Review: Maze Runner: Prova de Fogo

Oi gente, tudo bem? 😀

Eu estava super ansiosa pela continuação de Maze Runner, e ontem fui assistir! Trago pra vocês meu review de Maze Runner: Prova de Fogo! Bora conferir? 😉

poster

Sinopse: Após escapar do labirinto, Thomas (Dylan O’Brien) e os garotos que o acompanharam em sua fuga da Clareira precisam agora lidar com uma realidade bem diferente: a superfície da Terra foi queimada pelo sol e eles precisam lidar com criaturas disformes chamadas Cranks, que desejam devorá-los vivos.

Se tem uma coisa que posso falar de imediato sobre o filme é: ele não para! O ritmo é frenético, os personagens estão em constante risco e, se tem uma coisa que eles fazem, é correr (ironicamente, mais do que no primeiro filme hahaha). A história começa exatamente de onde Correr ou Morrer parou, com Thomas e seus amigos sendo resgatados e levados para uma base militar comandada por Mindinho Janson. Lá, eles descobrem que não eram oriundos do único labirinto, mas que existiam vários, e todos os sobreviventes foram resgatados. Janson demonstra estar contra a CRUEL, mas Thomas passa a desconfiar dele ao ser alertado por Aris, o primeiro garoto a chegar na base, de que algo errado estava acontecendo ali. E, ao descobrir a verdade, Thomas percebe que precisa começar a correr de novo.

1

A partir disso, os personagens passam por pelo menos mais duas locações importantes. Ao fugir pelo deserto, eles se deparam com os Cranks (basicamente zumbis, pessoas que morreram graças ao vírus Fulgor) e precisam sobreviver a eles. A ideia é fugir para as montanhas, onde eles ouviram dizer que existe uma resistência contra a CRUEL, chamada Braço Direito. No caminho, eles se deparam com uma gangue perigosa, liderada por Jorge (Gus Fring hu3). Por forças maiores, eles acabam se unindo a Jorge e Brenda (considerada por Jorge como uma filha) e o grupo continua em busca do Braço Direito. No final, uma traição muda tudo. Por se tratar de uma teoria/spoiler, a próxima frase está em branco, então selecione apenas se quiser ler: Teresa tem suas lembranças restauradas na base de Janson e é motivada por elas a não se opor à CRUEL e acreditar que a intenção deles é salvar o mundo do Fulgor. BUT eu desconfio que são memórias falsas implantadas na garota, pra que ela agisse de acordo com os planos deles.

2

Bom, de modo geral o filme prende a atenção do início ao fim, já que a trama não dá tempo para que o espectador possa respirar. As cenas com os Cranks são muito tensas (eu sempre fico apreensiva com zumbis, em especial os que correm hahaha) e eu gostei de ver como essa nova realidade do planeta foi adaptada. Porém, tenho que admitir que não gostei tanto desse filme quanto do primeiro. Ao contrário de Correr ou Morrer, Prova de Fogo não é instigante em termos de mistérios. No primeiro longa, queríamos saber porque aqueles jovens estavam na Clareira, porque Thomas tinha aquelas memórias, qual era o segredo por trás de tudo. Em Prova de Fogo, nada é revelado. Nada além do que já sabemos. E o filme gira apenas na busca de Thomas e seu grupo pelo Braço Direito, com o intuito de fugir da CRUEL.

4

Os personagens também não tiveram quase nenhum desenvolvimento. Thomas continua sendo o líder preocupado com seu grupo, Minho e Newt mantiveram o carisma e Teresa continua sendo um peso morto com participação quase insignificante (com algumas ressalvas). Eu fico um pouco decepcionada quando vejo que os acontecimentos da trama não mudaram muito os personagens e que eles se mantiveram no mesmo patamar, mas acho que Maze Runner prefere se concentrar na ação e na trama do que nesses aspectos. Eu ouvi dizer algumas vezes que a série propõe um monte de mistérios, mas não responde a todos eles. Realmente, nesse segundo filme as coisas ainda se mantém nebulosas. Espero que isso melhore na continuação.

3

Maze Runner: Prova de Fogo me agradou bastante de modo geral, mas não tanto quanto seu antecessor. Em certos momentos eu pensava que o filme estava longo demais e queria que acabasse logo, mas ainda assim estava curiosa pra saber como os conflitos seriam resolvidos. A ação e o ritmo incessante me mantiveram atenta ao que estava acontecendo na tela. De maneira geral, valeu a experiência, mas eu espero que o próximo longa seja melhor e supere as minhas expectativas. 🙂

Título original: Maze Runner: The Scorch Trials
Ano de lançamento: 2015
Direção: Wes Ball
Elenco: Dylan O’Brien, Ki Hong Lee, Thomas Brodie-Sangster, Kaya Scodelario, Rosa Salazar, Giancarlo Esposito, Aidan Gillen

Anúncios

19 comentários sobre “Review: Maze Runner: Prova de Fogo

  1. Oi Pri! Eu acabei deixando de ver os filmes por não ter lido os livros ainda, fiquei com medo de pegar vários spoilers, mas pelo que tenho observado, parecem ser ótimas adaptações, cheias de ação. Acredito que vou gostar.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

  2. Ooi, tudo bom??
    Adorei o primeiro livro mas não continuei a trilogia porque peguei uns spoilers e não curti o final, também gostei do primeiro filme mas achei muito “hollywoodiano” mais voltada para a ação, e menos nos mistérios e nos personagens, como nos livros. Vejo que fizeram isso de novo :/ Mesmo assim espero assistir logo,
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

  3. Oi, Priih.
    Estou bem curioso sobre esse filme.
    Infelizmente ainda não assisti, mas logo vou ver.
    Puxa, pensei que algumas perguntas seriam respondidas,
    mas pelo menos a ação é garantida.
    Pensei que haveria o desenvolvimento de mais alguns mistérios e dos personagens,
    mas de qualquer forma vou ver e esperar o próximo.
    Abraços.

  4. Oi Priih, tudo bem?
    Eu ainda não assisti nem o primeiro, então nem tenho muito o que falar. Uma amiga minha assistiu e gostou bastante, acredito que ele conseguiu atingir o objetivo que é entreter, mas é sempre difícil manter o mesmo ritmo dos primeiro.
    Abraços,
    Amanda Almeida

  5. Oi Pri…

    Como eu li o livro…. Eu ainda não tô sabendo lidar com o final do filme! Sério. Eles erram FEIO com o final, perdi as expectativas para o próximo filme. É de se esperar mudanças entre livro e filme. Isso é normal acontecer mais o que fizeram nesse filme é surreal!

    Beijos!

  6. Oie Pri =)

    Vou assistir ao filme semana que vem, e espero gostar tanto dele como gostei do primeiro. Não cheguei a ler os livros e como é série meio grande confesso que desanimo rs…
    Eu adoro o Newt e o Minho ❤

    Beijos e um bom final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
    @mydearlibrary

  7. Você chegou a ler o livro?
    E pois é, não tem mistério algum, mas não era pra ser a intençãaaao ççç o livro é completamente diferente, eles mudaram tanta coisa, na história original tem sim tanto suspense, aquela ânsia de descobrir o que vem depois, e lógico, o filme também ficou ótimo, não tem como dizer que não dá aflição as cenas em que eles correm feito loucos kkk mas acho que não deu pra se apegar aos personagens, mortes eram só mortes e nada demais 😦 nesse sentido pecou um pouquinho e concordo com você quanto o primeiro ainda ser melhor

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de “Lírio Azul, Azul Lírio”, vem conferir!

  8. Oi Priih, tudo bem flor ???
    Preciso dizer que sua resenha me trouxe várias, mas várias emoções, sentimentos e vontades. Primeiramente, me senti muito triste por não ser capaz de assistir ao filme. Infelizmente para mim, ainda não existe cinema na cidade em que mudei, eles estão construindo e construindo, mas até hoje não têm previsão certa para a inauguração. Tudo o que sei é que preciso assistir esse filme … Poxa, tô aqui me corroendo por dentro e nada, kkkkk.
    Ainda não tive a oportunidade de ler os livros, mas assisti ao primeiro filme e adorei, simplesmente adorei, principalmente por ser bem tenso e cheio de ação. Gostei de saber que nesse filme isso também continua, mas é uma pena que recebemos pouca ou nenhuma resposta. Acho que o filme deveria nos dar pelo menos alguma informação, assim ficaríamos mais curiosos para a continuação !!!

    Beijinhos
    Hear the Bells

  9. Olá,
    Ainda não vi esse filme, apesar de já ter lido o livro. Não cheguei nem a ver Correr ou morrer ainda, e olha que eu adoro a história. Mas ando se paciência para filmes.
    Beijos.
    Memórias de Leitura – memorias-de-leitura.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s