Review: No Coração do Mar

Oi gente, tudo bem?

Para o post de hoje, eu trouxe um review de um dos filmes que assisti em dezembro: No Coração do Mar! 🙂

filme no coração do mar

Sinopse: Inverno de 1820. O navio baleeiro Essex parte em busca de óleo de baleia. O navio é liderado pelo nada experiente capitão George Pollard (Benjamin Walker), que tem Owen Chase (Chris Hemsworth) como seu primeiro oficial. Owen sonha em ser capitão e tem o objetivo de superar a meta traçada por seu empregador. Eles navegam por meses em busca de baleias, mas quando encontram se deparam com uma grande ameaça, uma gigantesca baleia branca que irá lutar por sua sobrevivência e acabará atacando o navio e sua tripulação.

A história nos apresenta Owen Chase, um marinheiro experiente que almeja ser capitão de seu próprio navio, e George Pollard, descendente de uma família influente do ramo das navegações. Graças ao peso de seu sobrenome, Pollard é designado como capitão do navio Essex, que tem como objetivo coletar óleo de baleia para os grandes empresários do setor, e Chase só aceita embarcar nessa empreitada devido à promessa de ser o capitão da próxima viagem. A história desses dois homens, ocorrida em 1820, é contada por um sobrevivente do Essex, Thomas Nickerson, a um jovem e promissor escritor, Herman Mellville.

no coração do mar owen chase e george pollard

No Coração do Mar faz um bom trabalho ao trazer o conflito entre Chase e Pollard. O primeiro é talentoso, mas sua origem estrangeira e a falta de um sobrenome mais forte fazem com que ele nunca conquiste o posto de capitão na cidade portuária em que vive. O segundo, em contrapartida, tem em si a pressão de uma família inteira que se aventurou no mar, e todos esperam que ele faça seu trabalho com o mesmo talento de seus antepassados, ainda que a insegurança do personagem seja visível. E essa insegurança torna-se mais forte ao perceber que seus marujos confiam muito mais na liderança de Chase, fazendo com que Pollard muitas vezes tome decisões irresponsáveis para se afirmar. Apesar das desavenças, a viagem prossegue, até que a embarcação se depara com centenas de baleias. Motivados pela ganância, eles atacam os animais de maneira impiedosa, mas uma das baleias resolve revidar da mesma forma. Uma baleia colossal, agressiva e totalmente branca. A baleia que nós conhecemos como Moby Dick. A partir desse encontro, todos no navio passam a depender da sorte e da própria garra para sobreviver.

filme no coração do mar 2

Falando um pouco sobre o elenco, devo dizer que a atuação de Chris Hemsworth não me impressionou muito. Durante boa parte do filme, o jeitão rude do seu personagem ficou me lembrando do Thor, seu papel mais famoso. Porém, após a transformação de Chase – divulgada pelo ator nas redes sociais e amplamente comentada na mídia -, a atuação melhorou muito, e eu pude sentir o personagem definhando (mas ainda acho que a recuperação do seu físico anterior aconteceu muito rápido, ele tava praticamente um esqueleto hahaha). Benjamin Walker convence ao demonstrar a insegurança, mas também o senso de responsabilidade, do capitão Pollard. Existem outros nomes conhecidos no elenco, entre eles Cillian Murphy (Espantalho, de Batman Begins) e Frank Dillane (Tom Riddle, em Harry Potter e o Enigma do Príncipe), e o elenco no geral cumpriu bem a sua missão.

no coração do mar owen chase chris hemsworth

Eu gostei de No Coração do Mar. Apesar de não ser inesquecível, se mostrou um bom filme de entretenimento e uma opção bacana para ser vista no cinema (mas não exclusivamente, é claro), pois conta com um visual bem impressionante. Além disso, a história me manteve interessada do início ao fim e as cenas de ação me deixaram aflita, pois trouxeram toda a imponência e o perigo do mar aliados à ameaça constante da baleia branca. Recomendo! 🙂

Título original: In the Heart of the Sea
Ano de lançamento: 2015
Direção: Ron Howard
Elenco: Chris Hemsworth, Benjamin Walker, Cillian Murphy, Ben Whishaw, Brendan Gleeson

Anúncios

50 comentários sobre “Review: No Coração do Mar

  1. Olá, Priih!
    Adoro filmes de época. Esse deve ser bacana. A questão do mocinho talentoso, mas sem nome de peso, e o mocinho nem tão talentoso assim, mas com um sobrenome pop. E os perigos do mar. E uma baleia gigantesca. Ah, deve ser um bom entretenimento mesmo. Anotei a sua dica.
    Beijo grande!

    Blog || Fan Page

  2. Oi, Priih!
    Adoro filmes de época. Esse daí, envolvendo mar, mocinho talentoso (mas sem sobrenome de peso), mocinho rico (mas sem muito talento, embora com sobrenomes de peso), o lindo mar, baleias, ação, aventura etc e tal… Ih, deve ser mesmo um bom entretenimento. Anotei a sua dica.
    Beijo!

    Blog || Fan Page

  3. Oi, Priih!
    Adoro filmes de época. Esse daí, envolvendo mar, mocinho talentoso (mas sem sobrenome de peso), mocinho rico (mas sem muito talento, embora com sobrenomes de peso), o lindo mar, baleias, ação, aventura etc e tal… Ih, deve ser mesmo um bom entretenimento. Anotei a sua dica.
    Beijo!

    Blog || Fan Page

  4. Oi, tudo bem?
    Também assisti a esse filme no mês de dezembro e gostei muito. Por ser em 3D as cenas parecem dar mais aflição e eu gostei deles terem colocado a lenda da Moby Dick no filme.
    Beijos.

  5. Oi Priih, tudo bem contigo ???
    Flor, tenho que confessar que no começo, quando o trailer desse filme havia saído, e quando vi algumas pessoas comentando, estava até curiosa com relação ao enredo e como essa história iria se desenrolar. Porém, com o passar do tempo, fui perdendo a vontade sabe ?! Acho que isso aconteceu principalmente pelo fato de que sou muito sensível a matança, ao ver animais sofrendo (mesmo que de mentirinha), e desde que mudei eu não posso ver um animalzinho solto por aí que já fico mal, rsrsrs. Tô virando um chocolate derretido de tão mole que estou, rsrsrs.
    Apesar de não ser nenhum filme excepcional, fiquei feliz por saber que gostou, e que vale o entretenimento. Talvez, mais para frente eu resolva dar uma chance para o filme, mas por enquanto eu passo !!! ^^

    Beijinhos
    Hear the Bells

  6. Tudo bem minha flor? Tive praticamente todas as suas opiniões sobre este filme também. Ainda estou pensando se resenho ele lá no blog ou não. Me prendeu e me rendeu boas emoções, visualmente falando principalmente. Mas não é daqueles filmes que quando termina você grita aos quatro ventos que foi excelente, etc. É um bom filme. Lindo post. Beijo grande. ❤

    Ewerton Lenildo – Viajante das Letras.
    viajantedasletras.blogspot.com

  7. Oii,
    Eu estava com vontade de assistir esse filme, porém por algum motivo acabei a perdendo. Quando li sua resenha fiquei na dúvida, pois sempre quis saber mais sobre a história da famosa baleia branca, Moby Dick, mas sei que não teria coragem de ler o livro e imaginei que o filme fosse uma explosão de efeitos visuais sem muito conteúdo. Mas ainda estou curiosa, vou esperar mais um tempinho para poder assistir! Ótimo review 😀
    Estante de uma Fangirl

  8. Oi, Priih, tudo bem??

    Poxa, eu queria tanto ter ido ver esse filme, mas sabe quando a gente fica naquela de “vamos marcar” mas nunca mar? Pois então, esperei tanto que o filme até saiu de cataz do cinema daqui! ¬¬
    Sabia que eu morro de medo de baleia? Tenho PAVOR de navegar mar adentro por causa disso! Não sei o motivo, nunca nem vi uma baleia! hahahah
    Vc já assistiu O Náufrago? Se sim, sabe aquela parte em que ele está deitado naquela balsa que ele construiu aí vem uma baleia e esguicha água perto dele? Menina, aquilo me deu arrepio e ainda dá todas as vezes que assisto esse filme! hahahah

    Não vi no cinema mais verei em breve…nem que seja online! hahaha

    Beijo
    – Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

  9. Oi, tudo bem?
    Adorei o post.
    Não tive a oportunidade de ver no cinema mas fiquei curiosa. Também não li Moby Dick.
    Na verdade eu ia ver por causa do “Thor” ahah mas parece ser uma história interessante que irei procurar.
    😀
    Bj

    @saymybook
    saymybook.blogspot.com

  10. Olá,
    Não conhecia o livro, mas preciso confessar que essa temática não me atrai muito, sabe? Parece mesmo ser uma boa fonte de entretenimento, mas não cheguei a me interessar muito. Ainda mais quando um filme coloca um animal dessa forma, como o vilão, acho que as pessoas acabam é invertendo os papéis porque os vilões somos nós.
    Beijos.
    Memórias de Leitura – memorias-de-leitura.blogspot.com

  11. Olá Priih, tudo bem?

    Apesar de gostar muito do Chris Hemsworth, o filme não faz meu tipo de gênero, não gosto muito do a maioria das vezes eles representa, na maioria das vezes e sempre resumido em extrema dificuldade risco de vida e destruição, eu meio que fico frustrada sabe, aquelas pessoas morrendo e aquelas milhares de coisas acontecendo ao mesmo tempo, principalmente quando se trata de coisas que pode acontecer aqu do nada HAHAHAHAHA mas se você gostou do filme e o que conta flor *-*
    Adorei post.
    Beijinhos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

  12. Oie Pri =)

    Eu estava bem curiosa para assistir a esse filme, mas quando fui ao cinema ele já tinha saído de cartaz. A premissa me parece meio batida, mas fiquei curiosa para ver a atuação do Chris já que até hoje só vi ele como Thor rs…
    Vou ter que esperar sair no Telecine para ver agora ^^

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
    @mydearlibrary

    • Oie!
      Eu não conhecia esse fiome, mas sabendo da história agora, acho que não irei ver não. Eu sou uma completa medrosa, simplesmente pelo fato da baleia vingar pelos maltratos eu já sei que vai ter morte né?? Kkk
      Eu faço mais o tipo que vê filmes romance melosos. Kkk
      Beijos!!
      Umlugarparaleresonhar.blogspot.com

  13. Oi Priih !
    Nossa, quando eu vi a foto do Chris sendo divulgada, eu quase não acreditei que era ele, achei impossível um homem forte como ele ter perdido tanto peso e ter definhado tanto assim.. Logo me interessei em ver o filme, gostei bastante do trailer. Ainda não consegui assistir, tenho um sério problema em ir ao cinema, então só me resta esperar um pouco.
    Beijos !

    http://www.sorvete-literario.blogspot.com

  14. Ele tem um script simples, mas atraente o suficiente. Em suma, “In the heart of the se ” é um espetáculo visual muito interessante que recebe cenas específicas com força suficiente. Além disso, o filme também adiciona duas reflexões interessantes: em primeiro lugar, com Melville como eixo sobre o ato de escrever, sobre o medo de nossa própria incapacidade ea luta interna entre revelando e inventar, entre a transmissão da verdade e da captura da essência; ea segunda, sobre os interesses comerciais eternas e a tirania do dinheiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s