Dica de Série: And Then There Were None

Oi gente, tudo bem?

Hoje vim recomendar pra vocês a minissérie da BBC And Then There Were None, que adapta o livro de mesmo nome da Agatha Christie. 😀

poster and then there were none.png

Sinopse: Oito estranhos são convidados para visitar uma pequena ilha localizada na costa de Devon, no sul da Inglaterra. Isolados do resto do mundo, eles são recebidos pelos anfitriões Sr. e Sra. U.N. Owen, que passam a maior parte do tempo ausentes. Mas, quando alguns membros do grupo começam a sumir misteriosamente, os convidados logo percebem que há um assassino entre eles.

Uma das minhas melhores leituras do ano passado foi E Não Sobrou Nenhum, então fiquei animadíssima quando soube pela Carol que havia uma série baseada no livro. Com apenas 3 episódios de duração, a série consegue trazer toda a trama e a atmosfera criadas pela Rainha do Crime para a televisão, com atuações competentes e desenvolvimento envolvente.

and then there were none.png

O plot principal se mantém fiel ao material de origem: dez pessoas aparentemente sem ligação nenhuma são convidadas (sob diferentes pretextos) por Mr. U. N. Owen a passar o fim de semana na Ilha do Soldado. Contudo, uma gravação misteriosa acusa todos os presentes de terem saído impunes de crimes cometidos no passado, causando um clima de desconfiança e tensão. Quando os convidados passam a morrer, um a um, e toda a comunicação com o mundo exterior é cortada graças a uma tempestade, os convidados passam a tentar descobrir quem é o assassino – bem como controlar o próprio pânico.

and then there were none (3)

Sou suspeita pra falar dessa trama, porque eu acho essa história genial. ❤ A sensação claustrofóbica presente no livro é transmitida perfeitamente para a tela: os personagens estão em uma ilha, na presença de um assassino misterioso, cercados por desconhecidos e enfrentando uma tempestade que impede qualquer tentativa de fuga. Essas circunstâncias já são suficientes para deixar qualquer um em estado de alerta e ansiedade.

and then there were none (4).png

A série também acerta ao desenvolver as emoções dos personagens. Novamente, Vera, Lombard, Armstrong e Wargrave tiveram maior destaque, assim como no livro. Na série, há uma tensão sexual entre Vera e Lombard, e uma cena que não existe no material original: os personagens fazem uma festa pra tentar acalmar os próprios nervos e relaxar, o que é até bem compreensível, quando você imagina que eles estão em uma situação de extrema tensão, sem chance de fuga ou de “salvação”. Os atores entregam ótimas atuações, passando ao espectador o medo e a desconfiança constante que sentem (e, no caso de alguns, remorso). A fotografia e os figurinos são incríveis, trazendo ainda mais riqueza à produção. Por fim, o final também é bem interessante, trazendo um novo ângulo para o fechamento do caso. 

and then there were none (2).png

And Then There Were None é uma minissérie de grande qualidade, que adapta o (maravilhoso) material de origem com total competência. Se você é fã da Agatha Christie ou de tramas investigativas, não pode deixar de conferir. 😉

Título original:  And Then There Were None
Ano de lançamento: 2015
Roteirista: Sarah Phelps
Elenco: Charles Dance, Maeve Dermody, Aidan Turner, Toby Stephens, Burn Gorman

26 comentários sobre “Dica de Série: And Then There Were None

  1. Oie Prih =)

    Me conta como você consegue assistir tantas séries legais rs… Eu ultimamente estou tentando assistir filmes que estrearam no começo do ano XD

    Apesar de não gostar muito do estilo, sou fã das histórias da Ágatha! Li várias obras dela na época do colégio.

    Vou colocar essa série na minha lista. Agora quando vou conseguir assistir, só Deus sabe rs…

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

  2. Olá, Priih.
    Eu amei essa adaptação. Diferente do que aconteceu com Assassinato no Expresso do Oriente que mudaram tanto as características físicas como as personalidades dos personagens, nessa eu consegui ver as mesas pessoas que estão no livro. Espero que continuem adaptando os livros nesse nível porque amo a autora hehe.

    Prefácio

  3. Oi, Priih

    Eu acho que já falei aqui que não gostei de Assassinato no Expresso do Oriente. Sendo bem dramática, foi uma das piores leituras da minha vida. Rss
    Por isso meu interesse na autora ultimamente é nulo e não sinto vontade de conferir essa série.
    Mas que bom que você gostou tanto e que a adaptação faz justiça ao material original.

    Beijo
    – Tami
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

  4. Pingback: Meus favoritos de 2017 | Infinitas Vidas

  5. Pingback: Dica de Série: Ordeal by Innocence | Infinitas Vidas

  6. Pingback: Dica de Série: The ABC Murders | Infinitas Vidas

  7. Pingback: Dica de Série: The Witness for the Prosecution | Infinitas Vidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s