Dica de Série: One Day at a Time

Oi pessoal, tudo bem?

Fazia tempo que eu não indicava séries por aqui, né? Então hoje decidi falar sobre uma sitcom que ganhou meu coração e se tornou uma das minhas dramédias favoritas: One Day at a Time! A segunda temporada estreou no mês passado na Netflix, então dá pra fazer uma bela maratona, hein? 😉

one day at a time poster.png

Sinopse: Na nova versão do clássico da TV sobre uma família de imigrantes cubanos, a mãe recém-divorciada e a avó careta criam uma adolescente e um pré-adolescente.

One Day at a Time, como toda boa sitcom, traz o dia a dia da família cubana Alvarez, composta por Penelope (a mãe da família, uma ex-veterana do exército americano), Lydia (a Abuelita) e os irmãos Elena (uma adolescente nerd, feminista e politicamente engajada) e Alex (o xodó da Abuelita e um garoto bem popular e descolado na escola). Penelope cria os filhos junto com sua mãe desde que se separou do ex-marido, Victor, e também conta com o apoio e amizade de Schneider, o dono do prédio em que eles moram. Ao longo dos episódios, vamos conhecendo cada vez mais esses personagens cativantes, nos emocionando com suas histórias e morrendo de rir com cada episódio.

one day at a time.png

A série traz o orgulho latino com muita força. Lydia teve que fugir de Cuba muito jovem, deixando família e amigos para trás. Sempre que ela fala de sua terra natal, temos duas reações: gargalhadas (sério, ela é muito dramática e afetada, e igualmente maravilhosa) ou lágrimas. As histórias da Abuelita sobre o que passou desde que saiu de casa são emocionantes e refletem a história de diversos imigrantes que sofrem diariamente com a saudade – mas também com o preconceito. A segunda temporada traz esse tema com mais força, fazendo críticas mordazes ao governo segregacionista de Trump.

one day at a time lydia.png

Penelope, a protagonista, é um grande exemplo de mulher forte e determinada. Trabalhando como enfermeira, Lupe (como Lydia a chama) precisa lidar com dois filhos adolescentes, uma mãe um tanto controladora e também seus próprios fantasmas do passado: a personagem sofre de Transtorno do Estresse Pós-Traumático, ansiedade e depressão. Todos esses detalhes são trabalhados de forma impecável na série, com seriedade e responsabilidade – ainda que One Day at a Time seja uma série de comédia. Porém, Penelope não se resume a seus transtornos: ela é uma mulher batalhadora, com personalidade e desejos próprios.

one day at a time penelope.png

Elena e Alex são ótimos personagens, cada um com seu jeitinho. Elena até pode ser um pouco irritante em sua teimosia, mas sua força de vontade e sua consciência coletiva são admiráveis. Já Alex é um garoto com ótimo coração, mas um jeitinho malandro que conquista qualquer um. Também tenho que elogiar Schneider que é praticamente membro da família e Dr. Berkowitz, chefe de Penelope que tem um crush fortíssimo em Lydia. Ambos proporcionam cenas engraçadíssimas!

one day at a time 4.png

One Day at a Time ainda traz com sensibilidade a questão da homossexualidade, da aceitação e do preconceito familiar. Não vou me prolongar nesse assunto para não dar nenhum spoiler, mas a maneira com a qual a série lida com a descoberta da sexualidade é muito real (em sua doçura e em suas dores). Os transtornos psicológicos também são abordados com excelência e – na medida do possível – leveza. A série exibe de maneira clara muito do que pessoas que enfrentam doenças como ansiedade e depressão sentem, mas sem cair na cilada de romantizar essas questões..

one day at a time 7.png

Em suma, essa é uma série que te faz rir, mas também te faz pensar, chorar e sentir. Com atuações maravilhosas (Abuelita, te amo) e um enredo impecável, cada segundo de One Day at a Time é recompensador. Ela entrou pra minha listinha de séries favoritas e eu recomendo com todas as forças! ❤

Título original: One Day at a Time
Ano de lançamento: 2017
Criadores: Gloria Calderon Kellett, Mike Royce
Elenco: Justina Machado, Rita Moreno, Isabella Gomez, Marcel Ruiz, Todd Grinnell, Stephen Tobolowsky

Anúncios

20 comentários sobre “Dica de Série: One Day at a Time

  1. Oi, Priih

    O fato de eu não assinar a Netflix me deixa muito por fora das coisas bacanas, mas com minha internet péssima fica difícil assinar, não vale a pena, sabe? Já pedi a senha do meu cunhado e tentei, mas a imagem fica toda ruim, parece até streaming CAM! hahahahaha
    Mas a NET chegou por aqui e estou só esperando acabar a carência do meu plano com a Oi para mudar, aí terem 35MB para ser feliz!

    Eu acho a proposta da série ótima, adoro essa pegada latina e fico muito satisfeita por ser uma série que exalta isso!

    Beijos
    – Tami
    http://www.meuepilogo.com

  2. Oi, Priih! Eu comecei a assistir essa série, pq eu tinha acabado o último ep de Friends e queria ver mais série com episódios pequenos, que tivesse comédia e tudo o mais. Mas confesso que acabei abandonando. Não curti muito, talvez por ter muita expectativa. Mas quem sabe um dia eu anime e retorne a assistir, né?!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

  3. Pingback: Dica de Série: Brooklyn Nine-Nine | Infinitas Vidas

  4. Pingback: Meus favoritos de 2017 | Infinitas Vidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s