Review: Fullmetal Alchemist Brotherhood

Oi pessoal, como estão?

Me dei conta de que nunca havia falado sobre um dos meus animes favoritos da vida aqui no blog! Trata-se de Fullmetal Alchemist Brotherhood, uma obra cuja trama é incrível e a produção é excelente. ❤ Vamos conhecer?

fullmetal alchemist brotherhood.png

Sinopse: Com seus corpos em péssimo estado, os irmãos Edward e Alphonse enfrentam forças sinistras para recuperá-los.

Fullmetal Alchemist Brotherhood é o segundo anime feito para adaptar o mangá Fullmetal Alchemist. A primeira versão acabou se distanciando bastante do material original – que ainda estava sendo publicado em paralelo – e eu optei por não assisti-la. Quando soube que haviam feito uma nova adaptação (e, dessa vez, fiel ao mangá), não perdi tempo em conferir e me tornei fã. ❤ Já assisti umas 2 ou 3 vezes desde então. Mas sobre o que é a história? Em um universo fictício, no qual a alquimia faz parte do dia a dia das pessoas, conhecemos os irmãos Elric, Edward e Alphonse. Após perder a mãe, os dois garotos tentaram uma transmutação proibida: a de trazer alguém de volta à vida. Contudo, além da empreitada não ter dado certo, eles sofreram perdas terríveis: Edward perdeu o braço e a perna, enquanto Alphonse perdeu seu corpo inteiro, tendo sua alma fixada em uma armadura. Isso aconteceu porque, na alquimia, existe o princípio básico da troca equivalente: para se obter algo, é preciso oferecer algo de mesmo valor. Após sofrerem esse baque, os dois irmãos decidem partir em busca da respostas para terem seus corpos de volta, acreditando que a lendária Pedra Filosofal possa ser a solução.

fullmetal alchemist brotherhood (2).png

Fullmetal Alchemist já tem uma premissa bastante séria e pesada, quando paramos para analisar que duas crianças órfãs tomam medidas desesperadas para ter a mãe de volta e acabam perdendo ainda mais no processo. Mas agora, adolescentes, Edward e Alphonse continuam enfrentando desafios enormes em suas jornadas. O irmão mais velho, Ed, é membro do exército, que comanda o seu país, de modo a ter recursos financeiros e conexões importantes para auxiliá-los em sua busca por um modo de reaver seus corpos. Contudo, os irmãos Elric vão descobrindo em suas missões que o exército esconde muito mais segredos do que eles imaginavam. Com o passar dos episódios, Ed e Al vão fazendo novos amigos, que desejam ajudá-los a recuperar seus corpos, e também inimigos perigosos, como os homúnculos. Criaturas aparentemente imortais, com capacidade regenerativa acelerada e habilidades sobre-humanas, os homúnculos parecem pessoas normais, porém são feitos artificialmente usando… a Pedra Filosofal. Obviamente, Ed e Al ficam ainda mais intrigados por esse fato, e o caminho dos dois se cruza com o dos homúnculos por diversas vezes.

fullmetal alchemist brotherhood (3).png

Com o passar dos episódios, o espectador vai ficando cada vez mais envolvido com a trama. Fullmetal Alchemist Brotherhood tem cenas incríveis de batalha, mas o anime vai muito além disso. As intrigas políticas, as mentiras, o medo e a desconfiança são constantes, especialmente quando percebemos que ninguém está de fato seguro. Existem episódios MUITO tristes logo no início do anime, mostrando que ele não poupa personagens e que as consequências das intrigas são severas. Por outro lado, o apoio que os irmãos recebem de diversos personagens ao longo do caminho também é comovente, de um jeito que aquece o coração. Existem muitas pessoas incríveis no caminho dos irmãos, que fornecem apoio emocional das mais diferentes maneiras. Esse é outro trunfo do anime: todos os personagens que surgem ao longo da história têm um propósito e são bem desenvolvidos, assim como suas relações interpessoais; e, mesmo quando você acha que alguém sumiu e não vai mais aparecer, o anime consegue fazer com que esse indivíduo tenha importância.

fullmetal alchemist brotherhood (5).png

Além de todas as qualidades da trama, que é excelente, os aspectos técnicos também são sensacionais. A animação é maravilhosa, as cores e traços são lindos e as cenas de batalha são fluidas. E o que dizer da trilha sonora? Eu dificilmente pulo as openings e endings, porque são ótimas e cheias de feeling. Muitas das canções do anime já foram parar na minha playlist, e olha que eu não sou a maior fã de j-music do mundo!

fullmetal alchemist brotherhood (4).png

Resumindo, Fullmetal Alchemist Brotherhood é um anime imperdível. Se você nunca teve contato com o gênero, é uma ótima sugestão para começar. Em primeiro lugar, a trama é de GRANDE qualidade, envolvente e bem desenvolvida. Em segundo, os personagens são cativantes e verossímeis, com objetivos, dores e sentimentos próprios. Em terceiro, o anime não é sexualmente apelativo (um defeito que encontro em muitas produções shounen por aí). E, por último, é uma produção de qualidade técnica inegável. E tem na Netflix, hein? Vale a pena dar uma chance e se apaixonar pela trajetória dos irmãos Elric. 😉

Título original: Hagane no Renkinjutsushi
Ano de lançamento: 2009
Direção: Yasuhiro Irie
Roteiro: Hiroshi Ōnogi
Elenco: Romi Paku, Rie Kugimiya, Shin-ichiro Miki, Kenta Miyake, Fumiko Orikasa, Megumi Takamoto

Anúncios

17 comentários sobre “Review: Fullmetal Alchemist Brotherhood

  1. Oi Priih,
    Infelizmente, não consegui acompanhar nenhum anime até hoje.
    Já tentei, mas não sei… algo não prende minha atenção e eu acabo abandonando. Uma pena, porque até gosto dessa coisa de alquimia.
    Beijos
    estante-da-ale.blogspot.com/?m=1

  2. Priih, eu tenho que tomar vergonha na cara e recomeçar a assistir esse anime.
    Eu cheguei a assistir alguns eps quando passava na tv, mas pararam de passar naquele ep traumático para todo mundo.
    Beijos
    Balaio de Babados

  3. Oi Priih! Eu não sou muito fã de anime.
    Talvez porque eu nunca tenha tomado a iniciativa de ver algum.
    Criando coragem pra fazer isso e ver se gosto ou não.
    Beijos!

    Borboletra

  4. Olá, Priih.
    Eu não sou muito fã de animes, mas me interessei por esse. E já estava pensando em perguntar nos comentários onde tem para assistir e dai li o ultimo paragrafo hehe. Isso de tentar ressuscitar alguém sempre dá ruim, mas o povo continua tentando hehe.

    Prefácio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s