Resenha: Fruits Basket – Natsuki Takaya

Oi, gente bonita!

Em primeiro lugar gostaria de me desculpar pelo atraso na postagem dessa semana! Tive compromisso na quinta e na sexta, então acabei ficando sem tempo de atualizar o blog. 😦 Bom, mas vamos ao post de hoje! Faz tempo que não falo de mangás por aqui, então decidi escrever sobre um dos meus queridinhos: Fruits Basket, da Natsuki Takaya! ♥

fruits

Sinopse: Tohru Honda é uma colegial que se viu sozinha no mundo depois que sua mãe morreu. Sem casa e sem ninguém para lhe fazer companhia, ela vai morar em uma barraca e acaba conhecendo os garotos da família Sohma. E depois de se aproximar deles, acaba descobrindo seu grande segredo: os membros da família se transformam em animais quando estão fracos ou são abraçados por alguém do sexo oposto. É a Maldição do Horóscopo Chinês! E no que vai dar esse encontro entre uma família com uma estranha maldição e uma garota sozinha, mas muito esforçada? Uma história cheia de confusão, perseverança e romance.

À primeira vista, Fruits Basket parece um mangá superficial e até mesmo infantil. Uma família amaldiçoada tem seu destino cruzado com o de uma estudante meiga e gentil, mas muito atrapalhada. Essa premissa já nos leva a imaginar as situações cômicas e constrangedoras pelas quais os Sohma e Tohru irão passar.

Entretanto, Furuba (apelido carinhoso de Fruits Basket) vai muito além disso. Ao longo dos 23 volumes que compõem a obra, a história amadurece gradativamente, e os personagens são um reflexo direto desse crescimento do enredo. Ao mostrar o passado e o presente de cada membro amaldiçoado da família Sohma, Natsuki Takaya leva o leitor a presenciar cenas de preconceito, de bullying e de isolamento. Mesmo a sorridente e otimista Tohru tem sua própria carga dramática: órfã e praticamente sozinha no mundo, ela tem que fazer tudo que pode para não se deixar abater e seguir a vida de forma independente, mesmo sendo tão jovem.

fruits4

O trio principal de personagens são Tohru Honda (a protagonista) e Kyo e Yuki Sohma (o gato e o rato do zodíaco, respectivamente). Durante boa parte do mangá, eles formam uma espécie de triângulo amoroso não-declarado, porque a Tohru não demonstra exatamente sentimentos românticos por nenhum deles, mas sim um amor carinhoso e protetor por ambos. Posteriormente, com a convivência, os sentimentos dela também vêm à tona e isso gera grandes consequências não só para o “escolhido” como também para toda a família Sohma. Kyo e Yuki são a antítese um do outro: o primeiro é explosivo, impaciente e amargurado, reagindo com violência e revolta a todo o isolamento a que foi obrigado a suportar; já Yuki é o garoto perfeito, o modelo de comportamento e de beleza, que esconde dentro da personalidade doce diversas mágoas da sua infância. Kyo não suporta Yuki porque, na lenda do zodíaco, o rato foi o culpado por fazer o gato perder a “festa de Deus”, e Kyo acredita que esse é o motivo pelo qual o gato é tão desprezado.  A dinâmica desse trio é fantástica! Tohru serve como a balança que faz os dois garotos funcionarem juntos, já que os sentimentos que eles têm por ela os motivam a fazê-la feliz. Os três são protagonistas de várias cenas cômicas, mas também de diversos momentos reflexivos muito importantes na história.

fruits2

Os outros membros da família Sohma também são fascinantes (claro, uns mais, outros menos). Shigure é amaldiçoado com o espírito do cachorro e é o dono da casa em que Kyo e Yuki moram – e, posteriormente, Tohru também. Não posso falar muito profundamente do personagem sem dar spoilers, mas o que posso dizer é que ele é muito mais importante e astuto do que parece. Momiji e Hatori, o coelho e o cavalo-marinho, respectivamente, também são personagens encantadores, com um passado de cortar o coração. As amigas de Tohru, Arisa e Hanajima, também são fantásticas: são o tipo de amiga que se oferecem pra comprar a briga por você e só perguntar depois o que estava acontecendo. Mas uma das histórias que mais me emocionou foi a dos pais de Tohru. O volume no qual o passado deles é contado me fez derramar lágrimas por muito tempo, inclusive no ônibus! Tive que parar a leitura no meio do capítulo porque eu sentia que não conseguiria segurar o choro. É muito triste ler uma linda história em que você sabe que os protagonistas estão mortos. Gente, isso parte o coração! </3

fruits5

Fruits Basket é um mangá lindo, com uma rica história e um leque de personagens bem variado e complexo. Todos têm seus próprios dramas e suas histórias particulares, ninguém está na trama apenas para preencher um vazio. Em sua essência, Furuba é um mangá que fala sobre preconceito e sobre superação. O isolamento por conta das diferenças e as consequências que isso gera são extensamente trabalhados na história, mas ela também mostra como a amizade, o amor e o apoio de quem se importa são coisas importantes e únicas, sendo capazes até mesmo de tirar alguém da escuridão. Uma das minhas histórias favoritas, uma das que mais me emocionou e uma que eu recomendo muito, sem sombra de dúvidas! ♥

Título original: Furūtsu Basuketto
Autor: Natsuki Takaya
Editora: JBC
Volumes: 23
Número de páginas (por volume): cerca de 200

Anúncios

26 comentários sobre “Resenha: Fruits Basket – Natsuki Takaya

  1. Oi… 🙂

    Primeiro: aaawwwweinn *————*
    Furuba é lindo demais. Queria muito ler! Comecei o anime muitos anos atrás, mas nunca terminei de assistir. Não sabia que o mangá tinha saído aqui no Brasil. Será que ainda encontro para comprar?

    Nossa… Nostalgia…
    Faz muito tempo que não leio mangás, nem assisto nenhum anime. 😦

    Beijo e boa semana! 🙂
    o/

  2. Oi Pri,

    Desculpe o sumiço. Estava com saudades de comentar aqui, mas a correria dos últimos meses acabou me deixando meio fora de circulação. Mas estou de volta 🙂

    Ah, eu curto muito mangás, embora acabe sempre ficando naqueles de batalha que se estendem infinitivamente, kkkk. Mas adorei o que você contou aqui sobre Furuba e sem dúvidas é uma obra que irei conferir em algum momento.

    Abraços,

    http://milvidasparaler.blogspot.com.br/

  3. Nossa, confesso que não conheço/entendo muito do universo dos mangás… Nunca me interessei, mas nem sei dizer o motivo, sabe? :S Talvez pela maioria das histórias serem longas, nem sei.. Quase morro com sagas que tem mais de cinco livros.. Não sei se me imagino lendo 23 volumes :O kkk! Apesar dessa minha falta de entendimento/conhecimento, adorei saber mais sobre a história… É legal quando acompanhamos o crescimento de personagens que amamos, né? Eu, pelo menos, fico super feliz, rs!!

    Beijo grande.

    Thati;
    http://nemteconto.org

  4. Oii
    Nunca li mangá, minha prima adora essas coisas.. ta sempre vendo animes haha
    Achei o gato uma graça e fiquei curiosa sobre a maldição, gente eu viraria uma serpente haha

    Não basta ser leonina com ascendente em escorpião, tem que ser serpente no horóscopo chinês haha

    bjs
    Nana – Obsession Valley

  5. Oie Pri =)

    Sempre ouvi falar muito bem desse mangá, mas ainda não tive oportunidade de ler ele.
    Sua resenha dele me deixou ainda mais curiosa para conhecer a história *-*

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
    @mydearlibrary

  6. Hey!

    Nunca li mangas, acredita? Sei lá, nunca deu vontade. Mas amo animes, então acredito que eu iria gostar da experiência. KKKKKKKKKKKKKKKK momento risada pra situação: transformam em animais quando abraçados pelo sexo oposto? Como essa gente tem relacionamentos? KKKKKKKKKKKKKKKKK gente deve ser hilária essa história. Enfim, apesar da parte cômica, pelo visto ela vai bem além disso, e fiquei interessada. Só me assustei um pouco com a quantidade de volumes.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

  7. Oi!
    Não tenho o costume de ler mangas mas achei a historia bem legalzinha, não se lerei mas parece ser daqueles que a gente devora em alguns minutos.
    Beijos
    Guilherme – leituraforadeserie.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s