Dica de Série: Orange is the New Black

Oi gente, tudo bem?

Hoje eu resolvi falar sobre a melhor série a que assisti esse ano e que já entrou pras queridinhas do meu coração: Orange is the New Black! ❤

oitnb poster

Sinopse: Orange is the New Black baseia-se na história real de Piper Chapman, uma mulher cuja vida aparentemente perfeita é virada de cabeça para baixo, quando deve cumprir pena em um presídio feminino por crime de tráfico de drogas cometido há anos.

Pra vocês terem uma ideia, eu assisti às três primeiras temporadas de OITNB (vamos abreviar pra ficar mais fácil, né?) nas minhas férias, ou seja, em 15 dias. Cada temporada tem 13 episódios e cada um deles dura entre 50 e 60 minutos (com season finales mais longas). Ou seja, já deu pra notar que vicia MESMO, né? 😛

piper e alex oitnb

Na primeira temporada somos apresentados a Piper Chapman, uma mulher de classe média que tem sua vida perfeita assombrada por um erro do passado: ela é condenada a 13 meses de prisão por tráfico internacional de drogas, crime cometido na época em que Piper estava com sua ex-namorada, Alex Vause. O início da série tem uma pegada de comédia bem evidente, principalmente porque vemos como Piper é atrapalhada e não tem noção nenhuma da realidade fora da sua bolha. Vemos muitos estereótipos raciais e de classe, principalmente porque nesse primeiro momento nosso contato maior é com a visão da protagonista acerca dos tipos que fazem parte da prisão feminina de segurança mínima de Litchfield. Porém, um dos pontos fortes da série é que com o tempo essa visão vai mudando, nós (e Piper) vamos conhecendo a história de cada uma das detentas e passamos a nutrir sentimentos por elas, que vão da raiva ao carinho e à empatia.

oitnb

Vale mencionar que as personagens e seus desenvolvimentos são uma das melhores coisas que já vi em uma série. Poucas produções se comparam a OITNB no que diz respeito a diversidade, complexidade, desenvolvimento, aprofundamento e ambiguidade. Vou dar um exemplo pra ilustrar: na primeira temporada eu detestava Dogget, uma fanática religiosa que pregava palavras de ódio contra boa parte de suas colegas de prisão; na quarta temporada, contudo, ela se tornou uma das minhas personagens favoritas. O desenvolvimento e o crescimento dela são tão evidentes que eu só conseguia ficar impressionada ao perceber o quanto Doggett evoluiu. Outra das minhas personagens favoritas (essa, porém, desde o início da série) é Poussey Washington. Ela é uma personagem incrivelmente doce e é a dona do sorriso mais encantador de todos, apenas isso! Hahaha! ❤

doggett e boo oitnb

É engraçado dizer, mas a Piper é uma das menores coisas de OITNB. Apesar da primeira temporada ser totalmente focada nela, a partir da segunda o enredo passa a explorar as outras prisioneiras e também a vida dos guardas que trabalham em Litchfield. Aliás, a própria prisão pode ser considerada um personagem importante, pois mudanças bruscas vão acontecendo no seu funcionamento que mudam totalmente o clima e o dia a dia das mulheres que vivem lá.

abdulla e cindy oitnb

Outro aspecto interessante de OITNB é que podemos ver dois sistemas totalmente diferentes funcionando em paralelo: o sistema prisional, sua burocracia, a falta de pessoas que se preocupem com o bem-estar das detentas e que pensem nela como seres humanos com necessidades, a corrupção; e o sistema das próprias mulheres de Litchfield, que investem em trocas, favores, monetização de serviços (como Sophia Burset e seu salão de beleza) em troca de crédito na lojinha oficial da prisão e contrabando. É bem interessante ver como as coisas funcionam por dentro e por fora, mas em diversos momentos essa perspectiva nos faz sentir impotentes a respeito do que acontece na prisão.

oitnb 2

Orange Is The New Black ganhou meu coração em tantos sentidos que fica até difícil tentar explicar! A série traz tantas quebras de paradigma, tanta versatilidade, tanta diversidade – étnica, sexual, social -, que é impossível não refletir e não ser tocado pelas histórias que presenciamos. É uma série feminista, que mostra mulheres reais e a misoginia presente em diversas camadas do sistema. Além disso, a todo momento levamos um “tapa na cara” em nossos preconceitos, o que torna OITNB simplesmente genial. Aos poucos, aquela visão que temos, principalmente pelo ponto de vista de Piper, de que as personagens são “criminosas pagando pelo que fizeram” vai mudando para “elas são humanas, elas passaram por muitas dificuldades, as coisas são muito mais complicadas do que parecem”, sabem? Até a abertura é incrível! Enfim, gente, essa série é toda maravilhosa. Ela se tornou uma das minhas favoritas e eu garanto que vocês não vão se arrepender se derem uma chance a ela! ❤ Recomendo MUITO!

Título original: Orange Is The New Black
Ano de lançamento: 2013
Criadora: Jenji Kohan
Elenco: Taylor Schilling, Laura Prepon, Uzo Aduba, Danielle Brooks, Samira Wiley, Taryn Manning, Laverne Cox, Kate Mulgrew, Nick Sandow

Anúncios

34 comentários sobre “Dica de Série: Orange is the New Black

  1. Oi, Priih.
    Puxa, que resenha legal.
    Já tinha ouvido falar desse seriado e coisas muito boas.
    Você reforçou ainda mais a minha curiosidade para ver essa série.
    São tantas que quero ver e as suas indicações aumentam a lista haha.
    O tema é muito interessante, o funcionamento de uma prisão feminina por diversos ângulos.
    Abraço.

  2. Essa série é maravilhosa! Eu tinha uma certa resistência e preconceito justamente porque “todo mundo gosta”, mas um dia comecei a ver e não parei mais. Já estou na terceira temporada e vendo devagarinho pra não acabar logo hehehe Gosto de praticamente todas as presas ❤

  3. Oi Priih, sua linda, tudo bem?
    Eu já vi várias críticas dessa série, todas elogiado, mas o seu texto foi o melhor que li, nossa muito bem escrito e sua análise está muito bem argumentada. Apesar de sermos contra o que elas fizeram para estarem ali, não tem como não criar empatia, são seres humanos, e acredito que a vida de todas elas deve ser difícil e pelo o que disse, acho que a série nos ganha dessa forma. Obrigada pela dica!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

  4. Oii Priih, tudo bem?
    Eu não assisto muitas séries, então ainda não vi essa.
    Na verdade ela nunca havia chamado a minha atenção, mas depois desta postagem, como não querer ver? Falou em feminismo? Tô dentro ahhahah Quebra de preconceitos? Já quero. Tapa na nossa cara? É comigo!
    Estou terminando de ver uma e vou começar essa =D
    Valeu por essa dica e postagem maravilhosa ❤
    Beijoooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

  5. Olá, Priih.

    Eu li o livro depois de muita insistência por parte do meu irmão e simplesmente amei.
    Semana passada fui ver o primeiro episódio da série e infelizmente não me prendeu, talvez seja
    porque estava estressada rsrs
    Depois da sua dica vou dar uma nova chance e tentar ver mais alguns episódios.

    Cabine de cara nova:
    http://cabinedeleitura.com.br

  6. Olá, Priih.
    Eu tenho uma amiga que vive insistindo para que eu assista essa série. Ela diz que ninguém que ela conhece assiste e ela quer comentar com alguém hehe. Eu estou bem atrasada com as séries que eu assisto, por isso não vou começar a assistir mais uma para acumular, mas quando der vou conferir com certeza.

    Blog Prefácio

  7. Realmente OITNB é uma serie sensacional, a forma com que as personagens são trabalhadas e como elas crescem é fantastico. É muito engraçado, por exemplo, pegar a Piper no primeiro episodio da série e compara-la a Piper do último episodio da primeira temporada, parecem pessoas completamente diferentes. E essas mudanças acontecem de forma tão natural que a gente nem percebe. Adorei o post

    Abraços

    {Des}Construindo o verbo – http://goo.gl/OD9jWM

  8. Oi, Priih! Tudo bem???
    Menina, isso me lembrou de uma coisa kkkkkk Já vi um pessoal dizendo que tinha vontade de ir preso só por causa da série kkk Gente, olha só o que esses seriados não faz com a gente kkk Igual ao How To Get Away With Murder, povão doido pra fazer direito haha Ai, ai… Mas achei muito legal a proposta de OITNB, só que preciso colocar minhas séries em dias. Tá difíiiiicil hahah Bjs,

    http://www.estranhoscomoeu.com
    PROMOÇÃO ROLANDO –> http://estranhoscomoeu.com/2016/07/28/concurso-cultural-ganhe-um-livro-de-jamie-mcguire/

  9. Oi, Pri! Tudo bem, linda?
    Olha eu morro de preguiça de ver série, mas assisti à primeira temporada de OITNB todinha e com prazer. Amei, amei a série, mas não continuei. Não porque não estava gostando, mas porque tenho problemas em ficar preso à séries mesmo.

    Orange me lembra a série OZ (prisioneiros homens), passou há muito tempo no SBT, só que ainda acho melhor.

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    http://www.blogvidaeletras.blogspot.com

  10. Eu comecei assistir Orange is the new black ano passado e confesso que sofri muito com a demora da netflix para lançar a temporada. Enfim, eu adoro a série pois ela tem um conteúdo incrível, além de se passar dentro de um presidio com muitas e muitas mulheres, ou seja, a mulher meio que domina o campo da série (mesmo que tenha os policiais, diretores e tudo mais de homens). A Piper é uma maravilhosa mesmo, adorava ela com a Alex, no começo, depois comecei a enxergar outros casais e larguei elas duas um pouco. A postagem ficou tão maravilhosa, eu adorei ler cada pedacinho ♥

    lua do mar ☾♡☽

  11. Nossa, desde que foi lançada esta séria só li pontos positivos sobre ela, mas a sua resenha, seu ponto de vista, os detalhes foi a melhor de todas. Realmente depois de conhecer mais a fundo sobre a história, a curiosidade e a vontade em assistir só aumentou 🙂
    Adorei a dica! ❤

    bjs

    http://www.tpmbasica.com.br
    youtube.com/tpmbasica

  12. Oie Pri =)

    Essa é uma daquelas séries da qual todo mundo fala super bem, mas eu não tenho curiosidade em assistir.

    Tipo, por mais elogios que eu leia a premissa dela não me chama a atenção, sabe? Quem sabe mais para frente eu resolva dar uma chance para ela ^^

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
    @mydearlibrary

  13. Oi, Priih

    Menina, eu já tive muita vontade de assistir OITNB, mas há algum tempinho, eu estava na casa da minha irmã sem fazer nada e resolvi colocar o primeiro episódio para dar uma conferida… não curti muito não. Achei rápido demais, sei lá. Sei que não posso julgar a série toda através de um único episódio, mas vou adiar mais um pouquinho.

    Ahhhh, acabou que eu esqueci de te falar sobre o final de O Vilarejo. Menina, vc lembra que no final do livro tem a foto da velha, dona dos diários, né? Lembra que na foto a velha tem uma mancha na cara? Lembra que uma das irmãs tinha uma mancha na cara? Pois então… 😉

  14. Olha, acho que vício em série é pior que droga. Quando comecei a assistir The Vampire Diaries, lá pra dezembro, já tava na sétima temporada. Passei o Natal comendo peru e sonhando com sangue e vampiros né. Loucura. Só ouço elogios pra Orange is the new black mas ainda não arranjei tempo pra assistir. Adorei a sua resenha, preciso agendar uma data pra maratonar e esquecerem que eu existo também hahahah

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

  15. Priiiih do céu! Tudo bom querida?
    Todo mundo falando bem dessa séie e realmente eu não fui atrás pra baixar (não to vendo NADA)
    me da um desconto que esse ano de tcc ta hard 😦 não to conseguindo nem colocar uma enquanto as outras estao de ferias KKKKK ai estou preferindo a leitura quand nao ao sonoKKK
    mas depois dessa postagem super recheada de motivos para assistir e deixar pr-econceitos de lado eu me proponho a assistir o pilot… 😀
    Não sei quando mas assistirei HEHEHEHEHEH
    ixe KKKKKK
    e eu que tenho crush no job…. isso nao presta KKK mas casos da vida ne?
    adoro suas dicas menina ❤
    um otimo final de semana viu?
    Um beijo!
    Pâm – http://www.interruptedreamer.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s