Resenha: Em Águas Sombrias – Paula Hawkins

Oi pessoal, tudo bem?

Vim resenhar pra vocês mais um suspense psicológico (gênero que adoro). Hoje é dia de falar sobre Em Águas Sombrias, da Paula Hawkins.

em aguas sombrias paula hawkinsGaranta o seu!

Sinopse: Nos dias que antecederam sua morte, Nel ligou para a irmã. Jules não atendeu o telefone e simplesmente ignorou seu apelo por ajuda. Agora Nel está morta. Dizem que ela se suicidou. E Jules foi obrigada a voltar ao único lugar do qual achou que havia escapado para sempre para cuidar da filha adolescente que a irmã deixou para trás. Mas Jules está com medo. Com um medo visceral. De seu passado há muito enterrado, da velha Casa do Moinho, de saber que Nel jamais teria se jogado para a morte. E, acima de tudo, ela está com medo do rio, e do trecho que todos chamam de Poço dos Afogamentos…Paula Hawkins nos presenteia com uma leitura vigorosa e que supera quaisquer expectativas, partindo das histórias que contamos sobre nosso passado e do poder que elas têm de destruir a vida que levamos no presente.

Eu adorei o filme A Garota no Trem. Achei a construção do mistério e a crítica ao machismo tão poderosas que fiquei ansiosa pra ler algum livro da Paula Hawkins. Decidi começar com Em Águas Sombrias, para ter uma experiência inédita, mas infelizmente a leitura não foi o que eu esperava. Como a sinopse é bem satisfatória e objetiva, vou partir direto para as minhas considerações sobre a obra, certo? 😉 Então, o livro não é ruim, e eu seria injusta se dissesse isso. Mas ele também passa longe de ser maravilhoso. Percebi que o livro não estava me ganhando logo nas primeiras páginas, que já não são tão envolventes. Praticamente cada capítulo é narrado por um personagem diferente, o que, nesse caso, não funcionou (porque quebrou muitas vezes o ritmo da narrativa, diminuindo minha curiosidade).

Além disso, tive problemas com personagens. Jules é uma personagem sem brilho e sem carisma, e isso não me parece ter a ver somente com seus traumas do passado. Na verdade, ela é tão desinteressante quando comparada a outras personagens (como Lena, Nickie e até mesmo a já falecida Nel) que os capítulos dela simplesmente não me envolveram ao longo da narrativa. Entretanto, é importante exaltar uma qualidade do plot da Jules, pois ele aborda uma questão que precisa ser discutida: consentimento.

resenha em aguas sombrias paula hawkins

Outra trama importante, a de Katie e Mark, não me agradou. Em primeiro lugar, por ter sido previsível; em segundo, porque me pareceu desconectada, especialmente quando penso no plot de Nel. Parece que toda a questão envolvendo os personagens serviu apenas para criar um mistério maior ao longo do livro que, na verdade, não teve impacto. A fuga e o desfecho de Mark também foram desconexos, e não teriam feito diferença caso não existissem. A morte de Nel, por outro lado, conduz a uma série de revelações sobre os moradores de Beckford, e sua morte – ao contrário da de Katie – faz sentido dentro do contexto maior que envolve o livro.

Mas os elogios também merecem ser feitos. Paula Hawkins mais uma vez traz um enredo que expõe os diversos tipos de violência que nós, mulheres, sofremos ou corremos o risco de sofrer apenas por sermos mulheres. O Poço dos Afogamentos, o local para se livrar de mulheres encrenqueiras, infelizmente não é tão distante da nossa realidade.

Outro aspecto interessante de Em Águas Sombrias é a sensação cíclica que o fim proporciona. Senti, ao fechar o livro, que a autora conclui sua narrativa colocando os personagens em pontos diferentes da vida – mas que outros já ocuparam anteriormente. Existe ainda a inquietação e o desejo por saber a verdade, existe uma tentativa de recomeço, existe uma sensação de continuidade. Não pude evitar lembrar de O Segredo do Meu Marido, da Liane Moriarty, quando cheguei ao final da trama, porque Paula Hawkins também me causou a sensação de que existem coisas que, no fim das contas, nunca serão reveladas. Nesse caso, ficarão submersas nas águas de Beckford.

Título Original: Into The Water
Autor: Paula Hawkins
Editora: Record
Número de páginas: 364
Gostou do livro? Então adquira seu exemplar aqui e ajude o Infinitas Vidas! ❤

 

Anúncios

25 comentários sobre “Resenha: Em Águas Sombrias – Paula Hawkins

  1. Oi Prih,
    Eu também adorei A Garota no Trem. O livro e a adaptação.
    Achei bem bacana a forma que ela explorou o gaslighting e então, fiquei curiosa com esse.
    Uma pena que tenha algumas falhas, mas gostei que ela continua abordando questões importantíssimas do universo feminino.

    até mais,
    Nana – Canto Cultzíneo

  2. Oi Priih!!! Td bem?
    Eu não sinto muita vontade de ler os livros da Paula Hawkings… Vi o filme A garota no trem e apesar de abordar alguns temas interessantes, achei bem arrastado e previsível no final, e não curti os personagens. Pelas resenhas q já li dos livros dela, a narrativa parece ser arrastada tbm.
    Beijão
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

  3. Oie, tudo bem?!

    Ainda não me arrisquei a ler os livros dessa autora, porém assisti a adaptação de ‘A garota no trem’ e gostei do filme como um todo. Uma pena que a leitura de ‘Em águas sombrias’ não tenha sido tão prazerosa quanto você imaginou que fosse. Eu já li muitos comentários sobre essa trama ser mais interessante do que ‘A garota no trem’, então depois da sua resenha acho que, se for conferir uma das obras, irei começar sem muitas expectativas. Porém, também gostei de saber que a autora trabalha em seus livros com temas relacionados aos diversos abusos que, infelizmente, nós ainda vivemos hoje em dia. E a respeito da troca de personagem em cada capítulo, realmente, em alguns livros isso não funciona muito bem 😦

    Beijão e um ótimo fim de semana ❤
    http://www.procurei-em-sonhos.com

  4. Oi, Priih! Eu já tinha visto o vídeo da Bel Rodrigues falando sobre esse livro e fiquei muito interessada, tanto que coloquei na minha listinha. Eu li A Garota no Trem e gostei bastante! Enfim, gostei da tua resenha e da sinceridade. =)

    Beijos, quebrarosilencio.blogspot.com ❥

  5. Oie
    Eu curto este tipo de livro, mas este não me chamou atenção para ler. Acho que fiquei com receio. Que pena que a leitura nao foi o que você esperava.

    Beijinhos
    diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

  6. Oi, Priih

    Nossa opinião não poderia ter sido mais diferente! Hahahaha
    Eu achei o livro de uma inteligência sem precedentes, adorei a maneira como ele foi narrado e achei essencial o número extenso de narradores, achei que combinou muito com o propósito da história.
    Na época do lançamento a minha resenha foi uma das únicas positivas, acho que é até por isso que até hoje ela recebe muitas visitas, acho que o povo fica procurando alguém que gostou! Hahahhaha
    Depois que eu fui no encontro com a autora e ela explicou mais as intenções eu admirei ainda mais a história. Agora é esperar o filme!

    Beijos
    – Tami
    https://www.meuepilogo.com

  7. OI Priih! Eu li A Garota no Trem e adorei, mas já me avisaram que este livro é bem diferente. Eu tenho vontade de ler por ter gostado do outro, mas lerei com certa desconfiança. Leia o outro, quem sabe você aproveita melhor. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

  8. Oie,
    Adorei a sua resenha! Já li algumas resenhas sobre este livro e é muito ver diferentes pontos de vista sobre uma mesma obra. Ainda não li, mas ainda tenho interesse, mas pra frente. Você falou sobre A garota no trem, é um filme que de inicio eu queria muito assistir, mas acabou ficando para trás, você me relembrou dele.
    Beeeijoo!!!!

    Grazy Carneiro
    Meus Antídotos

  9. Oies! Esse livro costuma dividir bem as opiniões, rs Eu sou do time que amou, mas reconheço que a quantidade de perspectivas deixou o livro bem confuso, mas as temáticas e do mistério me prenderam bastante! ❤ Bjos da Cah!

  10. Pingback: TAG: James Bay Book Tag | Infinitas Vidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s