo que eu já vi na vida. 💙

3. Playa de Manzanillo (ou Manchaneel Bay)

Essa é uma praia bem tranquila onde fica o famoso Roland’s Bar, um local bem reggae vibes e mega tranquilo. Lá tem uma corda e uns pneus onde você pode fazer a Miley e se dependurar, é bem legal. 😂 Tem uns doguinhos pra fazer carinho também hahaha! ❤ Ficamos pouco tempo por lá, foi uma parada rápida enquanto estávamos com a moto alugada, mas gostei bastante da calmaria.

4. Playa de Água Dulce (ou Freshwater Bay)

Foi a partir dessa praia que fizemos o mergulho de cilindro, sobre o qual falarei em seguida. Há alguns coqueiros, a areia é macia e o mar é bonito. Ali fica o restaurante Miss Elma, que foi bem recomendado por outros turistas, e apesar das porções não serem abundantes, são gostosas (nós provamos o camarão empanado). De Água Dulce é possível ver o belíssimo pôr do sol em Providencia, mas não foi nosso lugar favorito.

5. Praia de South West Bay

A praia que conquistou o nosso coração em Providencia. ❤ Apesar de não ter a cor típica do mar caribenho, sendo de um tom mais escuro (em função também da areia mais fina e com textura mais macia), essa praia nos proporcionou momentos inexplicáveis. Nós a visitamos logo no primeiro dia, pra assistir ao pôr do sol, e eu garanto que é a coisa mais linda. Nos outros dias em que ficamos na ilha acabamos repetindo a ida à South West Bay várias vezes, e não faltam motivos: o mar é tão calmo que parece uma lagoa, ela é extremamente pacífica e tranquila, há um restaurante famoso (El Divino Niño, onde comemos uma porção de frutos do mar que incluía até caracol!) e, para completar, há estrutura completa pra você relaxar, com redes e espreguiçadeiras. A melhor parte? Essa estrutura é gratuita, você pode usar livremente! ❤ Melhor praia da vida!

south west bay providencia

A vida que eu quero: curtindo uma rede e uma cervejinha gelada em South West Bay. 😂

6. Mergulho de cilindro

Outra experiência indescritível que Providencia me proporcionou foi o mergulho de cilindro. Pra vocês entenderem o drama: até janeiro desse ano eu não conseguia nem boiar, tamanho meu medo de entrar água nos ouvidos ou no nariz. Mesmo mergulhar a cabeça na piscina era um desafio pra mim. Porém, pedi pro meu namorado me ensinar antes da viagem e fiquei determinada a perder o máximo possível desse medo para curtir de verdade San Andrés e Providencia. Apesar dos grandes avanços, o pânico de pensar em mim a 10 metros de profundidade foi PUNK. Meu namorado queria muito viver essa experiência e eu acabei me desafiando a fazer também. Escolhemos a escola Felipe Diving e, como nunca havíamos mergulhado, começamos com uma aula teórica, depois fomos para a beira da praia treinar o que haviam nos ensinado e por fim fomos para o mar. Esse foi o dia mais difícil da viagem inteira: eu estava nervosa, parecia que não conseguia aplicar nenhum dos ensinamentos e, pra ajudar, tive uma das piores crises de pânico da vida dentro do barco, a caminho do ponto de mergulho. Eu me tremia inteira e não conseguia falar porque, se falasse, cairia no choro rs. Acontece que eu sou teimosa pra caralho e pensei: “eu já paguei pelo mergulho e tô no barco. Vou tentar descer! O máximo que vai acontecer é eu pedir pra voltar”. Pois bem: meu pânico não melhorou quando vi que as pessoas precisam se jogar pra trás do barco, que nem nos filmes, em função do peso do equipamento. Imaginem o que uma pessoa paralisada de medo sentiu quando viu que teria que fazer isso! Mas vamos lá, né, fui lá e fiz. Dentro d’água, o pânico não diminuiu instantaneamente, mas o instrutor percebeu e me deu a mão. Isso fez TODA a diferença: ele manteve o contato visual, ficou me acalmando e não me soltou o passeio todo. Moral da história: fiquei tensa pra caralho, mas consegui fazer o fuckin’ mergulho! A sensação foi de dever cumprido e de orgulho genuíno pela minha coragem; mas, sendo honesta, não é algo que eu pretenda fazer de novo (ao menos não tão cedo hahaha!).

mergulho providencia

Quem vê o ✌ não vê o pânico rs.

Quando chegamos a Providencia, eu tive uma péssima primeira impressão. Ela é muito mais parada que San Andrés, não tem nada pra fazer à noite e pra chegar a qualquer lugar é preciso mototáxi ou aluguel de transporte. Porém, conforme eu fui vivenciando a ilha e a paz inigualável que ela proporciona, meu coração foi completamente conquistado. Em Providencia pudemos voltar caminhando tranquilamente por cerca de 1km da praia à noite; conhecemos um casal de canadenses muito querido (oi, Andy e Mary!), tomamos uma cerveja juntos e vimos um céu tomado por estrelas na beira da praia; conheci meu atual lugar favorito do mundo (Cayo Cangrejo, te amo) e também vivi um desafio gigantesco no mergulho… Enfim. São muitos motivos para amar Providencia, e eu sou muito grata pela decisão de ter ficado o tempo que fiquei por lá. Torço pra que vocês também tenham a chance de ver isso de pertinho! ❤

E, se quiserem mais dicas ou tiverem dúvidas, fiquem à vontade para perguntar nos comentários.
Beijos e até o próximo post!

15 comentários sobre “O que fazer em Providencia, no Caribe colombiano

  1. Olá, Priih.
    Bate aqui porque eu moro de medo de entrar água no meu ouvido. Até para tomar banho eu tomo o maior cuidado hehe. Mas que bom que mesmo assim conseguiu fazer o mergulho. E essa água que nem parece de verdade de tão perfeita? Adorei as fotos.

    Prefácio

  2. Só por Cayo Cangrejo já valeu muito a pena visitar o lugar. Que vista maravilhosa é essa? *-* E South West Bay tbm me conquistaria, pois amo mar calmo, tranquilidade e estrutura de graça pra ficar na praia, haha.
    Ahhh e eu tenho o mesmo medo que vc tem, fico super aflita em mergulhar e entrar água no ouvido, me dá falta de ar só em pensar. Mas eu provavelmente agiria também como vc, “já tá pago, vou mergulhar!” Hahahaha. Parabéns pela coragem!
    Amei o post, deu mesmo vtd de colocar esses lugares na minha lista para conhecer antes de morrer.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

  3. Priih! Que lugar lindo esse menina! Parece até um quadro a cor dessa água, de tão linda! S2 Mesmo com o perrengue do catamarã, valeu a pena a viagem… rsrs Às vezes aquele ditado do “barato que sai caro” se faz valer, né? Mas que bom que aproveitaram bastante e que, mesmo a cidade sendo meio paradona, compensa por ser linda demais. Aliás, é até bom que seja paradona, pois assim dá para aproveitar melhor esse cenário incrível.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna | Instagram | Skoob

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s