Resenha: Para Todos Os Garotos Que Já Amei – Jenny Han

Oi pessoal, tudo bem?

Hoje a dica é um romance muito fofinho que em breve estará também nas telonas: Para Todos Os Garotos Que Já Amei, da Jenny Han! ❤

capa para todos os garotos que ja amei.pngGaranta o seu!

Sinopse: Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

Lara Jean é uma garota doce e sonhadora. Romântica ao extremo, ela tem o hábito de escrever cartas para todos os garotos por quem já se apaixonou e guardá-las em uma caixa de chapéu. A protagonista vive com o pai e suas duas irmãs, Margot e Kitty (também conhecidas como “as irmãs Song”). Ela e Margot são melhores amigas, e Lara Jean se inspira na irmã mais velha para tudo. Porém, a protagonista tem um segredo doloroso: há anos ela é apaixonada por Josh, namorado de Margot e seu amigo de infância. Esse sentimento, há tanto tempo soterrado, vem à tona quando Margot e Josh terminam, devido à decisão da irmã Song mais velha de estudar fora do país. As coisas se complicam para Lara Jean quando acidentalmente seu segredo é exposto, e ela precisa consertar sua relação com Josh. Para isso, a solução mais rápida na qual consegue pensar é fingir ser namorada de Peter Kavinski – alvo de uma das suas cartas e o garoto mais popular da escola.

Para Todos Os Garotos Que Já Amei pode soar como mais uma comédia romântica na qual a menina nerd finge um relacionamento com o cara popular e, contra todas as chances, os dois acabam se apaixonando. Bom, de fato o livro é sobre isso. Mas o que conquista na obra de Jenny Han é a maneira como os personagens se relacionam e crescem juntos.

para todos os garotos que já amei jenny han.png

Lara Jean é uma personagem que não me conquistou muito nesse primeiro volume da trilogia. Sua constante mania de se autodepreciar e de se comparar com Margot foram muito irritantes pra mim. Mas ela é uma garota tão gentil e com um coração tão grande que eu entendi o motivo pelo qual as pessoas gostam dela. Josh é um cara legal, mas sem muito brilho. Na verdade, o encanto dele está muito mais nas recordações de Lara Jean a seu respeito do que em sua participação na trama. Quem realmente rouba a cena é o charmosíssimo Peter Kavinski. Ele topa fingir ser namorado de Lara Jean para dar o troco na ex, Genevieve, que o dispensou para ficar com outra pessoa.

Apesar de boa parte do relacionamento de Lara Jean e Peter ser fictício, a dinâmica entre eles é incrível. O mais bacana é que, aos poucos, cada um aprende a ceder um pouquinho, a se comprometer, a fazer parte da vida e do dia a dia um do outro. E não é disso que os relacionamentos são feitos? Com o passar do tempo, Lara Jean vai se tornando mais segura de si graças ao envolvimento com Peter, enquanto ele passa a apreciar cada vez mais a companhia e a personalidade caseira dela, tão diferente da dele. Esse crescimento dos dois é maravilhoso!

Jenny Han soube construir uma relação juvenil que nos deixa suspirando e lembrando de como era ser adolescente. Apesar de eu não ter me apaixonado por Lara Jean nesse volume, eu devorei o livro. Ele é gostoso de ler e traz uma sensação nostálgica e agradável enquanto aquece nossos corações. ❤ Para os fãs de romances bem fofos, é a obra ideal.

Título Original: To All the Boys I’ve Loved Before
Série: Para Todos Os Garotos Que Já Amei
Autor: Jenny Han
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 320
Gostou do livro? Então garanta seu exemplar aqui e ajude o Infinitas Vidas! ❤

Anúncios

37 comentários sobre “Resenha: Para Todos Os Garotos Que Já Amei – Jenny Han

  1. Oi Priih!
    Eu quero ler esse livro porque a Carol do “A Colecionadora de historias” o adora. Acho essas capas tão fofas ❤
    Ah, e sobre sua pergunta sobre o livro da Colleen, te digo que é triste pela situação apresentada. Mas o final é muito muito muito bom. Emociona, te deixa pensativa, é para chorar, mas é positivo e necessário.
    Espero que tenha te ajudado, rs. Leia que vale a pena!
    Beeeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/?m=1

  2. Oie Pri =)

    Essa é uma daquelas séries que todo mundo fala que é um amorzinho, mas eu fico meio assim de ler. Morro de curiosidade, pois a narrativa parece ser super fofa, só que ao mesmo tempo fico com medo de ser o mais do mesmo que já li. Mas assim que tiver oportunidade vou dar uma chance sim. Nem que seja por desencargo de consciência rs…

    Beijos ;**
    Ane Reis | Blog My Dear Library 

  3. Olha, eu tenho uma amiga que fala muito que quer ler esse livro, mas eu nunca tinha parado pra saber os detalhes da história. Que coisa fofo! Eu simplesmente ADORO quando os protagonistas têm que fingir um relacionamento, só pra depois se descobrirem apaixonado, hehe! Já quero conferir!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

  4. Olá,
    ah, realmente esse livro parece ser repleto de momentos bacanas que nos fazem recordar a adolescência haha, eu até curto isso, tirando os crush da época =x
    Eu tenho ele por aqui, mas quero comprar os outros dois pra emendar.
    Ansiosa para o filme tb!

    bjs
    Nana – Canto Cultzíneo

  5. Oláá Prih! Tudo bem?
    Ahh adorei a sua resenha, estou querendo muito ler esse livro! Gostei de saber a sua opinião sobre a protagonista, sinto que devo achar o mesmo que você pelo que falou.. mas o legal é ver esse relacionamento e crescimento dos personagens então né ^^
    e super feliz de ter ganhado o sorteiooo uhuul! obrigada!!
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

  6. Como assim esse livro vai virar filme e eu nem tava sabendo? Socorro! Quero ler há tempos e agora pelo jeito vou ter que correr com essa leitura hahah. Amei a resenha, foi a primeira que me fez entender direitinho do que o livro se trata, sério, e só me deixou mais louca pra ler porque adoro esse estilinho mais comédia romântica, sabe? ❤
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

  7. Eu to com um livro dessa série aqui em casa, que ganhei, acho que é o segundo ou terceiro, mas ainda nao consegui comprar esse primeiro. A cada resenha que leio fico ainda mais interessada, pelo que você falou tem grandes de que eu goste muito do livro. Quero ler logo antes de virar filme, rs.

  8. Oi, Priih.
    Parece o mesmo tipo de história que se vê em alguns livros e filmes, mas certamente tem suas particularidades e acredito que é um bom livro para ler, bem fácil, divertido, “fofo” e romântico.
    Achei interessante a protagonista escrever cartas para amores platônicos, pelo menos foi isso que entendi, pois não são ex-namorados.
    E o vazamento das cartas deixa as coisas mais interessantes ainda.
    Bela resenha.
    Abraços.

  9. Eu já tinha lido algumas resenhas desse livro, mas não sabia que ia para as telonas esse ano… rs Eu gosto de histórias desse tipo, embora já tenha ficado meio assim pelo fato da menina ficar se menosprezando quase que o tempo inteiro… rs Quem sabe um dia eu leia… Bjks!

    Mundinho da Hanna

  10. Pingback: Resenha: P. S.: Ainda Amo Você – Jenny Han | Infinitas Vidas

  11. Pingback: Resenha: Agora e Para Sempre, Lara Jean – Jenny Han | Infinitas Vidas

  12. Pingback: Review: Para Todos Os Garotos Que Já Amei | Infinitas Vidas

  13. Pingback: TAG: James Bay Book Tag | Infinitas Vidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s