Resenha: Anexos – Rainbow Rowell

Oi pessoal, tudo bem?

Hoje trago pra vocês minhas impressões sobre o primeiro livro que li da Rainbow Rowell: Anexos!

anexos-rainbow-rowell

Sinopse: Beth Fremont e Jennifer Scribner-Snyder sabem que alguém está monitorando seus e-mails de trabalho. (Todo mundo na redação sabe. É política da empresa.) Mas elas não conseguem levar isso tão a sério, e continuam trocando e-mails intermináveis e infinitamente hilariantes, discutindo cada aspecto de suas vidas. Enquanto isso, Lincoln O’Neill não consegue acreditar que este é agora o seu trabalho ler os e-mails de outras pessoas. Quando ele se candidatou para ser agente de segurança da internet, se imaginou construindo firewalls e desmascarando hackers e não escrevendo um relatório toda vez que uma mensagem esportiva vinha acompanhada de uma piada suja. Quando Lincoln se depara com as mensagens de Beth e Jennifer, ele sabe que deveria denunciá-las. Mas ele não consegue deixar de se divertir e se cativar por suas histórias. No momento em que Lincoln percebe que está se apaixonando por Beth, é tarde demais para se apresentar. Afinal, o que ele diria…?

Desde que li @mor, do Daniel Glattauer, eu passei a curtir muito livros cuja narrativa envolvem cartas, e-mails, trocas de mensagens, e por aí vai. Por isso, escolhi conhecer a escrita de Rainbow Rowell (autora super elogiada na blogosfera) por meio de Anexos, que tem parte de sua história contada em e-mails. O livro se divide em duas narrativas: na primeira acompanhamos a troca de mensagens entre Beth e Jennifer, duas amigas que trabalham no mesmo jornal, o The Courier; na segunda, acompanhamos a rotina de Lincoln, um técnico de informática contratado pelo jornal para ler e acompanhar todos os e-mails, a fim de enviar advertências para os funcionários que utilizarem a ferramenta de modo não profissional. Porém, ao ler as divertidas mensagens que Beth e Jennifer enviam uma para a outra, Lincoln começa a se afeiçoar a elas, decide não enviar nenhuma advertência e passa a acompanhar todas as conversas como um espectador. O problema real se dá quando Lincoln se apaixona por Beth, já que ele jamais poderia contar a verdade a ela (afinal, seria bem creepy).

Bom, a premissa do livro parece super leve e divertida: o cara da TI atrapalhado se apaixona pela mulher inatingível de uma maneira doida. Praticamente um filme da Sessão da Tarde, né? Pois é, eu gosto de romances assim, costumam me fazer rir e acho que são uma ótima maneira de passar o tempo. De fato, era super gostoso acompanhar as conversas de Beth e Jennifer e eu entendo porque Lincoln quis continuar lendo suas mensagens: as duas são engraçadas, carismáticas e cheias de personalidade. Jennifer é casada, mas morre de medo de ser mães; Beth namora desde a faculdade, mora com o namorado e sonha em se casar, mas Chris (seu namorado) está mais preocupado com a sua banda e seu sonho de ser rockstar. Ou seja, não faltam desabafos e comentários interessantes nas conversas das duas. O grande problema do livro tem nome: Lincoln.

Lincoln seria o tipo de personagem pra quem eu torceria e por quem eu me afeiçoaria: ele é o típico good guy. O problema é que, lendo os capítulos narrados pela perspectiva dele, é impossível não pensar que ele é um loser. Ele é assombrado pelo fracasso de sua única experiência amorosa (foi traído pela ex, seu primeiro amor), mora com a mãe, não tem a menor ambição de sair de casa e é extremamente acomodado na vida. Ele odeia trabalhar à noite vigiando os e-mails do jornal, mas ainda assim não busca outro emprego. Ele se incomoda com a mãe dando pitaco sobre tudo, mas ainda assim acha conveniente morar na casa dela. Toda a narrativa dele é arrastada, cheia de autopiedade e estagnação, o que fez eu não curtir o personagem do início ao fim por puro cansaço.

Um dos pontos positivos do livro foi que todos os personagens tiveram evolução. Tanto Jennifer quanto Beth passaram por situações difíceis ao longo da história e tiveram coragem para tomar as decisões necessárias. Lincoln, ao “conviver” com as garotas, também se transformou, tornando-se alguém mais corajoso e dono da própria vida. Gosto de ver personagens que melhoram ao longo do enredo e, nesse caso, me senti “recompensada” pela paciência que dediquei a essa leitura. Outro aspecto positivo foram os companheiros de RPG de Lincoln: são aqueles amigos divertidos que todo mundo adoraria ter. 🙂

Anexos não foi um livro que fez eu me apaixonar por Rainbow Rowell e fiquei um tanto decepcionada, considerando os elogios que a autora recebe. A leitura tinha momentos ótimos (em especial nos capítulos de Jennifer e Beth), mas sempre que o ponto de vista era focado em Lincoln eu me sentia extremamente cansada e entediada. Acredito que foram páginas demais pra uma história relativamente simples. Eu não leria mais nada da autora, mas ganhei Eleanor & Park de presente e resolvi dar uma segunda chance (ainda bem, tô adorando!). Em suma, Anexos não foi uma leitura ruim, mas também não foi nem um pouco memorável.

Título Original: Attachments
Autor: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Número de páginas: 368

Anúncios

14 comentários sobre “Resenha: Anexos – Rainbow Rowell

  1. Oi Priih!
    Tenho uma amiga que amou esse livro e vive me indicando! Da Rainbow eu só li Eleanor & Park (que achei muito bom) e pretendo sim ler os outros livros dela. Não sei se gosto dessa temática dos emails, nunca li nenhum livro assim, mas tanto Anexos quanto @mor estão na minha lista, rs.
    Só fiquei com um pouquinho de receio do Lincoln agora… Talvez eu n o curta tbm XD
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

  2. A própria trama de evolução já soa como um RPG (entendedores entenderão)
    Oi Priih!
    Bonitas fotos de Insta!
    Acho que meus prolemas com novas leituras já é bem evidente pra quem me conhece a mais de 3 semanas, por mais que tenha gostado da resenha e que a perspetiva de narração da história seja no minimo, diferente acho dificil eu acrescentar esse em particular, tendo em vista que nem cheguei a ler Garota Exemplar que esta na minha lista desde o ano passado…
    Mas para não soar totalmente vazio nessas linhas eu vou perguntar: Viu o utlimo trailer de Animais Fantásticos?
    bjos LP
    quatroselos.blogspot.com

  3. Que pena que este livro não te ganhou… Eu já li dois outros livros da autora, mas esse ainda está na estante para ser lido.
    Bem, pelo menos agora sei o que não esperar. Mas acho realmente difícil eu não gostar, pois os dois primeiros me encantaram muito!!

    Adorei a resenha!!

    Bjksssss

  4. Oiii Prih

    Confesso que tenho medo da Rainbow Roweel, é uma autora tão elogiada e recomendada que eu evito ler seus livros, exatamente por conta da tal das expectativas. Já li resenhas bem honestas de pessoas que confio dizendo que Raibow é muito boa, mas seus livros podem ou não agradar. Já tive uma decepção danada com outro autor queridinho, John Green….rsrs. Tenho certeza que em algum momento vou ler algum livro da Rowell, mas no momento suas histórias ainda não me atraem o suficiente.

    Obrigada pela resenha sincera

    Beijos

  5. Oi, Priih.
    Puxa, essa autora é mesmo muito elogiada na blogosfera e eu estava bem curioso para ler algum dos livros da autora.
    E esse livro tinha tudo para ser muito bom pra o meu gosto, mas eu acredito que ficaria entediado com essas partes sobre o Lincoln também. 😦
    Então aparentemente faltou alguma coisa pro livro agradar mais, como um personagem masculino mais forte e determinado.
    Abraços.
    http://diegomorais18.blogspot.com/

  6. Oi Priih! Achei interessante a ideia de “Anexos”, misturar a uma narrativa tradicional com a troca de mensagens tão corriqueira nos dias de hoje pode produzir um texto muito gostoso de ler, um texto com o qual podemos nos identificar bastante. Fiquei rindo de mim para mim mesma imaginando aqui o Lincoln se apaixonando pela Beth ai veio a revelação da personalidade e realidade dele e comecei a fazer careta aqui argh e no fim você resgatou bravamente minha vontade de ler o livro gerada pelo primeiro paragrafo \o/ hahah \o/ Uma vida em uma resenha \o/

    O bom de uma resenha assim bem feita, onde altos e baixos da leitura são bem colocados é que ajustamos bem nossas espectativas com a leitura e vamos a ela de uma forma mais esperta, sabendo o que esperar.

    Ah, quanto a “Eleanor & Park” é uma leitura que quero muito fazer faz tempo.

    Pandora
    O que tem na nossa estante

  7. Acho que você começou pelo livro errado, Prih. Leia Fangirl ou Eleanor & Park da Rainbow. Com certeza sua opinião sobre as histórias da autora vai mudar, pode apostar!
    Eu mesma comecei a ler Anexos, travei e deixei de lado. Ainda tá lá parado na estante. Um dia pretendo retornar à leitura, mas tive a mesma impressão que você. Uma narrativa meio arrastada e uma quantidade excessiva de páginas pra história em questão.
    Mas sério mesmo, acho que você vai gostar dos outros, principalmente de Fangirl!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

  8. Oi, Priih! Tudo bem??
    Eu também li Eleanor e Park e ainda bem que esse foi o primeiro livro da autora que li, porque se tivesse sido Anexos pode ser que eu quisesse mais ler nenhum livro dela. Dei Anexos de presente para uma amiga e ela falou a mesma coisa que você. A história é bem simples para tantas páginas e também não há nenhum ponto tão arrebatador. Maaaas, deve servir para distrair. O romance é bem levinho rsrs Beijos,

    http://www.estranhoscomoeu.com

  9. Olá, Priih.
    Eu só li um livro da autora, FanGirl e é o que é considerado o mais fraco dela. E confesso que amei o livro, cheguei a ler mais de 300 páginas em um dia. Esse eu acho que não leria. Eu não gosto de pessoas assim que só sabem reclamar mas não faz nada para mudar a situação.

    Blog Prefácio

  10. Pingback: Resenha: Eleanor & Park – Rainbow Rowell | Infinitas Vidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s