Review: Moana: Um Mar de Aventuras

Oi pessoal, tudo bem?

Moana: Um Mar de Aventuras finalmente chegou aos cinemas em janeiro, e eu fui correndo conferir! Estava super ansiosa pra assistir ao novo filme da Disney e ver de perto a primeira princesa ondulada (lógico que rolou identificação capilar hahaha!) ❤

moana poster.png

Sinopse: Moana Waialiki é uma corajosa jovem, filha do chefe de uma tribo na Oceania, vinda de uma longa linhagem de navegadores. Querendo descobrir mais sobre seu passado e ajudar a família, ela resolve partir em busca de seus ancestrais, habitantes de uma ilha mítica que ninguém sabe onde é. Acompanhada pelo lendário semideus Maui, Moana começa sua jornada em mar aberto, onde enfrenta terríveis criaturas marinhas e descobre histórias do submundo.

Moana é a filha do chefe de uma tribo polinésia da ilha de Moto Nui e, desde pequena, espera-se que a garota siga os passos do pai e guie seu povo em uma vida tranquila na ilha em que vivem. Contudo, ainda na infância, Moana foi escolhida pelo oceano para cumprir uma missão: devolver o coração roubado de Te Fiti, uma deusa com o poder de criar a vida. Maui, o semideus, foi o responsável pelo roubo, e agora todas as ilhas criadas pela deusa estão perecendo. Moana, após descobrir que essa antiga história é real e incentivada pela sua avó, Tala (que conhece a neta como ninguém), parte rumo ao oceano no intuito de encontrar Maui e fazê-lo devolver o coração de Te Fiti.

moana 4.png

De forma muito resumida, esse é o eixo central do enredo do longa. Entretanto, diversos outros temas são abordados no filme: o rompimento com a tradição, a busca pela própria essência, a independência e a determinação na busca por um objetivo. Moana é uma personagem que ama sua família e seu povo e, justamente por isso, quer atender às expectativas que colocaram sobre ela. Porém, ela também não consegue ignorar quem ela realmente é – uma exploradora, com ambição para ir além e descobrir o que há depois do horizonte.

moana.png

Moana é um filme bastante feminista. Temos uma protagonista forte e determinada que rompe com diversos padrões de beleza e não precisa ser salva por homem algum. O que me leva a comentar outro aspecto bacana do filme: a falta de um par romântico. Moana encontra Maui e, depois de algumas desavenças, os dois passam a se respeitar e gostar um do outro. Como amigos! E isso é muito bacana, por dois motivos: 1) Moana é perfeitamente segura de si e totalmente independente, não precisando de um par romântico para se manter motivada ou realizar seus objetivos; e 2) o filme mostra que é normal haver amizade entre homens e mulheres, sem que isso seja levado para um sentido romântico.

moana 3.png

Por último, mas não menos importante: a trilha sonora e a arte do filme são fantásticas! ❤ As músicas são maravilhosas e muitas delas têm uma vibe “típica”, o que auxilia muito na ambientação do filme. A arte também é um show à parte: é impossível não se encantar pelo movimento dos cabelos da Moana e pelo mar azul e cristalino representado no filme.

moana 5.png

Com protagonistas fortes e cheios de personalidade, coadjuvantes super engraçados, uma história envolvente e uma pegada feminista, Moana: Um Mar de Aventuras é uma animação necessária. Aos poucos os padrões estão mudando e paradigmas estão sendo quebrados e eu, como fã incondicional da Disney e de animações, não poderia estar mais feliz. ❤ Amei esse filme e recomendo demais! 😉

Título original: Moana
Ano de lançamento: 2017
Direção: John Musker, Ron Clements
Elenco: Auli’i Cravalho, Dwayne Johnson, Rachel House, Temuera Morrison, Nicole Scherzinger, Jemaine Clement, Alan Tudyk

Anúncios

33 comentários sobre “Review: Moana: Um Mar de Aventuras

  1. Oi, Priih

    Eu não gosto mais de animações, mas essa é tão fora da caixinha que dá até vontade de ver. Só de não ter um príncipe e uma princesa que precisa ser salva ou que está em busca do amor verdadeiro já é um baita avanço. Espero que eles sigam essa linha. A gente precisa de amor, claro, mas nossa vida não pode girar ao redor disso.
    Adorei a caracterização (se é que posso falar assim) da Moana. Toda linda!

    Beijo
    – Tami
    http://www.meuepilogo.com

  2. Oi, Priih.
    Tinha uma ideia bem diferente desse filme.
    Não pretendia nem ver, mas sua resenha me deixou bem animado pra vê-lo.
    Parece muito bom e diferente das tradicionais animações, em especial por não ter par romântico.
    Abraço.

  3. Oi Priih,

    Esse filme é muito amorzinho e cheio de reflexões interessantes tanto pras crianças quanto pros adultos. O que mais gostei foi da etnia dos personagens e de ter pessoas tatuadas nos filme. Uma coisa tão simples, mas que pra desenho causa um certo

    Bjs, @dnisin
    http://www.sejacult.com.br

  4. Oi, Priih!
    O que é esse mar? Coisa mais linda! Tanto capricho! Eu tô adorando essa nova protagonista da Disney, tão fora dos padrões que estamos acostumados. Ótimo que as meninas de hoje tenham uma gama maior de personagens femininos servindo como inspiração. Ainda não vi o filme e gostei de alguns pontos que você citou que eu ainda não tinha lido em outras opiniões, como a amizade entre homem e mulher.

    Beijos, Entre Aspas

  5. Estou louca para assistir este filme! Só pelos trailers já sou apaixonada! Como você falou, acredito que seja uma animação necessária, afinal, está na hora da disney mostrar para as crianças não só o romance, mas a busca pela própria identidade sem ter um par romântico nisso, mas sim, um amigo!

  6. Oi, Priih! Tudo bem?
    Essa é minha primeira vez aqui e adorei esse post. Já li várias resenhas sobre esse filme e todo mundo diz que ele é bem feminista, Eu estou com muita vontade de assistir e acredito que eu vá adorar. A arte parece estar realmente linda!!
    Beijos,

    versosenotas.blogspot.com.br

  7. Ooi Priih, tudo bom??
    Ainda não assisti mas já estou apaixonada, tem como não gostar de um filme feminista que mostra que as meninas não precisam de um par romântico para ter um “final feliz”, pode ser só um amigo \o/
    E as músicas lindas, já amo ❤
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

  8. Hum…iria adorar ver o filme da Moana. Ela parece ser tão fofa.. tipo adorei saber que o filme te, esse toque feminista, que a personagem é forte e que trata amizade entre homens e mulheres de forma natural. Gosto de filme com boas trilhas sonoras.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

  9. Oi Priih, sua linda, tudo bem?
    Estive doente esses dias, peço desculpas pelo sumiço. Estou gostando muito dessa nova tendência da Disney em trazer personagens femininas fortes, quebrando algumas regras de animações clássicas. Gostei muito também que não haja romance e sim amizade, é tão difícil isso acontecer e acho lindo. Estou louca para ver!!! Sua crítica ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

  10. Oie Pri =)

    Eu ai assistir esse filme, mas você que também trabalha em agência sabe que temos horário para entrar, mas nunca para sair rs… Acabou que não consegui assistir ele e agora vou ter que esperar sair no Now =/

    Estou doida para ver, pois só leio coisas maravilhosas sobre Moana. Acho que finalmente a Disney está entendendo que uma história não precisa necessariamente ter um romance clichê para emocionar e ser bonita.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

  11. Oi, Priih, tudo bem?

    Esse mês de janeiro foi uma correria pra mim, pois estava sempre na casa de familiares… Enfim, só consegui assistir um filme no cine: Minha Mãe é Uma Peça 2, amei!! Já estava doida pra assistir Moana, agora então estou mais ainda! As imagens são simplesmente MARAVILHOSAS! Esse mar azulzinho… Associei sua resenha a dois filmes: Pocahontas e Detona Ralph. Primeiro, pela paixão pelo seu povo, segundo pela amizade entre os protagonistas. Amo a Disney, e mal posso esperar pra assistir esse! E meniinaaa, são dos mesmo criadores de Zootopia :O Amoooo!!! Beijos,

    http://www.estranhoscomoeu.com

  12. Oi Priih!
    Eu não sei, aparte grafica do filme, persongens, cenarios, tudo está muito bom, mas eu acho que a Disney/Pixar estpa pecando muito no deenvolvimento da historia e das personagens. Em Moana mesmo eu não consegui me identificar, nem com a protagonista, tão pouco com os personagens secundários…
    bjos LP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s