Sobre medo, escolhas e mudanças.

Eu tenho medo de mudanças.
Uso franja desde os 12 anos e por muito tempo não deixei nenhum cabeleireiro cortar o meu cabelo.
Desde que comprei meu primeiro All Star nunca mais consegui usar outro tênis.
Fiz uma faculdade que eu não gostava por três anos.
Eu tenho hábitos consolidados e aspectos bem marcantes da minha personalidade.

Mas eu não sou acomodada. Estagnação me desagrada. Reclamar e não sair do lugar me faz perder a paciência. E, analisando tudo isso, eu percebi que eu também precisava de mudanças. Que muitas vezes, por medo, eu parei. Que eu também reclamava sem fazer nada a respeito.

De uns tempos pra cá, eu tenho tentado mudar em muitos aspectos. Um deles é acreditar em mim mesma e fazer as coisas darem certo. A minha versão adolescente que só sabia reclamar sobre o quanto a vida estava difícil foi (e está) dando lugar a alguém que resolveu fazer cursinho pré-vestibular junto com a faculdade e que conseguiu passar muito bem colocada pro curso que queria; a alguém que foi no cabeleireiro e cortou um cabelo que estava lá pelo fim da cintura na altura do sutiã; a alguém que trocou de emprego/estágio sem medo, porque sabia que uma oportunidade melhor e mais desafiadora a esperava.

Nenhuma decisão foi fácil. Tive medo em todas elas. Ponderei muitas coisas antes de dar a palavra final.
Mas ninguém muda completamente, e não tem problema nenhum em sentir medo! É normal. Então, sim, eu ainda tenho medo de mudanças. Mas acho que aprendi que elas podem ser muito boas.

Mudar e amadurecer é importante, desde que não altere a nossa essência. É fácil se acomodar, mas parafraseando Dumbledore: às vezes precisamos decidir entre o que é certo e o que é fácil. Eu sei que estou no caminho certo. 🙂 Então, se você acredita de verdade em alguma coisa: não tenha medo! E, se você tiver, junte a sua coragem para vencê-lo. Acredite que você pode realizar as coisas que você deseja. Vá em frente. Eu prometo, vai valer a pena.

Anúncios

28 comentários sobre “Sobre medo, escolhas e mudanças.

  1. Oie Pri =)

    Eu estou passando por essa fase de mudanças sabe… e confesso que eu gosto de mudar por que a rotina deixa a gente acomodada, preguiçosa mesmo rs…
    Porém, essa mudança é do tipo que vai afetar a vida de outras pessoas e não só a minha e isso está me assustando.
    Estou pensando em todos os pontos positivos e negativos da decisão que terei que tomar, por que pela primeira vez nos meus trinta anos vou poder escolher que caminho seguir sem a pressão da necessidade. Mas, estou como medo não vou mentir.

    Adorei seu texto, e pode ter certeza que ele atingiu em cheio meu coração.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
    @mydearlibrary

  2. Oi Priih!
    Gostei muito do texto, adoro a forma como você escreve! Eu penso que as mudanças devem estar presentes na nossa vida sempre, é sempre bom mudar tudo e inovar. Tudo bem sentir medo, o medo nos faz humanos. 🙂
    beijos ♥
    nuclear–story.blogspot.com | Participe da promoção

  3. Gostei do texto Pri e me identifiquei bastante com as suas palavras. Assim como você, passei por inúmeras mudanças nestes últimos dois anos e de início achei que não fosse conseguir nem ao menos superá-las. Mas. graças a Deus, tudo acontece por um propósito maior e me vejo muito mais feliz e estabelecida do que outrora. Beijo!

    http://www.newsnessa.com

  4. Olá,
    Gostei do texto, amadurecer é necessário, claro que não sem mudar sua essência (apesar de, às vezes, precisarmos mudar até isso), mas o texto ficou ótimo e citar Dumbledore é sempre acréscimo na nossa vida.
    Beijos.
    Memórias de Leitura – memorias-de-leitura.blogspot.com

  5. Oi Priih! Amei o post…. obviamente que me identifiquei profundamente… principalmente na parte de ficar 3 anos num curso e depois fazer facul + cursinho pra passar em outro! Saudades das nossas conversar e lanchinhos! beijão

  6. Parabéns pela coragem de mudar. Tô precisando repensar algumas coisas em minha vida… em minhas escolhas tb. Não sei se diria que me acomodei, mas de certa forma me conformei. Acho que é hora de encarar o novo. Sei que eu consigo fazer isso!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

  7. É quando desabafamos que percebemos como não somos os únicos em tal situação né? Eu também tenho muito medo de mudanças, principalmente quanto à amizades, fases novas, etc. E a franja, teve coragem de cortar? Reparei essa parte ein haha eu também uso franja desde os 15 anos e simplesmente não consigo me ver sem ela, mas as vezes dá vontade de radicalizar e tirar isso. Só que não por enquanto né…. hahaha amei o seu texto, sem dúvidas me fez refletir muito! E espero que você continue seguindo o caminho que você considera certo pra si mesma, independente dos obstáculos que possam aparecer pra botar medo 😀

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de “Scarlets”, vem conferir!

  8. Oi
    Muito bom o texto, eu gosto de mudar sempre tento mudar o meu cabelo, mais nos outros quesitos o que está faltando é acreditar em mim, pois as vezes eu penso que não sou capaz de fazer nada e isso me desanima, fiz a faculdade que queria e quero trabalhar na área mais as vez bate um medo de penar que não sou capaz, ando em uma situação assim e quando tento mudar acontece coisas que me desanimam.
    momentocrivelli.blogspot.com.br

  9. Oi, Priih, também estava com saudade de você! 🙂

    Priih, amei o texto. E saiba que você não é a única! Acho que os seres humanos em geral têm muito medo do desconhecido, por isso que sempre nos acomodados. O novo nos assusta, não saber o que esperar é aterrorizante em alguns momentos.
    Menina, eu também fiz uma faculdade que eu não gostava por três anos!! Que coincidência!
    Muito boa sorte a essa nova você que está surgindo! ♥

    Beijo
    – Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

  10. Oi, Priih! Tudo bem? Que texto inspirador!!! Primeiro, parabéns por abraçar tudo isso e superar o medo (como trocar de faculdade! Uma coisa teoricamente simples, mas sei bem como é a pressão e melhor ainda é saber a sensação da liberdade de fazer escolhas). Ultimamente ando passando por algo do tipo e estou deixando as coisas acontecerem, a sensação é ótima e é legal saber que eu precisei ter o medo para ver que superá-lo vale a pena! Força e sucesso nessa nas futuras mudanças e projetos da sua vida! 🙂 Bjs
    Jéssica – http://lereincrivel.blogspot.com.br/

  11. Oi Priih,
    Adorei o seu texto, a gente sempre está constante mudança e como você mesma disse citando Dumbledore “às vezes precisamos decidir entre o que é certo e o que é fácil.”
    Realmente há escolhas muito difíceis na vida, mas vale a pena arriscar, pois só temos essa vida e quando ela acabar que a gente não tenha arrependimentos de não ter tentado.
    Seu texto me inspirou bastante!
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

  12. A frase de Dumbledore resume tudo, é isso, arriscar, amadurecer, buscar melhorar e ser feliz sempre. Passei por mudanças, principalmente no curso da faculdade, agora sei que estou no caminho certo, não é fácil as vezes, saber que poderia ter me formado já, mas estou a recém começando, porém, valerá a pena 😀 bjs
    http://www.monicadk.com

  13. Oi Pri!

    As vezes da medo mas mudar é preciso. Na maioria das vezes não é bom, chega a doer… Mas da pra tirar algo bom de tudo, é isso que torna a pessoa viva.
    Adorei o texto!

    Beijos!

  14. Oi Pri
    Essas coisas de mudanças sempre começam difíceis, as vezes falta a motivação certa e as vezes um pouco mais. As vezes eu mesmo olho em alguns aspectos em que estou tentando mudar e vejo uma progressão a passos de tartaruga, o que me deixa bem frustrado, mas antes um avanço, do que um retrocesso ou estagnação completa.
    Eu acho que é isso aí, mudanças fazem parte do crescimento e do amadurecimento e do processo viver no geral.
    Felicidades Priih 🙂
    quatroselos.blogspot.com

  15. Hey Prih!
    Como vai?
    Bem, acho que passar por mudanças agrega bastante. mas ainda é uma coisa muito difícil… Se permitir mudar, seja na aparência, sentimentos ou em características sempre acaba sendo um choque, bom ou ruim, e sempre faz a gente crescer ❤
    é bom de vez em quando, mudar um pouco, mas sempre continuando na essência o que somos é mais ainda
    troquei de estagio ano passado e bem…. é desafiador até agora hehehe
    obgg!! jaja mais uma promo 😀
    Um beijo!
    Pâm – http://www.interruptedreamer.com

  16. Pri, que texto ótimo. Eu tenho um pouco de medo das mudanças, mas sou daquele tipo de pessoa que odeia estagnação, não consigo me conformar com algumas situações e por isso vou lá e dou um jeitinho de mudar o que está me incomodando.
    Amadurecer é de fato muito complicado, porém quem disse que seria moleza? Dá uma saudade absurda da infância às vezes, é meio assustador ver as responsabilidades surgindo diante dos nossos olhos. É assustador também ter que lidar com tudo isso ao mesmo tempo.

    Acho que temos que arriscar, se acreditamos em algo precisamos seguir em frente, mesmo que não dê certo estaremos seguindo nossa consciência.

    Beijos ❤

    http://www.poesiaemtranse.com

  17. Dá um orgulho ver alguém falando que conseguiu vencer os medos e mudou. Sei bem como é pois sou dessas pessoas que odeia mudanças também, difícil eu me arriscar com meu cabelo, mas tive a sorte de escolher uma faculdade que amo e durante o curso tenho aprendido que é muito bom se arriscar e viver perigosamente uma nova fase.

    O texto ficou ótimo, você escreve muito bem.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

  18. Oi Priih, tudo bem ???
    Adorei, adorei, adorei o texto. Ficou ótimo, muito, muito bom mesmo. Gostei muito da mensagem que você passou, e adorei a citação de Dumbledore, esse personagem é maravilhoso, adoro as mensagens que ele nos passa !!!
    Mas falando sobre mudanças, eu nunca tive muito medo de mudar, sempre fui bem cabeça dura, sempre fui meio rebelde com relação as mudanças, quando era para mudar eu entrava de cabeça e tentava tirar o melhor do que quer que aquela mudança fosse trazer. O meu maior problema sempre foi outro, sempre levei demais em consideração a opinião das pessoas muito próximas a mim, e em diversos casos, acabei me deixando influenciar pelo que as pessoas achavam que era o certo, que era o caminho que eu deveria seguir. Por anos seguia o caminho que me era ditado, só nos últimos anos que passei a me impor mais, a pensar no que eu acreditava ser o certo, no que eu realmente queria. Admito que já fiz burrada, rsrsrs, mas pelo menos foi uma decisão minha !!!
    Acho que o mais importante é ter coragem e enfrentar nossos medos, assim como você fez e disse !!! No final, sempre vale a pena !!!

    Beijinhos
    Hear the Bells

  19. Pingback: Um ano de transformações | Infinitas Vidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s